A SENHORA DO JOGO de Sidney Sheldon


No best seller O Reverso da Medalha, o renomado autor Sidney Sheldon nos apresentou à glamourosa e dominadora família Blackwell e sua inesquecível matriarca, Kate. Décadas se passaram sem que o talento para a manipulação e a paixão dos Blackwells fossem atenuados. Apesar de Kate ter falecido há anos, os filhos de suas netas amadas, Eve e Alexandra, lutam para manter seu poderoso legado. Cada um está determinado a controlar a Kruger-Brent, a multibilionária empresa internacional dona de indústrias espalhadas pelo mundo. Mas apenas um deles poderá reinar supremo.

Lexi Templeton é uma competidora implacável, e usa a inteligência e a beleza para conseguir o que quer. Criada pelo pai, Lexi está ansiosa para seguir os passos da bisavó e se tornar A SENHORA DO JOGO.

No entanto, ela não é a única com essas ambições. Seu belo e execrável primo, Max Webster, filho de Eve, não se deterá por nada até conquistar a Kruger-Brent. Guiado pelo ódio, inveja e devoção cega por sua ressentida e perturbada mãe, ele usará de sedução, traição e assassinato para obter o sucesso.

E mais um peão entrará na jogada e seguirá os próprios planos: um descendente do bisavô de Kate. O esperto e charmoso Gabriel McGregor, criado na região pobre de Aberdeen, na Escócia, está determinado a cumprir seu destino... uma jornada que o conduzirá ao centro do império Kruger-Brent.

Nessa família repleta de segredos — assassinato, identidades secretas, conspirações — e depravado senso moral, vencer o jogo é a única garantia de sobrevivência.



Sou fã de carteirinha de Sidney Sheldon, e um dos meus livros preferidos é o famosíssimo O reverso da medalha, que li na minha adolescência, e o reli várias vezes conforme os anos iam se passando. E sempre ao chegar ao fim do livro ficava a curiosidade, quem seria enfim a sucessora de Kate Blackwell na Kruger-Brent.

Então, quando li sobre o, lançamento do livro A Senhora do Jogo, que seria a continuação de um dos meus livros preferidos eu teria a minha curiosidade saciada, enlouqueci de ansiedade, e ao ganhá-lo no amigo secreto da minha amiga Rê, ficava com o livro nas mãos temendo iniciar a leitura e me decepcionar, mas, enfim tomei coragem e vencida pela curiosidade de anos, li o livro, e o que posso dizer que Tilly Bagshawe, a autora que realmente escreveu este livro, foi perfeita em trazer os elementos dos livros de Sheldon para A Senhora do Jogo.

Achei o livro simplesmente maravilhoso, ácido e às vezes nauseante com os seus personagens amorais e sedutores. Personagens que nos fazem odiar, torcer, amar e nos tornamos cúmplices de suas ambiciosas loucuras.

Neste livro, temos os netos de Kate: a sedutora Lexi, filha de Alexandra, que tem como objetivo ser a presidenta da Kruger-Brent, competindo com seu maquiavélico primo Max, filho de Eve.

Lexi e Max ao se declararem guerra, não se importam com as armas que vão usar com o fim de destruir o outro, e não se importam com o que e quem destruirão em meio a essa guerra. Destruir corações é pouco, quando vidas são destruídas, mas, para eles tudo vale quando ser presidente da empresa de Kate é o prêmio.

Torci muito por Kate, pois, ela foi afetada em sua personalidade por uma tragédia que ocorreu quando ela tinha 8 anos, e em alguns momentos até torci por Max, pois ter sido criado por Eve, ninguém merece.

Já tinha lido, Adorada de Tilly Bagshawe, mas, ela realmente me surpreendeu com a continuação da saga da família Blackwell.


Trechos do livro:


A teia estava se fechando. Lexi sentiu o medo revirar em seu estômago como leite estragado.

Tem de haver um jeito de sair dessa. Sempre existe um jeito. Eu não vou para a prisão. Não vou perder a Kruger-Brent. Não vou perder a minha família. Pense!



O porco está morto.

Os joelhos de Lexi ficaram fracos e ela caiu sentada no vaso sanitário, lágrimas escorrendo por seu rosto. Durante anos, permitiu-se acreditar que se esqueceria dos fantasmas de sua infância e das coisas terríveis que lhe aconteceram. Agora ela viu que era apenas uma fantasia. A dor sempre estaria ali. Sempre.

Nunca teria fim. Não nesta vida.

Só vingança.

Lexi saboreou o gosto doce por alguns preciosos momentos. Depois, enxugou as lágrimas, apagou a mensagem de seu telefone e voltou para sua sala como se nada tivesse acontecido.



Lexi esperou as portas do elevador se fecharem antes de relaxar os punhos. Sangue pingava de sua mão, onde ela cravara as próprias unhas na carne.

Boa sorte, Max.

Boa sorte, Judas, seu traidor filho da puta.

Lembrou-se da época em que estudou a Bíblia.

“E Jesus disse: Em verdade, vos digo, um de vós me há de trair. Infeliz desse homem, o traidor! Seria melhor para ele nunca ter nascido.”

Lexi ia fazer com que Max desejasse nunca ter nascido.

Seu primo ganhara a batalha.

Mas a guerra só estava começando.




SIDNEY SHELDON, consagrado como o escritor mais popular do planeta, Sidney Sheldon publicou 25 livros, que chegaram ao topo das Listas de Mais Vendidos, e vendeu 300 milhões de exemplares. Suas obras foram traduzidas para dezenas de línguas em 180 países, o que lhe rendeu a classificação de "autor mais traduzido do mundo" pelo Livro Guinness. Também foi bem-sucedido no teatro, no cinema e na TV: criou 6 peças da Broadway, 25 roteiros de cinema e mais de 200 roteiros para séries televisivas. Morreu em 2007 de complicações causadas por uma pneumonia.

www.sidneysheldon.com

TILLY BAGSHAWE autora de Best Sellers internacionais largou uma carreira de sucesso no mercado financeiro americano para se tornar escritora. Como jornalista colaborou para o Sunday Times, o Daily Mail e o Evening Standard. É casada e divide seu tempo entre Los Angeles e Londres.

www.tillybagshawe.com




22 comentários:

Regina disse...

Oi Paty

Eu também gosto do Sidney Sheldon, mas não me lembro de ter lido O Reverso da Medalha... Acho que vou ter de procurar.

Adorei esses trechos que vc destacou. O livro parece ser realmente bom!

bjs

Débora Lauton disse...

Pronto... mais dois livros para comprar...
Eu li poucos livros do Sidney, mas gostei de todos... sempre falam super bem do O Reverso da medalha...

beijos...
Dé...

Jeanne Rodrigues disse...

Paty,

Li vários livros do Sidney. E acho que esse tbm.

Deve fazer mto tempo pq nao tô me lembrando direito.

Em todo caso, vou ler (novamente?) e em seguida pretendo ler esse.

ADORO o Sidney Sheldon,meu livro preferido é A Ira dos Anjos, que reli umas 3 vezes...

Parabens pela ótima resenha, claro que to colocando na lista.

Bjos,

Adriana disse...

Noooooooossa!
Esse livro é a continuação do Reverso da Medalha? No lo creyo? E eu não sabia!!! Paty vc me salvou!

Li o Reverso da Medalha na minha fase Sidney Sheldon, uns 18 anos atrás (tudo isso!!! - pessoal, só não denota idade pq tinha uns 14 anos então, tá?)

Comecei nos romances pelos livros do Sidney! Li a Herdeira...me apaixonei. Aí li A Ira dos Anjos e pronto! Fiquei fã.

Até hoje acho que a Ira dos Anjos me influenciou a ser advogada...rs!

O reverso da medalha é muito bom, se as netas da Kate forem só um pouquinho ambiciosas como ela, o livro deve ser maravilhoso!

Paty, sigo correndo para a livraria!

Bj!

Luka disse...

Eu estou louca para ler esse livro.
Depois dessa resenha então ... Já era !
Leitura obrigatória !!!!!
Beijos de fada.
Luka.

fernanda disse...

Olá pessoas...

Eu gostei bastante da resenha!!
Sempre que vou comprar livros, vejo os títulos de Sidney Sheldon e fico na dúvida se compro ou não...

Como vcs já conhecem, talvez possam me ajudar!

Pelo que entendi, o livro A SENHORA DO JOGO não foi escrito por ale (ou foi?), mas é uma continuação do livro O Reverso da Medalha não é??

Então, por onde eu devo começar??

Ele tem livros que são histórias individuais??
Tem séries tbm??


(esses livros tem cenas Hots??... é que queria dar de presente, mas não sei se dá dependendo da idade...)

Grata a quem me responder!

Patricia Cardoso disse...

Olá Fernanda,

este livro foi escrito por Tillu Tagswave, escolhida pela família Sheldon, como sua sucessora literária, e é a continuação de O Reverso da Medalha. Não é um livro erótico, tem cenas cenas sensuasi, pois, a família Blackwell usa o sexo como arma de negociação, mas, nada explícito e mesmo não sendo escrito por Sheldon,é fantástico. É um excelente romance para dar de presente, o meu foi presente e fico imensamente grata por o ter ganho.

Beijos,
Paty

Elbynhááh disse...

O liivro é PERFEITO!!!
Eu lii em 2 dias! *____*
Quem não leu leeiia é muiito boom!!
:)

Vivi disse...

Esse ainda não li, Paty. Mas amei Um estranho no espelho e Se houver amanhã. Vale a pena listá-lo na wishlist.

Beijos

fernanda disse...

Patricia Cardoso

Valeu pela resposta!!
Pelo que vc falou, acho que vou dá-lo de presente a uma amiga sim!

elzasill disse...

Paty acabei de elevar vc a minha "anja"!!!!!!
SOMOS BEM PARECIDAS EM COMPULÇÃO por leitura E AMOR POR SIDNEY SHELDON! Ainda não li esse mas amanhã ja estarei lendo.
Bjs
elza

Bruna disse...

Patricia, sendo um livro do Sidney Sheldon é maravilhoso, fui apresentada a ele pela minha mãe ela me deu Se houver amanhã e Nada dura para sempre, histórias magníficas, ricas e incríveis, virei fã apaixona dele, pena que ele faleu e não nos dá mais o prazer de ler seus livros.
Difícl achar O reverso da medalha, mas vou comprar A senhora do jogo e ler assim mesmo, quando tiver a oportunidade de comprar O reverso da medalha, não irei hesitar

Anônimo disse...

Particularmente achei a tal continuação do Reverso da medalha, forçado demais, tragédias demais no meu gosto, um estilo forçado de escrever como o mestre Sidney Sheldon.

Anônimo disse...

cara eu acabei de ler a senhora do jogo é muito massa
tenho que ler a reverso da medalha pois tudo começa com ele
mas sera que ja eta em vista a continuacao da senhora do jogo pq se tiver vou adorar ler..

jaqueline disse...

Comecei a ler os livros do SS a pouco tempo e logo de cara li A IRA DOS ANJOS,me apaixonei.Logo depois vieram tantos outros,rescentemente li o reverso da medalha e esse livro atingiu todas as minhas expectativas.E quando soube que tem a continuação entao!!!

Daya Daize disse...

Esse livro é tudo de bom... amei cada pagina q li...
Fiquei madrugadas e madrugadas lendo atenciosamente cada frase...
Recomendo, mais antes leia O REVERSO DA MEDALHA!!!

Ivi disse...

Eu não gostei do livro. Continuação de uma história maravilhosa, escrita por uma autora que não sei direito onde queria chegar. O nome na capa SIDNEY SHELDON chama a atenção dos leitores fieis, mas acho que são maneiras muito diferentes em escrever...

Cristina disse...

Eu amooooooooo ler e Sidney Sheldon é meu escritor favorito. Fico imaginando qual seria o nome de sua próxima obra se ele estivesse vivo. Li TODOS os seus livros umas 3 vezes cada um, acreditam? Tenho alguns e continuo comprando até montar toda a coleção, pois as vezes releio. Ainda não tinha lido "A Senhora do Jogo", mas imagino que seja maravilhoso. Muitos livros que não consigo comprar, pego na biblioteca. Abraços

Cristina disse...

Eu amooooooooo ler e Sidney Sheldon é meu escritor favorito. Fico imaginando qual seria o nome de sua próxima obra se ele estivesse vivo. Li TODOS os seus livros umas 3 vezes cada um, acreditam? Tenho alguns e continuo comprando até montar toda a coleção, pois as vezes releio. Ainda não tinha lido "A Senhora do Jogo", mas imagino que seja maravilhoso. Muitos livros que não consigo comprar, pego na biblioteca. Abraços

Cristina disse...

Eu amoooooooo ler e Sidney sheldon é meu escritor favorito. Já li TODOS os livros dele umas 3 vezes cada um, acreditam? Ainda não tinha lido "A senhora do jogo", mas deve ser maravilhoso. Tenho várias obras dele e as que não consigo comprar, pego na biblioteca. Muito bacana esse site, um incentivo à leitura. Parabéns!

Cristina disse...

Bem, então vou "devorar" Senhora do jogo. Estou ansiosa. Quando acabar, passo aqui para comentar. Abraços

Marilia Salete disse...

todos os livros de SS são maravilhosos, assim como todas as séries que ele escreveu para a televisão, meus livros preferidos dele são Um estranho no espelho e A ira dos anjos, Vale a pena rever a série de televisão que ele escreveu Jeanny é um genio, Li um livro a 30 anos,não me lembro o nome do autor, nem tenho certeza do titulo, mas nunca consigui esquecer da historia que foi uma das mais lindas que já li, o fato é que na época tinha eu 13 anos, gostei tanto que quis que minha irmã o lesse, emprestei para ela e meu cunhado consumiu com meu livro, jogou fora, sei que o autor era estrangeiro, a historia se passava no inicio do século 20 ou final do século 19, e toda a historia girava em torno de um diário em codigo deixado por um médico falecido, nesse diário, depois de descoberto o codigo um segredo maravilhoso era revelado, um segredo que nos levava tanto leitores quanto personagens a uma meditação, reflessão, a uma busca e encontro com DEUS e consigo mesmo e se tornava a partir dai uma pessoa melhor, estou exagerando? talves, não sei,sei que li esse livro a tantos anos, mudou minha vida na época, nunca o esqueci, nunca o reencontrei, o nome era pequeno e simples: talves O diario ou O código. algo simples, por favor, alguem que tenha lido me passe por favor o nome do autor e do livro, tenho certesa que quem leu assim como eu, vai se lembrar.

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top