Lover Mine - J.R.Ward


Nos escuros becos das noites de Caldwell, Nova York, existe um conflito como nenhum outro. Há muito dividida em um terrível campo de batalha entre os vampiros e seus inimigos, a cidade é o lar de um grupo de irmãos nascidos para defenderem sua raça: os vampiros guerreiros da Irmandade da Adaga Negra.

John Matthew percorreu um longo caminho desde que foi encontrado vivendo entre os humanos, sua natureza vampírica desconhecida por si mesmo e por todos a seu redor. Depois que foi morar com a Irmandade, ninguém podia imaginar qual era sua verdadeira história – ou sua verdadeira identidade. Na verdade, Darius, o Irmão caído, retornou, mas com um rosto diferente e um destino muito diferente. Quando uma violenta vendetta pessoal leva John ao coração da guerra, ele precisará contar com quem ele é agora e quem ele foi antes para eliminar o mal encarnado.

Xhex, uma assassina symphath, há muito se endureceu contra a atração entre ela e John Matthew. Já tendo perdido um amante para a loucura, ela não permitirá que outro homem de valor seja presa da escuridão de sua vida pervertida. Quando a sorte intervém, contudo, os dois descobrem que o amor, como o destino, é inevitável entre almas gêmeas.

Minha resenha pode conter alguns spoilers para quem ainda não leu todos os livros da série. Se esse for seu caso e você prefere surpresas, é melhor não ler

Em primeiro lugar tenho de reconhecer que J.R. realmente conseguiu me convencer de que JM e Xhex mereciam uma história de amor! Quem me conhece, e sabe de minha paixão por essa série, sabe também que eu era contra esse relacionamento! Sempre achei que JM merecia alguém melhor, mais “feminina” e que Xhex não merecia um homem carinhoso e bondoso com John. Mas lendo esse livro e vendo o modo como os dois foram se abrindo um para o outro e descobrindo certas circunstâncias do passado de ambos vi que eles são mesmo perfeitos um para o outro… (pronto! Sabia que Ward me faria dar o braço a torcer!)

Creio que se pode dizer que essa história se mostra como um círculo perfeito, no sentido que há resgate, vingança, segundas chances… J.R nos conduz ao passado (através de uma busca que Darius e Thorment realizam para a Irmandade), pelo presente com JM, Xhex, Qhuinn, Blay, Saxton, Thorment e a situação que estão enfrentando e o inimigo contra o qual estão lutando, e lança a semente de livros futuros com o problema de Payne e a aparição de Murhder. Há cruzamento de fatos e destinos e pessoas e a história nos surpreende e emociona. Como sempre, adorei o modo com Ward usa as palavras e o modo como transmite as emoções e sensações dos personagens de forma tão vívida e real que acaba nos fazendo rir ou chorar durante a leitura.

Nesse livro também há bem menos histórias paralelas e ela focalizou bem o casal principal. Mas tenho de destacar o abalo sofrido pela amizade de Qhuinn e Blay com o surgimento de Saxton. Esse também é um arco da história da irmandade com o qual sempre fiquei em cima do muro. Mas agora, vendo o sofrimento e o modo como Qhuinn e Blay estão se afastando, se escondendo atrás de máscaras e da falta de diálogo e de medos e enganos, estou me inclinando favoravelmente para um relacionamento entre eles.

Um ponto alto do livro foi o modo como Darius e Thorment se conheceram e se tornaram amigos. Isso muito antes de Thor ser um irmão, quando era apenas um soldado que trabalhava junto da Irmandade. E tudo se torna muito mais interessante quando vemos Thor fazer o mesmo com John – outro círculo que se fecha… Fritz aparece também e antes de ser o mordomo de Darius. Lembro de ter lido algo sobre J.R estar pensando em escrever sobre a Irmandade do passado, quando Aghony (pai de Phury e Z) era o líder e o pai de Wrath ainda era vivo – acho que seria muito interessante conhecer essa outra época…

Ward deixou algumas pontas soltas na história: o “fantasma” perseguido por uma equipe de televisão do Programa Paranormal – e que ainda não foi revelado - e o caso de Payne, que achei que ficou muito no “ar” (parece até que esqueceram a coitada no final…). Mas isso não apagou o brilho da história de JM e Xhex e a criatividade da autora no modo como a apresentou! Só aumentou ainda mais a ansiedade pelo próximo livro, que infelizmente vai levar um ano (creio eu) para ser lançado e trará a história de Payne.

Vou encerrar com uma frase que me tocou profundamente, principalmente na cena em que foi enunciada…

“…I miss you. I miss you so fucking bad it hurts, but I don´t know how to find you even though you´re right in front of me.

(…Sinto sua falta. Sinto tanto a sua falta que até dói, mas não sei como encontrá-lo mesmo você estando bem na minha frente.)”

P.S.: Para quem gosta de Thor, prepare-se! As cenas em que ele aparece estão entre as mais emocionantes do livro e, além de ficarmos sabendo um pouco sobre seu passado, vemos como ele e JM estão se reaproximando…

21 comentários:

By Angel disse...

Regina querida sempre perfeita no seus posts!!Ainda mais se tratando de J.R. Ward.
Eu como muitas amo a Irmandade da Adaga Negra e estou ansiosíssima para ler este livro.
Beijos
0:-) Angélica

Mariana Paixão disse...

Nunca ouvi falar dessa série e nem dessa autora, mas fiquei totalmente curiosa :OOO *_*

Jeanne Rodrigues disse...

Rê,

roendo as unhas de ansiedade pra ler esse livro...

Nao queria saber de nada mas nao resisto a um spoiler...risos...

Resenha perfeita e apaixonada.

Bjos,

karyne disse...

Flor, como sempre vc sai na frente......
Você é o Carro chefe desse blog!kkkkkkkk
Essa resenha me a sensação de estar perdendo ou reencontrando algo. Tipo
know someday you'll have a beautiful life, I know you'll be a star
In somebody else's sky, but why, why, why
Can't it be, can't it be mine
Tenho que aceitar a Xhex.isso já me deu dor de cabeça.kkkkkkkk
Mas vendo por outro lado amiga vc tem razão em algumas coisas.........
Meu loiro lindo morreu............afff
Mas, nem tudo era como eu sonhava.........definitivamente difícil dizer o melhor livro.
Por isso a J.R é a melhor.
Obrigada.
Bjs
ka

Anônimo disse...

Querida Regina, post maravilhoso, amo essa serie e estou super ansiosa para ler. Pena que meu inglês ainda não seja o suficiente pra ler o livro, então espero que alguem o traduza o mais rapido possivel. Mas vou comprando os livros conforme publicados no Brasil. Então, quanto a Xhex com o John, só vou realemnte me convencer que ela o merece depois de ler (rsrssr). Bjs e parabéns pelo otimo post.


Anne

Patricia Cardoso disse...

Amo demais essa série, já li as histórias algumas vezes para a matar a saudade dos meus bravos guerreiros, e Rê, você com seu post, me deixou agora fora de mim de vontade de ler este livro. Estou como a Jê roendo as unhas.

Bjs,
Paty

Dani disse...

Ai Regina, faltam 200 páginas para eu terminar esse livro. Tudo bem, JM e Xhex subiram um pouco no meu conceito, mas para mim, ela ainda é a shellan de menos apelo... Em compensação, Qhuinn e Blay são um must na minha cartilha... Sei que por enquanto as coisas estão complicadas entre eles, mas eles chegam lá, o Qhuinn está colhendo o que plantou!!! =)
Tenho fé que amanhã mesmo termino(ou hoje, já que já passa das 24h), e depois... só nos resta esperar um ano... Aff.

Regina disse...

Meninas...

J.R. realmente me agradou com esse livro! Como disse, muitas pontas soltas, mas não apagou o brilho da história principal...

Dani,

Sei bem o que vc está passando... Xhex não é minha favorita também, mas passei de totalmente contra JM e Xhex para aceitação de que os dois mereciam ficar juntos, o que foi um grande feito da JR. E Qhuinn e Blay foram os que mais me fizeram chorar, junto com Thor, é claro!

bjs

Dani disse...

Nossa Regina, acabei o livro hoje, ainda bem que eu tinha meus Klennex aqui por perto...
Fiquei esperando para ver se finalmente o fato do Darius e do JM serem a mesma pessoa viria à tona, mas não foi dessa vez... Também queria saber pq o Darius é o único Brother que não tem um nome violento? A Warden ainda nos mata de curiosidade...
Umas das minha partes preferidas? O V todo possessivo com o Butch... Adoro ver esses pedacinhos da vida dos outros Brothers e ver que as relações complicadas continuam rolando...
O próximo livro vai ser Maravilhoso. Só de pensar em toda a dinâmica que pode rolar entre o V, Payne, Jane, Manny e o Butch... Aff, já estou salivando.

Beli disse...

Eu adoro essa série... e no mesmo dia que saiu o livro, achei o link do ebook, e li em inglês mesmo, meio por cima!!!
Adoro essa serie, esses vampiros, e a Ward!!!
E o proximo livro contando a história de Payne e do Manny sai em maio de 2011!!! E eu queria ver mais de Payne, tb achei que ela ficou muito no ar...
E o casal JM e Xhex, eu sempre achei que eles ficavam bem juntos... Ela durona e ele mais doce, ela consegue ler pensamentos e ele, infelizmente, mudo... deu uma história emocionante!!!
Adorei sua resenha!!!

Rai disse...

OH!!! Menina marvada!!!! Eu estou me roendo para ler.... rsrsrsr

Anônimo disse...

Ô meninas, estão de matar a gente do coração de tanta curiosidade. Mas os pedacinhos que leio aqui so fazem aumentar a ansiedade de todas, eu não me importo de ler espoilier. Estou curiosa pelo enlace do Blay e Qhuinn, que são personagens que gosto demais e acho tb. que mereceiam ficar juntos. Esse ciume do V e Butch estão quase me fazendo roer as unhas, pois a historia dos dois sempre foi complexa. Ohh senhor, é esperar....... Bjs a todas

Anne

Roberta disse...

JR Ward é uma escritora muito boa. Porque cada livro é um romance diferente. Ela não repete as histórias. É tudo novo. Eu leio todos e este em especial eu adorei.

chelle disse...

oi roberta ...
vc leu ele em portugues ?
se tiver manda pra mim ...por favooooorrrrr ....chellerosolen@hotmail.com....fico muito agradecida ...

jackie disse...

Como vc consegui esse volume? Esta em Ingles ? Eu so li Amante Eterno e Amante sombrio. Pode me ajudar e me dar um dica de como conseguir os outros.Mesmo em ingles. Obrigada

fenixpedagoga disse...

POR FAVOR TO MORRENDO PARA LER ESTE LIVRO JA LI TODOS OS OUTROS. VC CONSEGUIU A ONDE, TEM EM PORTUGUES. OBRIGADO.

Regina disse...

Oi meninas

Eu li em inglês. Eu sempre compro os livros importados na Livraria Cultura.

Em português sei de um grupo de fãs que está traduzindo, mas ainda não está pronto...

bjs

dnisin disse...

maravilhoso, foi o melhor pra mim junto com o 4 ... gostaria de saber + sobre o próximo, mal posso esperar.

ps: axei ele traduzido na net, caso alguem tenha interesse entre em contato comigo pelo twitter

Anônimo disse...

Oi Regina, sou leitora nova do blog, mas estou adorando, especialmente seus comentários, às vezes me pego lendo e rindo sozinha. Me tornei fã da JR ano passado, qdo peguei por acaso Lover Avenged, li em três ou 4 dias, e depois fui atrás dos outros. Adoro ver os comentários das outras leitoras aqui tb, algo do tipo "Ufa, não sou a única louca fanática pelos Brothers..." rsrsrs... E finalmente vi que os livros estão sendo traduzidos para o português, achei ótimo! Mais meninas pra tricotar com a gente. Contudo, fiquei um pouco decepcionada qdo li um trechinho do Amante Sombrio, por causa da linguagem, ou melhor da falta dela. Acho que por pudor, ou qq outra razão, me pareceu que a tradução ficou fraca, a linguagem dos Brothers meio comportada. Uma pena, pq fundamental na caracterização dos personagens é justamente a escolha das palavras. Basta lembrar da primeira frase que o Zsadist fala para o Wrath, e de como foi pobremente traduzida. Mas, opinião pessoal. O fato de estarem publicando em português já é uma grande coisa. Enfim, parabéns pelo blog, adoro ler teus comentários e os das leitoras. Deviamos organizar uma chá de verdade só para discutir BDB! Ah, antes que eu esqueça, tem um site em inglês mto legal, que tb comenta todo tipo de livro, só de meninas, claro, chamado DIK Ladies. É só procurar no Google. Falei demais, como sempre. Bjk a todas! Mary

Regina disse...

Oi Mary!

Obrigada pelas palavras de carinho!

É realmente uma delícia quando a gente encontra mais "loucas fanáticas pelos Brothers" e pode conversar com quem nos entende!

Não sei se você conhece o Message Board da J.R., mas lá é um paraíso para quem quer conversar e saber mais sobre a série. A própria Ward aparece por lá quando não está em deadline...

Quanto a versão nacional, senti a mesma coisa que você! Não sei e não entendo esse pudor das editoras nacionais! Mexer na linguagem, mexeu nas características dos personagens. Mas pelo menos não houve cortes e temos o livro em português.

bjs

aurelia disse...

Definitivamente preciso de um curso mega rápido de inglês. Conheci os irmãos aqui no blog e verei fã. É dfícil terminar um livro,bate um vazio, uma ansiedade pelo próximo, eles são viciantes.
Bj

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top