Malícia - Amanda Quick



"Imogen é uma dama. Mas, nada convencional para os padrões da Londres do século passado. Atrevida, inteligente e passional em tudo o que faz, ela ignora as sutis, porém rígidas, normas que regem o comportamento de uma mocinha de sociedade, e segue a sua própria lógica, convicta de que os direitos entre homens e mulheres são iguais. Nesse contexto, para ela não havia ousadia em pedir ao conde de Colchester — expert em arqueologia e com reputação altamente comprometedora — que a ajude a resolver um intrigante mistério.

O plano de Imogen seria perfeito, se o conde não tivesse despertado nela desconhecidas e incontroláveis emoções. Para tornar tudo ainda mais complicado, o que havia começado quase como um jogo de detetive, se transforma numa intrincada história de crime e paixão, repleta de perigos que a independente jovem sequer imaginava que existiam. "Arguto, cativante, escrito de forma inteligente e engraçada... O século XIX nunca foi descrito com tanto humor."

O crítico da revista People não poupou adjetivos ao definir Malícia, de Amanda Quick. Mais de um milhão de leitoras espalhadas em diversos países parecem lhe dar razão. Elas atestam a enorme identificação que a escritora americana, autora de inúmeros títulos no gênero, consegue com o público feminino. Uma identificação que ultrapassa fronteiras geográficas e culturais. Sempre ambientados na Inglaterra, os livros de Amanda Quick são cheios de símbolos e metáforas que transportam a leitora para o cenário romântico que a autora sabe criar com perfeição. Afinal, que mulher não acalenta a fantasia de um amor arrebatador, ao lado de um herói que sabe conciliar coragem, honra e determinação com gentileza e compaixão?

Malícia se passa na época vitoriana, período ideal para o desenrolar do amor entre Imogen e Colchester, e também para os lances misteriosos da trama. O leitor é inserido nos costumes e apresentado às regras que comandam a vida em sociedade, que fazem o cotidiano de nobres e plebeus. Uma história, sem dúvida, envolvente e divertida.

Sobre a autora
Amanda Quick é um dos pseudônimos da americana Jayne Ann Krentz, um dos maiores fenômenos editoriais dos Estados Unidos. Seus livros costumam liderar as listagens de best-sellers e atingir a casa de um milhão de exemplares vendidos. A enorme popularidade de Krentz se deve, em parte, ao estilo em que une sensualidade e romantismo a um clima de mistério."

Adoro a forma de Amanda Quick escrever. Suas personagens femininas são fortes, espertas, inteligentes, ativas. E cooperam com elas heróis excêntricos, charmosos, lindos, inteligentes e protetores. E todo o clima de romance e mistério é irresistível.

Um livro divertido, com narrativa rápida e uma história ótima. Imogen Waterstone precisa de Matthias Marshall, o infame conde de Colchester, para localizar um tesouro que pertenceu a uma antiga ordem secreta. O conde vive isolado, e sua reputação não é das melhores. E Imogen é uma estrela da sociedade, cobiçada por muitos pretendentes.

Ocorre que mais pessoas estão interessadas no tesouro, e por isso, os dois correm grandes perigos. O mais engraçado é que Matthias se mostra a Imogen como uma criatura sensível, até covarde, com os nervos fracos. Tudo para que ele possa agir secretamente, sem arriscar a vida dela. Isso transforma Imogen em sua protetora. Ela realmente acredita estar em posição mais favorável, já que é a única corajosa e valente o suficiente para enfrentar os desafios da busca dos artefatos antigos. Só que o teatro de Matthias volta-se contra ele, tornando-o um homem apaixonado e encantado pela vivacidade de Imogen. Logo, eles percebem que são o par perfeito, já que ambos compartilham da inteligência, da excentricidade e da paixão dos aventureiros.

Ei, editoras, vamos publicar mais livros de Amanda Quick? O único reparo a fazer é para a capa, que eu classifico como horrorosa.

4 comentários:

Dee disse...

Aaaaahhh, eu amo esse livro! Achei num sebo e mesmo batido, tive que trazer! E não me arrependo! o/

Driza disse...

Oi Aline,
já estava com saudade de um post seu.
Eu tb adoro esse livro e outros no mesmo estilo desta autora.
Aprovadíssimo.
bjs
Driza

Anônimo disse...

Adorei o livro, pena q tinha poucas páginas. Adoro livros em que as personagens sempre enfrentam os mocinhos ...
Bjos

Maria disse...

Sabem se este livro MALICIA da Amanda Quick, saiu em Portugal? é que em portugues só encontrei o RIO SABE.
Obrigada.

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top