Highlander Most Wanted de Maya Banks




Genevieve McInnes está presa atrás das paredes fortificadas do Castelo McHugh, cativa do cruel lorde que sente grande prazer em arruiná-la para qualquer outro homem. Ainda assim, quando Bowen Montgomery entra intempestivamente pelos portões da propriedade numa missão de guerra de clãs, Genevieve percebe que seu espírito está abatido, mas não partido. Porém, seu caminho para a liberdade ainda está incerto. Incapaz de suportar a vergonha de voltar para sua família, que acredita que ela está morta, ou abandonar os outros do castelo a um novo lorde, Genevieve opta pela vida pacífica em uma abadia. Mas a sensualidade austera de Bowen mexe com algo profundo dentro dela que anseia por acordar com o carinho paciente e gentil dele – algo morno, pecaminoso, tentador.

Bowen se apodera do castelo do inimigo despreparado para a mulher pensativa e reclusa que captura seu coração. Ele fica encantado com sua feroz determinação, beleza incomum e quieta e incansável força. Mas cortejá-la vai requerer mais do que sua habilidade de sedutor experiente. Porque amar Genevieve, ele descobre, significa dar de volta a liberdade que lhe foi roubada – mesmo que isso signifique perdê-la para sempre.


O vilão do livro anterior continua a ter sua maldade e crueldade mostrada a todos (mesmo com o final que teve...)  e é simplesmente odioso ver o que ele fez com Genevieve! Ian McHugh é  um dois piores vilões que já tive o desprazer de conhecer. 

A história começa logo após o final do anterior, quando os Montgomerys e Armstrongs estão unidos (!!!!!) contra um inimigo comum – o clã McHugh – e chegam aos portões da fortaleza para trazer o lorde à justiça! Para surpresa dos guerreiros, eles encontram um povo abandonado por seu líder e guerreiros e apavorado com o destino que o aguarda nas mãos dos inimigos... E, para surpresa ainda maior, são recebidos por um menino e uma mulher misteriosa que pedem paz e clemência para todos!

Essa mulher misteriosa é Genevieve McInnes. Uma mulher que foi abusada e usada da pior forma possível pelo filho mimado do lorde e humilhada e desprezada pelo clã McHugh, apesar de ser vítima indefesa de Ian. É impossível não sofrer junto com Genevieve ao ver como ela foi torturada por Ian e desprezada por todos (menos Taliesan McHugh, uma jovem adorável). Acho que não me lembro de uma heroína sofrer tanto e passar por tantas provações... Aos poucos vamos descobrindo mais sobre seu passado e vendo como Ian tentou destruí-la de todas as formas, mas também vamos vendo que ela ainda tem forças dentro de si e que a esperança e o amor é algo que podem mesmo ajudar uma pessoa a se levantar!

Bowen está no comando das forças que chegam para trazer justiça contra os McHughs em nome de seu irmão, Graeme, e o que encontra é um povo totalmente perdido e amedrontado e sabe que terá de fazer um levantamento completo e ver o que precisará fazer para trazer a paz para esse povo – e alimentos e dinheiro, pois tudo foi levado pelo covarde lorde em sua fuga... Ao mesmo tempo ele se vê envolvido por Genevieve e vai descobrindo muito sobre o passado dela e as crueldades que ela sofreu – e ainda sofre – nas mãos desse clã sem misericórdia. 

Gostei de ver como Maya foi construindo o relacionamento dos dois, pois aqui temos a Bela e a Fera, só que o belo é Bowen, enquanto Genevieve traz cicatrizes físicas e psicológicas muito profundas e que a fazem se afastar de todos  e a temer o encontro com sua família e os sentimentos despertados pelo belo guerreiro. Bowen precisa de muita paciência e carinho para ir mostrando a Genevieve que nem sempre uma relacionamento homem / mulher é feito de dor e humilhações e  falta de liberdade de escolha... 

A história é belíssima e muito comovente e emocionante! Me peguei em lágrimas diversas vezes e é impossível não se apaixonar pela história de amor de Bowen e Genevieve! Fora que já foi dando para perceber que Brodie Armstrong está começando a se interessar por Taliesan, que pelo jeito também será uma heroína marcante (ela é manca) e adorável... Maya vem caprichando nessa série e já estou ansiosa pelo próximo!

2 comentários:

Marcia Noto disse...

Oi, Regina!
Espero que as editoras comecem a prestar mais atenção nessa autora. Eu sempre vejo as suas resenhas sobre os livros dela, e morro de vontade de ler uma série...
Enquanto isso não acontece, vou anotando as dicas!
Bjs!

Sam Soares disse...

Oi gente,alguém tem notícias do terceiro livro, já se passo tanto tempo e nunca achei pra ler me mandem um help, meu email sam_gleicy@hotmail.com

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top