Feche bem os olhos - John Verdon



"David Gurney sempre foi viciado em resolver enigmas. Mesmo dois anos depois de ter trocado a carreira policial pela pacata vida no campo, sua mente investigativa não consegue resistir a uma boa charada. Foi assim com o caso do Assassino dos Números, um ano antes. Agora, a história se repete quando ele é convidado para trabalhar como consultor e ajudar a polícia a desvendar um instigante homicídio.
Jillian Perry, uma jovem de 19 anos, foi morta de maneira brutal no dia do próprio casamento. Todas as pistas apontam para um misterioso jardineiro, só que nada mais na história se encaixa: o motivo, o lugar onde a arma do crime foi deixada e, principalmente, o modus operandi.
A princípio, David reluta em aceitar o convite, preocupado em preservar seu casamento, já que sua esposa, Madeleine, é totalmente avessa ao seu envolvimento em qualquer assunto policial. Porém, recusar-se a participar da investigação seria ir contra sua essência e David acaba se convencendo de que não conseguirá dormir em paz enquanto o criminoso estiver à solta.
Quando começa a entrevistar parentes e conhecidos de Jillian e a avançar no caso, fica claro que o assassino é não só mais inteligente e implacável do que ele esperava, como também destemido o suficiente para atacar seu ponto fraco. David terá que pensar além das evidências para desvendar o quebra-cabeça mais sinistro com que já se deparou."
John Verdon ganhou a minha admiração quando li seu primeiro livro publicado no Brasil: "Eu sei o que você está pensando". Mal podia esperar para ler essa nova história publicada pela Arqueiro. Mestre em narrativa psicológica, o autor novamente surpreende, misturando a rotina policial com cenas de arrepiar. O detetive David Gurney tem um novo caso enigmático.
Jillian é a noiva assassinada no dia de seu casamento. A cena do crime é um teatro dos horrores, ela foi decepada com o vestido de noiva, durante a cerimônia. Seu noivo é o psiquiatra Ashton, um médico charmoso, mais velho que ela e muito misterioso. E o suspeito é um de seus pacientes, Hector, um homem estranho que foi contratado como jardineiro da residência do casal.
Tudo se encaminharia para um caso solucionável, se não fossem detalhes que não fazem sentido algum. A arma do crime fora de lugar, pegadas sem destino, o sumiço definitivo do suspeito, falta de digitais e DNA na cena do crime e a personalidade perturbada da vítima. 
Jillian era uma das "alunas" da escola do Dr. Ashton. Nessa polêmica "escola" todas as alunas são psicopatas, jovens criminosas sexuais de alta classe social, que buscam alguma forma de cura para esses desvios de personalidade. A família de Jillian não foge à regra,  ela era uma psicopata cruel, que na infância torturava outras crianças, e seu pais são muito ricos. A mãe não se conforma com o caso parado há meses e contrata David para investigar por conta própria.
O investigador aposentado não imagina o que vai encontrar quando sai em busca de respostas. O assassinato de Jillian é a ponta de um fio de crimes interligados, casos terríveis, que demonstram o que de pior pode haver em desvios de comportamento, desumanidade e crueldade. E, nessa história, ninguém é totalmente inocente.
O autor nos presenteia com uma narrativa rápida, envolvente, onde o suspense cresce a medida que avançamos na leitura. Muitos fatos chocam, tiram o leitor da zona de conforto, tornando a história original e repleta de revelações que alteram tudo que parecia solucionado. Quem adora suspense, precisa conhecer o autor e sua obra.



8 comentários:

Marcyda disse...

Não gostei tanto assim do primeiro livro - Eu sei o que você está pensando - achei o desenvolvimento maravilhoso, mas a conclusão simplista demais, e as justificativas para os misterios, muito, muito fraca! Mas não sou de desistir e odeio deixar minhas "coleções" inacabadas. Saber que ele publicou mais um livro com o mesmo personagem, mesmo não sendo uma série, torna este livro aquisição obrigatoria, e assim, quem sabe, não mudo de ideia quanto ao autor?? Afinal, todos merecem uma segunda chance! Pena que acabei de comprar uma leva de 15 livros ontem... vai demorar pelo menos até o natal para comprar este...

Fabrica dos Convites disse...

Adoro livros policiais, são meus favoritos e quero muito ler este.
BJs, Rose.

@tainara_meow disse...

Adoro suspense, já sei que é uma boa pedida *-*
Parabéns pelo blog, é lindão! Estou seguindo, viu?
Se puder retribuir lá no meu, ficarei feliz *-*
http://foolishhappy.blogspot.com.br/

Xoxo!

Leninha - sempre romantica disse...

Não é muito meu estilo, mas leria pela resenha!

Patty Viana disse...

Esse livro chamou minha atenção assim que foi lançado, mas até agora não tive a oportunidade de lê-lo. Eu gosto de suspenses, então esse está na minha lista de desejados.

Sweet-Lemmon disse...

Este livro está entre os meus desejados! Eu tenho o primeiro da série mas ainda não tive tempo de ler. Adoro romances policiais!

bjos!

Patricia Cardoso disse...

Olá Aline,
eu adoro um suspense, então com a sua resenha, fiquei curiosa pra lê-lo. Bjs

Driza disse...

Então preciso conhecer o autor e sua obra, pq adoro um suspense.

Valeu pela dica, Aline.

beijão

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top