Dupla Falta - Lionel Shriver


"Mais que uma história de amor encenada no ambiente de alta-tensão do mundo do tênis profissional, Dupla Falta é um alerta sobre os limites da rivalidade e da paixão. Com a sagacidade que se tornou sua marca registrada, Lionel Shriver investiga o cenário perturbador do desequilíbrio de um casamento moderno. Narrado com o controle de ritmo e velocidade de um campeão de tênis em uma partida, Dupla Falta investiga os medos, as esperanças e as traições de uma relação amorosa. Lionel Shriver nos oferece uma visão magistral e provocante do jogo romântico de um homem e uma mulher que não conseguem sobreviver ao próprio egoísmo."



Um livro que tem o tênis como pano de fundo e, ao mesmo tempo, como um dos personagens principais. Willy e Eric se conheceram por causa do jogo. Ambos são jogadores profissionais. E, ao longo da história, enfrentam muitos embates dentro e fora das quadras.

A competitiva Willy vem de uma família de classe média, que não apoia sua vontade de ser desportista profissional. O talento e a obstinação da filha só causam estranheza nos pais, que preferiam que ela seguisse uma carreira mais tradicional. Treinada por um mestre do tênis, Willy é uma revelação, muito bem colocada no ranking do esporte, com a meta de subir ao topo.

Eric é filho de uma família abastada, que lhe dá suporte para que seja o que quiser. Eles só exigem que o filho seja sempre o melhor. Obcecado pelas vitórias, Eric é do tipo que persegue o primeiro lugar, mas, é incapaz de se contentar só em vencer. Ele é um apaixonado pela busca. Iniciando no tênis, ele parece não ter a técnica e a maturidade necessárias para alcançar um bom lugar no ranking.

Apaixonados, eles acreditam que o relacionamento tem tudo para dar certo. Mas, a competição nas quadras invade o casamento, e abala a relação dos dois. Willy é extremamente egoísta, imatura e passional. Incapaz de sentir alegria pelas vitórias do marido, ela se frustra e se fecha em si mesma ao perceber que ele evolui cada vez mais como jogador. Tomada de inveja e auto-piedade, Willy se vê como uma perdedora em todos os sentidos, como esposa e como jogadora. Eric é sistemático, obsessivo e cheio de sorte. Com treino e dedicação, ele sobe alto no ranking e deixa a esposa para trás, sem prestar atenção aos danos que está causando ao seu casamento. Mas, a frieza nas quadras não se reflete no sentimento. Eric é apaixonado e paciente, até demais.

Gostei muito da narrativa psicológica e angustiante. Aprofundar-se na mente feminina é característica da autora. Willy é uma personagem densa e de variadas nuances. Suas atitudes são movidas pela emoção, pela fúria, pela raiva, pelo amor. Dividindo-se entre o tênis e o marido, ela não sabe como agir sem perder nenhum dos dois.

7 comentários:

Patricia Cardoso disse...

Aline,

gostei muito do post, fiquei muito empolgada com a história. E o livro já entrou pra minha lista de desejos. Bjs...

Fernanda - Trilhas Culturais disse...

Livro interessante e achei bem legal por ter como tema de fundo um esporte. Esportes não citados de vez em quando nos livros...achei legal essa base neste. Bjusss

Adriana disse...

A história parece tensa né...uma pessoa que não suporta dividir a pessoa amada nem com a carreira dele! Dificil isso! fiquei empolgada e doida pra ler esse livro, amei sua resenha!

Driza disse...

Oi Aline,

a sua resenha me empolgou, não sabia desse livro, adorei a dica.

bjsss

Jeanne Rodrigues disse...

Aline,

acho que o livro reflete os muitos casais que tem por ai. Que nao conseguem se realizarem e acabam por estragarem relacionamentos que teriam tudo para dar certo.

Adorei sua resenha.

Bjos,

Patricia Cardoso disse...

OLá Aline,

terminei de ler o livro e ainda estou sob o impacto do final, que foi muito coerente com a narrativa. Gostei imensamente do livro, e o devorei em poucas horas. Gosto muito das histórias, que passam depois que o casal se apaixona, e nos mostra a realidade da convivência entre o casal. E este livro é bem isso, o pós do "...e eles foram felizes para sempre". Valeu pela dica do livro. Um grande beijo!

Aline disse...

Paty!
Que legal você ter lido! Essa autora é das minhas favoritíssimas. Os outros livros dela são ainda melhores.

Meninas que não leram, fica a dica.

Bjs

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top