SUSSURRO de Becca Fitzpatrick

Um Juramento Sagrado.

Um Anjo Caído.

Um Amor Que Não Deveria Existir.


Entrar em um relacionamento não era exatamente parte dos planos de Nora Grey. Embora sua melhor amiga, Vee, vivesse empurrando garotos para cima dela, Nora nunca sentiu atraída por nenhum deles. Pelo menos até a chegada de Patch. Seduzida por seu sorriso despretensioso e pelo olhar que parece enxergar através dela, Nora se sente incapaz de pensar com clareza. É quando uma sucessão de acontecimentos assustadores começa a cercá-la. Ao mesmo tempo, Patch parece surgir em todos os lugares, e mostra que conhece absolutamente tudo sobre sua vida. Para Nora, é impossível decidir entre atirar-se nos braços dele ou fugir do perigo que o ronda.

Na busca de resposta, ela se aproxima de uma verdade que pode ser ainda mais avassaladora que qualquer das emoções que Patch a faz sentir. De repente, Nora está no centro da eterna batalha travada entre anjos e caídos e seres imortais – e quando chegar a hora de escolher um lado, a decisão errada poderá custar sua própria vida.


Os olhos de Patch eram como órbitas negas.

Aborviam tudo e não devolviam nada.

Não que eu quisesse saber mais sobre ele.

Se não gostei do que vi por fora, duvidava de

que fosse gostar do que espreitava lá no fundo.

O único porém é que isso não era bem a verdade.

Eu adorei o que vi. Músculos longos e esguios

nos braços, ombros largos, mas relaxados, e um

sorriso que era meio debochado, meio sedutor.

Estava difícil convencer a mim mesma de que

deveria ignorar algo que já começava

a parecer irresistível.


Sussurro, o primeiro livro da série Hush, hush é como o anjo Patch aos olhos da jovem Nora, extremamente irresistível. Um livro que aborda essa temática tão na moda ultimamente que é o “fantástico romântico” em que humanos envolvem-se com seres imortais e poderosos, mas em Hush, Hush eles são anjos e nefilins (seres imortais nascidos do envolvimento de anjos e humanos).

A mocinha da história é Nora Grey, uma adolescente certinha e bem-comportada, com uma perda no passado, que a tornou cheia de medos e receios, e com o propósito de não arrumar problemas que a façam decepcionar a mãe. Porém, Nora vê as suas convicções serem abaladas quando é obrigada a se aproximar de Patch Cipriano, o bad-boy, que com seu charme arrogante abala as suas estruturas.

Mas, Nora irritantemente tenta permanecer afastada de Patch, e com isso o atrai mais ainda, até que ele estará em todos os lugares, o que trará a pergunta: ele a persegue ou a protege?

Desvendar esta resposta torna a aproximação de Nora e Patch inevitável, e então ela acaba descobrindo que aquele menino lindo e de olhar penetrante a colocou no meio de uma batalha entre anjos e nefilins.

Nesta batalha não há mocinhos, todos erraram, pois, os anjos são “anjos caídos”, cometeram em algum momento um ato que os fizeram vagar pela terra, e aí a autora nos apresenta outro universo que é bem interessante.

Eu gostei muito do Patch e torci muito pra que a Nora cedesse aos seus desejos, e embarcasse nessa aventura com o “anjo caído”, mas, demorou bastante o que em certos momentos achava a mocinha um porre e até torci por uma reviravolta e Patch se interessasse por Vee, melhor amiga de Nora, meio que maluquete. Mas, com o mistério revelado e Nora tendo que lutar por sua vida, ela mostrou que no fundo tinha muita garra, e que poderia ser a namorada de um anjo com pouquíssimas atitudes angelicais.

Agora, espero ansiosa a continuação da série, com o próximo livro Crescendo.


Saiba mais sobre Sussurro acessando o site da série


Hush, hush.

10 comentários:

Vivianne Fair disse...

Simplesmente amei esse livro! Mal posso esperar pela continuação! ^^

Liliana disse...

Assim como a Vivi amei esse livro, contando os dias para a continuação.

Aurelia disse...

Detesto ser do contra, mas esperava mais do livro, talvez pela capa belíssima e o tema que mexe com a imaginação acabei achando a história meia fraca.

Dani disse...

Também achei o livro bem fraquinho... A idiotice da amiga me deu nos nervos, a banca do mocinho dando uma de eu-sou-o-cara me fez criar uma antipatia gratuita, e a mocinha é uma chata. Li já sabendo que o livro não ia ganhar uma nota dez pela quantidade de críticas mais ou menos no Amazon, mas eu tinha esperança de dar um 7,5. No fim, daria um 5, provavelmente não lerei o próximo, talvez se alguém me emprestar e eu não precisar comprar, mas a espera definitivamente não está tirando o meu sono...

Débora Lauton disse...

O livro é fraquinho... mas eu gostei... na verdade quem ganho o leitor é o Patch...rss
E estou ansiosa pela continuação...
Bem, pelo menos esse casal é mais interessante do que o casal chato de Crepusculo...

beijos,
Dé...

Pâmela Pferso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pâmela Pferso disse...

A história é fraca, nem da narrativa da autora eu gostei.Quanto ao Patch sou neutra. Não acho muito legal comparar histórias, como Crepúsculo e Sussurros, mas, comparando autoras, a narrativa da Stephenie me prendeu mais do que da Becca, independente da história.

Jeanne Rodrigues disse...

Paty,

peguei esse livro emprestado e é o proximo da lista a ser devorado...

Depois volto pra comentar a resenha.

Bjks,

Anônimo disse...

Simplesmente amei o livro.
Ele tem tudo na quantidade certa: aventura,amor,mistério,enfim,PERFEITO!
não vejo a hora de sair o próximo livro ♥

josé disse...

Simplismente adorei o livro. A história é muito contagiante, sem falar que o Patch é irresistível!!! Eu recomendo para quem ainda tem dúvidas quanto a lê-lo.

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top