Desafio Literário - Novembro

CAIM de José Saramago

Quando o senhor, também conhecido como deus, se apercebeu de que a adão e eva, perfeitos em tudo o que apresentavam à vista, não lhes saía uma palavra de boca nem emitiam ao menos um simples som primário que fosse, teve de ficar irritado consigo mesmo, uma vez que não havia mais ninguém no jardim do éden a quem pudesse se responsabilizar pela gravíssima falta, quando os outros animais, produtos, todos eles, tal como os dois humanos, do faça-se divino, uns por meio de mugidos e rugidos, outros por roncos, chilreios, assobios e cacarejos, desfrutavam já de voz própria. Num acesso de ira, surpreendentemente em quem tudo poderia ter solucionado com outro rápido fiat, correu para o casal e, um após outro, sem contemplações, sem meias-medidas, enfiou-lhes a língua pela garganta abaixo.”


O laureado escritor português José Saramago neste livro nos dá a sua visão do Velho Testamento, em Caim ele volta aos primeiros livros da bíblia, do Éden ao dilúvio, passando por cidades decadentes, palácios de tiranos e campos de batalha, onde podemos acompanhar uma guerra que já dura há séculos entre o criador e a criatura.

Saramago recria os principais protagonistas do Antigo Testamento, e nos apresenta sob o ponto de vista de Caim, assassino do irmão Abel e primogênito de Adão e Eva, que leva a marca do senhor na testa e portanto está protegido das iniquidades do homem. Caim depois de assassinar seu irmão, faz um estranho acordo com deus e parte numa jornada que o levará do jardim do Éden aos mais recônditos confins da criação.

Ler um livro sob um tema religioso escrito por um ateu foi uma grande aventura. Saramago, através de Caim, questiona deus e todas as decisões feitas por ele. Porém, é claro tudo é feito com muito humor extremamente debochado. Em alguns momentos do livro cheguei a visualizar os meninos do Casseta e Planeta encenando esta história. Aí realmente o livro se tornava ainda mais divertido, sim, eu levei o livro na brincadeira, não fiquei me preocupando se ele questionava passagens da bíblia.

Caim é um livro engraçado que trata de um tema muito sério, e o que Saramago ao meu ver queria destacar é que o deus do Velho Testamento era muito violento, mas, não entrando em questões religiosas, pois,abstraí deste tema, o que deixou realmente muito chateada com este livro, não tem nada a ver com a história, e sim com a diagramação do livro, pois, não tem parágrafos e nem marcações de diálogos, o que para mim, foi uma tortura, sem falar na falta de pontuação. Descobri que este estilo não me agrada em nada, e prefiro um livro que eu me preocupe em ler e compreender a história e não ficar ainda tendo que me preocupar com onde termina o que no texto.

E quanto ao uso de maiusculas e minúsculas é uma forma de Saramago pontuar o seu descontentamento com os personagens bíblicos de sua história. Mas, para mim aliada a adiagramação do texto tornou a leitura extremamente cansativa para um livro de 172 páginas.

Aos religiosos fervorosos passem bem longe deste livro, mas, quem quer apenas curti um escritor exercer toda a sua capacidade de questionar toda a nossa criação, pode ser uma leitura interessante.


4 comentários:

Vivi disse...

Oi, Paty!

Realmente a crítica bem humorada ou não de Saramago, não me interessa. Não sou religiosa, nem gosto desse termo porque seu sentido é tão pleno de farisaísmo, que para mim chega a ser oco, vazio. Mas certamente não iria gostar de uma narrativa do tipo, não por ele questionar o que a Bíblia relata. Pois isso é problema e pensamento dele. Desgostaria porque os pontos de vistas não batem. Eu me conheço, quando em uma leitura, eu não consigo adotar a perspectiva do autor e dos personagens, como é o caso, é melhor passar longe. È isso.;D
Ótima resenha!

Beijocas

Leninha - sempre romantica disse...

Adorei a resenha, Saramago para mim ou se ama ou se odeia.
Adorei meu desafio, mas não creio que esse se encaixaria no meu top de leituras!

Driza disse...

Oi Paty

adorei a resenha. Parabéns!

bj

Jeanne Rodrigues disse...

Paty,

Não sou tão fervorosa, mas acredito que não gostarei desse livro.

Passo.

Bjos,

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top