Obsessão - T. Moss


Sinopse: Makedde Vanderwall sobreviveu ao ataque de um diabólico serial killer na Austrália e está de volta ao Canadá, sua terra natal. Os únicos desejos de Mak são voltar à sua rotina e esquecer para sempre o que houve. No entanto, as lembranças surgem a todo instante. Além de sonhos terríveis e frequentes com o incidente na Austrália, algo mais perturbador acontece - Andy Flynn, o charmoso e complicado detetive australiano que salvou a vida dela vai ao Canadá participar de um evento sobre criminologia. O desaparecimento de três alunas faz com que a universidade onde ela estuda entre em pânico quando se descobre que as jovens foram assassinadas por um psicopata. A linda modelo nem imagina que um fato surpreendente a liga ao maníaco, o que a põe em perigo novamente. Mak vai ser obrigada a enfrentar seus medos da maneira mais cruel possível - revivendo seu maior trauma e lutando para sobreviver.

-*-

Eu gostei desse livro. Fiquei bem presa a história e por isso li bem rápido. Mas, embora a autora esteja sendo comparada com Agatha Cristhie, eu acho que ela não chega nem perto de merecer essa comparação.


O livro conta a história de Makedde, uma modelo com o dom de atrair psicopatas. No passado, numa situação em que corria risco de morte, ela foi salva pelo detetive Andy Flynn e acabou se envolvendo romanticamente com ele. Ele é completamente apaixonado por ela, mas Mak tenta fugir dessa atração por lhe trazer lembranças ruins. Assim ela tentou se envolver com outra pessoa, mas acabou atraindo mais problemas.


Achei que essa história contém muitos pontos mal costurados e deixa um pouco a desejar na hora de expor quem é o psicopata da trama. A autora consegue esconder a identidade do bandido num ótimo suspense, mas depois acabou entregando de bandeja quem era essa pessoa. Achei meio sem graça a facilidade como isso foi revelado.


Não achei o final interessante porque não teve a participação do detetive gostosão da trama, a própria protagonista deu conta do recado. Isso foi legal também porque mostrou toda superação dela do trauma do passado, mas não é a mesma coisa do que a emoção de ser salva pelo mocinho/herói da história.


Enfim é um livro que vale o passatempo. Mas, só se você não esperar demais de um romance policial.


----------------------------------------------


PS: Olha só. Quando postei esse comentário, vi que no marcadores do blog já existia Tara Moss. Agora há pouco fui procurar para ver de que livro dela se tratava e acabei relembrando um post da Lili, sobre Fetiche, o livro anterior a esse que li. Então, li Obsessão sem saber que era uma continuação. Falta de atenção essa a minha. A Lili gostou de Fetiche e agora me pergunto se aqueles tais pontos mal costurados que comentei, não estão contidos no livro antecessor. Bem, leiam aqui o comentário da Lili.

5 comentários:

Regina disse...

Oi Driza

Ainda bem que você já nos advertiu sobre o livro anterior, assim quem for se aventurar já sabe que tem uma sequencia...

Mas ainda bem que foi uma leitura que valeu a pena!

bjs

Aline disse...

Driza,

Achei engraçado essa de publicar no primeiro livro Tara Moss, e agora publicar T.Moss...
Grafias à parte, gostei da dica.
Bjs

Adriana Hirt Agner disse...

Estou lendo esse livro... Fantástico como o primeiro!!!

Jeanne Rodrigues disse...

Driza,

Vou tentar ler os 2 e na sequencia correta.

Tomara que me surpreenda.

Bjos,

fernanda disse...

adorei e ja li instinto o quarto livro.

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top