Labirinto - Kate Mosse


Três segredos. Duas mulheres. Um Graal.

“Admirável... audaz... intrigante... apaixonado.” – The Sunday Times

“Uma aventura ágil, repleta de ação, mesclando conspiração moderna e paixão medieval... Um romance elegantemente escrito, passado na França em épocas diferentes.” – The Independent.

Fenômeno literário na Inglaterra, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos no país, o romance histórico Labirinto, da premiada escritora inglesa Kate Mosse, reúne todas as qualidades que o leitor espera encontrar em um bom livro de ação e mistério. Há verdades além das verdades buscadas, viradas e reviravoltas, memórias a serem recuperadas e reivindicadas, desentendimentos de amantes a serem reconciliados, fragmentos do passado a serem salvos e antigas traições a serem vingadas. Inspirado em rigorosa pesquisa sobre importante período da história medieval européia – a cruzada religiosa contra a seita cristã dos cátaros no século XIII que significou uma importante mudança na história da França – Labirinto tem como protagonistas e heroínas duas mulheres separadas pelo tempo, mas unidas por um destino comum.

Em julho de 1209, na cidade francesa de Carcassonne, a adolescente Alaïs recebe do pai um misterioso livro, que ele diz conter o segredo do verdadeiro Graal. Embora Alaïs não consiga entender as estranhas palavras e símbolos escondidos naquelas páginas, sabe que seu destino é proteger o livro. Serão necessários enormes sacrifícios e uma fé inabalável para preservar o segredo do labirinto – um enigma que remonta a milhares de anos e aos desertos do antigo Egito.

Julho de 2005: durante uma escavação arqueológica nas montanhas ao redor de Carcassonne, a jovem professora Alice Tanner descobre dois esqueletos. Dentro da tumba na qual repousavam os antigos ossos, experimenta uma sensação de maldade impressionante e percebe que, por mais impossível que pareça, de alguma forma, ela é capaz de entender as misteriosas palavras ancestrais gravadas nas pedras. Porém, é tarde demais – Alice acaba de desencadear uma aterrorizante seqüência de acontecimentos incontroláveis, e agora, seu destino está irremediavelmente ligado à sorte dos cátaros, oitocentos anos atrás.

"As lendas sobre o Graal são geralmente descritas como aventuras em que os homens tem espadas e as mulheres são resgatas de algum perigo. No meu livro as mulheres é que tem as espadas, elas são as heroínas", afirma Kate Mosse.

Kate Mosse é autora de outros dois romances e de livros de não-ficção. Labirinto venceu o prêmio British Book Award de melhor leitura do ano de 2005.

*****
Desde os tempos antigos, a humanidade tem seus segredos. E em várias histórias, lendas, mitos, narra-se a procura do Graal. Segredo que atormenta as mentes cristãs e desperta curiosidade, o Graal está retratado das mais diversas formas. Indiana Jones encontrou o Graal num filme, e era uma tacinha de madeira. Dan Brown escreveu a história da literatura com o seu Graal humano, genealógico e místico, em O Código da Vinci. Além de muitos outros autores e estudiosos que já aboradaram o assunto.

Kate Mosse também se aventurou no tema, levando a sua pesquisa histórica em direção aos cátaros da era medieval. Para eles, o Graal é o conhecimento de um segredo, é um conjunto de livros, que contém um ritual capaz de dar poder a quem o praticar. Os cátaros viveram na antiga região do Midi, na Europa. Eram os membros de uma doutrina religiosa cristã com ideias próprias, e, posteriormente, considerada herética na Idade Média. Foram dizimados numa sangrenta cruzada, iniciada em 1208, que tinha objetivos religiosos e patrimoniais, de ocupação do sul da França. Dizimou não somente um povo, mas suas tradições, ideais e modo de vida. A perseguição aos cátaros levou diretamente à fundação da Inquisição em 1233.

Dentro do período histórico, a partir de 1209, situamos Aläis. Jovem cátara, filha de um homem poderoso, ela passa os dias envolvida com seus remédios e funções domésticas de filha e esposa. Até que a misteriosa descoberta de um cadáver muda o seu destino. Aläis se vê diretamente envolvida numa trama de busca pelo conhecimento sagrado do Graal. A odisséia dessa menina, transformada em mulher, estende-se por 30 anos. Longe da monotonia, acompanhamos Aläis fugindo de seus perseguidores, sendo a escolhida para proteger esse imenso segredo, sofrendo as dores da morte e da traição. Sua irmã Oriane, a principal antagonista e vilã cruel, está enfeitiçada pela sede de poder, e fará de tudo para atingir Aläis e apoderar-se do Graal.

Paralelamente, mas em sucessão rápida de acontecimentos, no ano de 2005, está Alice. Participante voluntária de um grupo de escavação, ela encontra dois esqueletos numa caverna misteriosa, na região do Pic de Soularac, na França. A partir de então, Alice é alvo de perseguidores implacáveis, interessados no que ela descobriu e recolheu na caverna. Tentando achar respostas para o mistério, e procurando escapar da morte, Alice desvenda segredos ancestrais que envolvem sua própria pessoa, e acaba entendendo que a vida tem seu ciclo.

O livro tem a narrativa bem dinâmica, alternando-se entre Aläis e Alice. Ambas as histórias são ricas, com momentos de suspense, de tensão, e revelações surpreendentes. Os simbolismos místicos, a riqueza de detalhes históricos, a sutileza das descobertas ao longo das páginas, tudo isso faz o livro muito interessante e prazeiroso. Apesar de longo, não foi uma leitura cansativa, mas, ao contrário, senti saudades das personagens quando encerrei a última página. Só para finalizar, o site do livro, que agora existe somente para arquivo, menciona que, em 2006, haveria uma edição ilustrada, a ser publicada na Inglaterra. Atualmente, a autora publicou um novo livro, Sepulchre, que parece muito interessante também. Espero que saia aqui no Brasil.

11 comentários:

Diana Bitten disse...

Já li e adorei!

Descrição muito envolvente!

*Silvia Alencar* disse...

Passei aqui pra te desejar uma ótima semana!!!
E muita leitura, rsrs...
Fica com Deus!!!

Driza disse...

Oi Aline,
Sempre ouvi falar bem desse livro. Não há nenhuma pessoa que leu e não gostou, todos elogiaram.
Se eu ainda tinha algum resquício de dúvida sobre lê-lo, agora não tenho mais.
Obrigada pela dica.
bjs

Driza

Jeanne Rodrigues disse...

Aline,

Comentário excelente.
Dica anotada.

bjos,

Aline disse...

A editora respondeu-me informando que o novo livro dela, O Sepulcro, sairá em breve. Estou esperando!

Anônimo disse...

Alguem me disse que tinha o filme deste livro, estou lendo e adorando, se alguem souber onde aranjo o filme desse livro, por favor num hesite em me dizer, estou encarecidamente procurando.

Msn/email/orkut moriansaribeiro@hotmail.com // morian_dan@hotmail.com

Aline disse...

Olá,

Obrigada pelo comentário.
Realmente, não ouvi falar em filme sobre esse livro.
O site do livro deixou de ser atualizado há algum tempo.
E, no site da autora, não encontrei nada a respeito.
Com certeza, merece virar filme.

BJS

Jessy disse...

Olá, Aline!

Labirinto está no topo dos meus livros favoritos! Sou apaixonada por idade média e nunca li livro que melhor retratasse essa época, com tanto envolvimento, como esse! Simplesmente perfeito, desde as vilãs as "mocinhas".
E não vejo a hora de O Sepulcro sair! Vim aqui procurar por uma data, mas parece que ainda não tem, não é?
Bom, caso saiba, avise-nos! Oq vou correndo comprar!

E parabéns pelo blog!
Ler é a rotina da minha vida, não há coisa melhor...

bj!

Aline disse...

E quase 09 meses depois desse comentário... Saiu Sepulcro!

http://www.submarino.com.br/produto/1/21594848/?franq=102414&utm_source=buscape&utm_medium=cpc&utm_campaign=bp

Neide Maria disse...

Oi pessoal do chá das cinco, sempre leio suas opiniões a respeito dos livros para eu poder tirar as dúvidas se o livro é bom ou não......Vou começar a ler o Labirinto da Kate Mosse, com a certeza que eu não vou estar perdendo tempo em le-lo...confio na opinião de voces....obrigada..bjão

Anônimo disse...

muito boa a descrição, e quanto ao sepulcro, este tbm é muito bom (mas não melhor que labirinto, na minha opinião.
Eu ando procurando informações sobre o terceiro livro da trilogia, cidadela, e todas as informaçoes que eu encontro são minhas própias. em ingles tambem nao acho nada. Se souberem algo, avisem, por favor. Obrigado

P.S.: a autora negocia a versão sinomatográfica tanto de labirinto quanto de sepulcro.

Ass. Miguel M.G.

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top