O Último Chef Chinês – Nicole Mones

capa o ultimo chef chines Sinopse: O Último Chef Chinês conta a história de Maggie McElroy, uma jornalista norte-americana, viúva, que em meio a descobertas sobre o passado de seu ex- marido, precisa cumprir uma pauta sobre um novo astro da gastronomia que surgiu em Pequim: o chef Sam Liang. Com a ajuda do próprio Sam, Maggie acaba se encontrando no lugar mais inesperado de todos.

Na capa: Este delicioso livro vai deixar você com um intenso desejo por comida chinesa meticulosamente preparada. – The Wall Street Journal

Na contracapa: No primeiro livro de ficção a ter a chancela da conceituada revista americana Gourmet, a americana Nicole Mones expõe o que aprendeu sobre a cultura e a gastronomia da China ao viver por 18 anos no país.

--*--

Mais do que para os amantes do romance, este livro é também para os amantes da culinária. Um casamento perfeito: paixão e comida. Alimento para o corpo e para a alma.

Maggie tem que ir à China resolver um processo contra seu falecido marido e, aproveitando a viagem, entrevistar o chef Sam Liang. Ele é americano, mas filho de chinês e, tentando reencontrar suas raízes, decidiu ir para a China aprender a cozinhar.

Grande parte da história se passa na cozinha com Sam cozinhando, testando receitas, treinando para um concurso, aprendendo. Isso pode incomodar muito a quem não gosta desse tipo de cenário para um romance. Tudo é bem detalhado, desde o simples tempero até o chiado da panela. Então, esse não é um livro para quem tem pressa e quer ver logo o casal principal se relacionando.

Na verdade o romance não é o prato principal aqui, ele é só a sobremesa. Por conta da matéria que ela está fazendo e dos problemas a serem resolvidos, Maggie e Sam passarão muito tempo juntos. Primeiro virá a amizade e o apoio que um encontrará no outro, porém quando o amor acontece é muito, muito lindo. Assim, valerá a pena cada página lida.

Eu gostei muito da história. Na minha opinião o livro tem substância. Mas é só mesmo para quem gosta muito do universo gastronômico. Se você não gosta, não tente ler, ou se verá pulando parágrafos e páginas inteiras que descrevem o preparo das comidas. Mas, se gosta, delicie-se!

7 comentários:

Vivi Bastos disse...

Essa leitura é pra mim. Amo!
Ai, me conta do Sam? Eu tenho uma queda por olhos puxados!!!

Beijocas

Driza disse...

Olá Vivi,
eu tb sou chegada num meio oriental. O Sam é uma delícia: cabelos pretos, rabo de cavalo, não é muito alto, decidido e ao mesmo tempo altamente respeitador. Vc tem que conhecer a delicadesa dele quando se tocaram a primeira vez. Meu Deus!!! Uó..

bjs

Vivi Bastos disse...

Ulálá...é do babado! Vou ler sim!

Bjs

Vivi Bastos disse...

Ulálá...é do babado! Vou ler sim!

Bjs

Palavras na Brisa Noturna disse...

Que graça de blog, adorei conhecer! bjks! Sonia

Thata disse...

Confesso que não sou uma apaixonada por culinária e, portanto, seria um desafio ler este livro. Gosto da comida e comer (sério, That?! rsrs)!
Bem, como nunca o vi em lugar algum, deixa para próxima.....

Bjs

Driza disse...

Oi Thata,
nossa, revivi esse livro agora, muito bom, mas tudo que disse lá é verdade e me lembro muito bem, para le-lo completo tem que gostar de cozinhar rssss.

bjão

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top