A CABANA de William P. Young


Esta história deve ser lida como se fosse uma oração – a melhor forma de oração, cheia de ternura, amor, transparência e surpresas. Se você tiver que escolher apenas um livro de ficção para ler este ano, leia A cabana." Michael W. Smith



Publicado nos Estados Unidos por uma editora pequena, A cabana se revelou um desses livros raros que, através do entusiasmo e da indicação dos leitores, se torna um fenômeno de público – já são quase dois milhões de exemplares vendidos – e de imprensa.


Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas numa cabana abandonada.
Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o para voltar à cabana onde aconteceu a tragédia.


Apesar de desconfiado, ele vai ao local do crime numa tarde de inverno e adentra passo a passo no cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre.


Em um mundo tão cruel e injusto, A cabana levanta um questionamento atemporal: se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar o nosso sofrimento?
As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar sua vida de forma tão profunda quanto transformou a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama.



Durante uma viagem que deveria ser repleta de diversão e alegria, uma tragédia marca para sempre a vida da família de Mack Allens: sua filha mais nova, Missy, desaparece misteriosamente. Depois de exaustivas investigações, indícios de que ela teria sido assassinada são encontrados numa cabana abandonada.


Imerso numa dor profunda e paralisante, Mack entrega-se à Grande Tristeza, um estado de torpor, ausência e raiva que, mesmo após quatro anos do desaparecimento da menina, insiste em não diminuir.


Um dia, porém, ele recebe um estranho bilhete, assinado por Deus, convidando-o para um encontro na cabana onde aconteceu o assassinato. Cheio de dúvidas, mas procurando um meio de aplacar seu sofrimento, Mack atende ao chamado e volta ao cenário de seu pesadelo.


Chegando lá, sua vida dá uma nova reviravolta. Deus, Jesus e o Espírito Santo estão à sua espera para um "acerto de contas" e, com imensa benevolência, travam com Mack surpreendentes conversas sobre vida, morte, dor, perdão, fé, amor e redenção, fazendo-o compreender alguns dos episódios mais tristes de sua história.De uma leitura intensa, sensível e profundamente transformadora, este livro vai fazer você refletir sobre o poder de Deus, a grandeza de seu amor por nós e o sentido de todo o sofrimento que precisamos enfrentar ao longo da vida.


Gostei deste livro, mas, não o achei sensacional como na contra-capa do livro é sugerido que A Cabana é tão bom, que pode ser o único livro lido durante o ano.
O livro é interessante enquanto nos mostra a vida de Mack, que foi abalada por uma tragédia sem tamanho, que é a morte de uma de suas filhas em uma cabana por um serial killer, quando ele acampava com os filhos.


Mack se considera culpado pela morte da filha, e a sua dor é tão grande que passa a questionar o amor de Deus pelos seus “filhos”. Durante muitos anos ele foi se afastando de Deus e também de sua família, o que culminou em um dia receber um bilhete de Deus o convidando para um final de semana na “cabana”.


A partir da ida de Mack para a cabana o livro deixou de ser interessante e tornou-se altamente contraditório na abordagem das questões religiosas que são levantadas.


Na sinopse do livro é ressaltado que as descobertas de Mack na cabana poderiam transformar uma vida, porém, não me senti tocada pela descobertas de Mack, mas, sim em alguns momentos entediada com a fórmula auto-ajuda apresentada pelo autor.



18 comentários:

Jeanne Rodrigues disse...

Paty,

Já tinha lido algo sobre o livro, mas como é mais auto-ajuda não coloquei na lista. Seu comentário só veio reforçar.
Não curto mto essa temática.

Mas seu coments ficou ótimo, como sempre !

Bjos,

Pati Beatriz disse...

Também não me sinto atraída por livros de auto-ajuda, mas este livro me atraiu por algum motivo que não sei lhe explicar.
Foi difícil a leitura no começo, mas não por culpa dele, mas sim de outro livro que acabara de ler na época que ainda estava forte na minha cabeça.
O que tenho a dizer é que eu gostei do livro, não o classificaria como auto-ajuda, embora naturalmente façamos alguma sreflexões sobre o tema.
Gostei, principalmente, porque não era um livro sobre religião, aliás, é um livro que mostra Deus da forma como eu sempre o imaginei. Talvez por isso tenha gostado bastante... e me comovi no final com a dor de Mack. Claro que não seria, na minha opinião, o melhor livro do ano, mas está na minha pilha de livros os quais eu indico aos amigos
Beijinhos

Regina disse...

Estou "namorando" esse livro há tempos rsrsrsrs.

Adorei seu post e acho que vou dar uma chance a ele, apesar de também não gostar de auto-ajuda.

bjs

Regina

Vivi disse...

Olá, Paty
Senti sua falta por aqui!

Bem...Eu sempre passei blasé pelo livro quer fosse nas livrarias físicas quer fosse nas virtuais. Até que na páscoa, meu irmão preferiu o livro ao ovo de Páscoa. Dei A cabana de páscoa para ele mas, talvez eu dê uma conferida no conteúdo. Por que não? Eu também sou do time que não gosta do gênero auto-ajuda mas, não faço dessa aversão uma camisa de força. Quem sabe um dia eu não me surpreenda?

Beijos

Anônimo disse...

Meninas li a Cabana no começo do ano, e esperava um super livro pois tinha lido tantas criticas boas sobre ele,mas...não gostei.
Eu ainda persisti e li até o final pra ver se que rumo daria a história,mas mesmo assim não me agradou.
Beijos
Angélica

karyne disse...

Olá Paty
Tudo bem?

Minha prima tem esse livro...
ela comentou comigo a respeito.
Agora com seu post fiquei curiosa.
Estou precisando de uns 10 livros de auto-ajuda.risos..

Obrigada
bjs
karyne

Anônimo disse...

Olá!!
Eu li este livro e para ser bem sincera não gostei do livro.
Li a contra capa e fiquei entusiasmada, mas quando li o livro fiquei muito entediada...não via hora de acabar.
Eu detesto auto ajuda e esse definitivamente é um!
gde beijo

mari-SP

Flá Kelly disse...

Confesso q esperava mais desse livro...

Adri Flores disse...

Olá gurias! Iniciei a ler, mas não houve jeito de eu conseguir terminar! Confesso que me esforçei, mas não deu! Esperava mais dele...

Lili disse...

Tenho um certo preconceito em ler livros de auto-ajuda (confesso). Preciso mudar esse pensamento, mas ainda não foi com esse livro...
bjssss
Lili

Livros de Bia disse...

Ainda não li A Cabana, mas meu noivo começou a ler e disse que ele se torna um pouco cansativo a medida que você o lê. Porém, ainda quero tirar minhas próprias conclusões, hehe!

Bjs

Bia
Livros de Bia

Cris Costa disse...

Olá, Paty...

Adorei o seu post...
Ganhei o livro ano passado e pasmem...até hoje não consegui terminá-lo. Logo quando ganhei iniciei a leitura e houve um bloqueio...achei o ritmo lento e entediante. Passado algum tempo, dei-lhe uma segunda chance, mas até agora, não consegui prosseguir.

Seu relato faz muito sentido..

Bjs

Elisandra disse...

Gente eu nao sou muito de livros de auto - ajuda mas esse eu ameiiiiiiii....pra mim ele fala de Deus sem falar dele...nao sei se me entendem, mas vou rele-lo....beijokas elis

EntreEmes disse...

Eu já li esse livro.
Apesar de ele não fazer o meu gênero, gostei muito, pois li no momento certo. A mensagem do livro era aquilo que eu precisava no momento.
Então foi muito bom :D

Heloisa Nogueira disse...

Já tinha visto esse livro em alguns lugares... Com certeza eu espera bem mais que isso dele. Esse tipo de livro não faz o meu tipo. Mas, é só lendo para tirar as próprias conclusões.


Beijos.

Fabio disse...

Olá pessoas...

Auto ajuda? Poxa, se A Cabana é auto ajuda eu realmente estou muito por fora de como são as coisas...
Até entendo não gostarem do livro but....

Valeu, abraços

juliano cesar de oliveira disse...


Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso ... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

Beatriz Pereira Lessa disse...

qual e a editora

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top