@mor - Daniel Glattauer


"Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner. Leo Leike, ainda digerindo o fracasso de seu último relacionamento, responde de forma espirituosa a duas mensagens enviadas por engano por Emmi Rothner, casada. Inicialmente, ela só queria cancelar uma assinatura de revista. Depois, inclui Leo por engano entre os destinatários de um e-mail de boas festas. Na terceira troca de e-mails, o mal-entendido dá lugar à atração mútua, reforçada pelo fato de um nunca ter visto o outro. Nada como a curiosidade instigada por frases bem encadeadas chegando a intervalos regulares numa caixa postal eletrônica para que os dois se esqueçam dos possíveis impedimentos. A cada dia, Leo e Emmi se sentem mais impelidos a marcarem um encontro. Após trocas contínuas de mensagens, está claro para ambos que o marido dela e as feridas emocionais dele não serão obstáculos para que marquem um encontro. O único obstáculo real é a insegurança de ambos quanto à transformação da fantasia em realidade. A expectativa é uma faca de dois gumes e a realidade pode não estar à altura."

Desde que vi esse livro circulando na net, eu decidi que precisava dele! Adoro histórias de amor onde não predomina o aspecto físico, onde as pessoas se apaixonam com o tempo, pela amizade, devagar, daquele jeito que não sabemos precisar bem quando tudo se transformou. Trouxe ele da Bienal e li em um único dia.

Quantas palavras são necessárias para que conheçamos alguém? Quantas frases, perguntas e respostas fazem nascer uma paixão? Emmi e Leo transformam as palavras do acaso em palavras de amizade, palavras de amor. E será que um amor assim é verdadeiro, sobreviverá à implacável revelação do físico, do real?

O livro é formado pelos e-mails trocados por eles durante um certo tempo, depois do mal-entendido. Cada um deles tem seu motivo para se dedicar à correspondência com um estranho. E a rapidez do e-mail contribui para a evolução dessa amizade virtual. Logo os escritos impessoais transformam-se em confissões e dois estranhos se tornam melhores amigos. Como o livro não descreve muito, não é narrado com a prosa comum, a leitura é cheia de imaginação.

Emmi é a escritora mais impulsiva. Seus e-mails são poderosos, sentimentais, ferozes, exigentes. Leo é o correspondente sério, que tem suas reservas sentimentais. Aos poucos, a insistência de Emmi aproxima Leo dela, mesmo que só por palavras. É uma história de expectativas. Um encontro, conhecer a aparência, ouvir a voz do outro, sentir a pele, o cheiro. Um romance de encantar por falar de amor e modernidade ao mesmo tempo.

Não há como dizer mais, para não estragar as surpresas, que são muitas. E tem continuação, que sai no Brasil ainda em 2012. Se você é leitor ansioso, recomendo que compre os dois juntos! De qualquer forma, se você gosta de romance, tem que ler.

"Re: 
Hoje foram 28 e-mails que trocamos, Leo. Qual o resultado disso? Nada. Qual é o seu lema? A falta de compromisso. Qual o seu comentário final? Você espera que eu tenha "uma noite agradável". Com isso, estamos mais ou menos no mesmo nível de um "Feliz Natal e Próspero Ano Novo é o que lhe deseja Emmi Rothner". Resumindo: nós não nos aproximamos um milímetro sequer em 100 e-mails e um encontro profissionalmente permeado por a-gente-apenas-não-pode-se-conhecer". O que sustenta nosso íntimo desconhecimento mútuo é unicamente o esforço tremendo que fazemos e fizemos para tanto. Leo. Leo. Leo. Pena. Pena. Pena.

Um minuto depois
Fw:
Se eu passo um dia sem lhe mandar um e-mail sequer, você reclama. E se eu mando, ao longo de cinco horas, 14 e-mails, você reclama do mesmo jeito. Acho que, ultimamente, eu não consigo te agradar, querida Emmi."

19 comentários:

Escritor ERC disse...

Olá, boa resenha. Interessante o livro, mais um para colocar na lista de desejos.

http://escritorerc.blogspot.com.br/

Bom dia, Ewerton Ricardo

Leninha - sempre romantica disse...

Li e não gostei desse livro, a leitura não me agradou, passei dias para terminar de ler tamanho o enfado que senti, mas respeito quem gostou.
Mesmo não tendo gostado do livro em si, amei o final, achei que a Emma (me recuso a chamá-la de Emmi) mereceu o que aconteceu e aguardo a sequência, torcendo que eles não se acertem, kkk

Desculpe o desabafo Aline! kkkk

Aline disse...

Eu adorei o livro também! E sério que a continuação sai esse ano ? Vou esperar ansiosa!

:)

Vall Knopp disse...

haha.....adorei, porque já passei por isso. É bem isso mesmo! Criamos uma expectativa danada em cima do outro, que mal conhecemos, apenas conversamos e idealizamos rios e mundos.... fantástico. Quero ler sim!!!!

Camila Márcia disse...

Ohhhh eu ganhei esse livro recentemente através de um sorteio na blogosfera, ele é realmente lindo e desejo lê-lo o quanto antes. Beijoss

Camila Márcia
@camila_marcia
http://delivroemlivro.blogspot.com/
http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

Jihanne Rocha disse...

Quero ler e vamos ver no que dá, gosto mais de paixão caliente, cara a cara/ pele a pele.....mas quem sabe preciso ler historias desse tipo para poder trabalhar um pouco a tolerência a frustação kkkkkk!
boa resenha!

Adri Ramalho disse...

Hummmm... só uma pergunta: eles se encontram?????

Três amigas e um blog viajante disse...

Nossa, esse livro é demais! Viciante mesmo, eu adorei! Adorei sua resenha. ^^
Gostei muito do blog de vocês, eu ainda não conhecia, mas agora vou passar sempre por aqui, já to seguindo vocês!
Também tenho um blog recente com duas amigas minhas, se puder dar uma força eu agradeço muito!

Beijos!

www.umblogviajante.blogspot.com.br

Fabrica dos Convites disse...

Eu sei que não deveria repetir isso, mas fazer o que se minha lista só aumenta. Mais um para leitura.
Bjs, Rose.

Marcia Noto disse...

Aline,

Eu vou aceitar o seu conselho e esperar pelo lançamento da continuação.
Só o pedacinho que você postou do livro, já me deixou com vontade de ler.
Parabéns pela resenha!

Bjs!

lilian moreira disse...

Olá Chá das cinco!

Sabe dizer em qual data sai a continuação?

Grata.

Lílian
moreiralilian@uol.com.br

Patty Viana disse...

A verdade é que o amor pode bater à nossa porta quando a gente menos espera, como foi o caso deles. Fiquei curiosa pra saber se deu certo.

kika disse...

adorei..... ja esta na minha lista de proximas leituras..... amo romances agua com açucar assim.....

Cali Medeiros disse...

Ai que romântico...preciso ler já!!!!rsrsrsrs Mas tenho uma lista enormeee de leituras atrasadas...então como vc dá a dica q vai ter continuação, o jeito é esperar e comprar os dois, até lá já adiantei as leituras...kkkk

Jeanne Rodrigues disse...

Aline,

parece ser um daqueles romances que nos apegamos e apaixonamos na primeira página.

gosto bastante de livros que tenham emails, e saber que é um romance virtual me deixa ainda mais empolgada pra ler.

fiz grandes amigas virtuais, o Chá é um exemplo disso, e esse livro tem tudo pra me encantar.

Bjos,

Sonia disse...

Concordo com você o romance não precisar ser físico, o conviver deixando se envolver e envolvendo devagar é muito emocionante. Na espera da leitura.

soniacarmo
retalhosnomundo.blogspot.com.br

Lu disse...

Puxa eu definitivamente não gostei desse livro...Achei a Emmi muito indecisa e imatura...Fiquei com dó do marido.Acho que o único personagem que gostei um pouco foi o léo e mesmo assim achei aquela "lição a Emmi" dada por léo e a amiga da Emmi muito estranha...muito conveniente não acham ?

daniS2 disse...

Amei o livro, realmente tenho dó do marido, porém o Leo é tudo de bom, e o que a melhorada romântica deseja!! Não vejo a hora do segundo livro chegar

daniS2 disse...

Amei o livro, realmente tenho dó do marido, porém o Leo é tudo de bom, e o que a melhorada romântica deseja!! Não vejo a hora do segundo livro chegar

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top