Whitney, meu amor

Whitney, meu amor é um livro que arrebata os corações mais românticos, numa mistura de amor, intrigas e aventura, que mexe com todos os nossos sentidos.

Órfã de mãe e criada por um pai severo e frio, a adolescente Whitney Stone choca a sociedade inglesa do começo do século XIX com seus modos, sua espontaneidade e rebeldia. Desde menina, ela ama o belo e aristocrático Paul, perseguindo-o em todos os lugares e inventando as mais inusitadas formas de chamar-lhe a atenção.

Enviada a Paris, ela recebe um longo treinamento para transformar-se numa mulher fina, glamourosa, irresistível. Quando retorna a Londres, está mudada, mas ainda disposta a conquistar seu amor de infância. Mas o irascível e poderoso duque Clayton Westmoreland é quem se interessa mais vivamente pela jovem mulher. E é ele quem, por meio de artimanhas, consegue ficar noivo da moça. Mas Whitney recusa-se a aceitar imposições, então desafia seu poderoso 'dono', e embora ele a seduza com sua avassaladora paixão, envolvendo-a em uma tempestade de desejo e prazer, ela não desiste de ser feliz com seu primeiro amor.

Nessa trama de encontros e desencontros está uma notável história de amor. Com sua brilhante imaginação, Judith McNaught retrata cenas que parecem terem sido saídas de um conto de fadas, mas logo a autora nos surpreende com situações realistas que retratam a própria vida.

Já tinha dito no blog Nossos Romances o quanto aprecio essa autora, mas reler Whitney meu amor, foi mais uma vez uma belíssima surpresa. Por quê? Acredito que reler obras que nos agradam, interados mediante o seu estado de espírito, dá-nos a oportunidade em sentir e ver os pormenores, antes não assimilados, tornando assim pela segunda vez, muito mais apreciativa a leitura.

Como os personagens parecem ter realmente vida. E eles são justamente como qualquer um de nós: seres imperfeitos. A autora de forma bastante crua mostra não só o lado bonito do amor, mas o que pode acontecer quando o orgulho e o egoísmo domina a forma de ser das pessoas. Mas, logo nos acalenta com verdadeiras lições de humildade e perdão. Recomendo!

***

10 comentários:

Jeanne Rodrigues disse...

Lili..querida...

Esse é um dos livros que vou adquirir assim que relançarem os livros da Judith.

Lembro que só li por causa das indicações de varias meninas, inclusive a sua, no forum...

Obrigada por me transportar ao mundo fantástico da Judith.

Whitney é uma das minhas mocinhas favoritas, ainda que não seja perfeita, né?

E Clayton então...Como a Judith consegue que se ame e odeie um mocinho ao mesmo tempo ?!?!

Bjos,

Regina disse...

Lili

Realmente a releitura nos permite ver coisas que passaram batidas na primeira vez. Quando lemos pela primeira vez, queremos saber da trama, como ela vai acabar, como a autora vai resolver os conflitos.
Na releitura, aproveitamos para ver o clima da história. Como já sabemos o final, podemos saborear melhor os pequenos detalhes.

Whitney, bem como quase todos os livros da Judith, são obras que merecem ser relidas.

bjs

Regina

Liliane Cristine disse...

É verdade meninas, reler esse livro foi muito bom. Ví tantas coisas que antes não tinha reparado. Os personagens são tão reais, que vc realmente sente raiva ou amor por eles... principalmente Clayton :)

O único porém para mim foi o final, tão abrupto! Acho que faltou algo, não sei se foi o ebook o problema. Não lembro direito o que aconteceu para ter esse final assim. Na época comentamos muito sobre isso, mas esqueci rs

Humm, tava aqui lembrando, muitos livros da Judith terminam um tanto repentinos, já repararam? Talvez seja a única falha que encontrei em seus romances. Em busca do paraíso por exemplo, a autora jogou o final. O que poderia ter sido muito mais explorado. Whitney foi tb assim...

Bjs
lili

Driza disse...

Oi Lili,
sempre que tenho oportunidade recomendo esse livro a alguém. É belíssimo.
bjs

Vivi Bastos disse...

Qualquer adjetivo que ateste a excelente qualidade desse livro será redudante. Mas, não me furto de endossar a recomendação de minhas companheiras de blogagem.

Beijos

fernanda disse...

oi meninas...

Bom, a série dos westmoreland é muito emocionante, cheia de amor ódio, intrigas e sem dúvida sempre nos surpreendem no final!!

A série:

Whitney, meu amor - Whitney e Clayton Westmoreland

Até voce chegar - Sthepen Westmoreland e Sheridan

Um Reino de Sonhos - Royce Westmoreland e Jennifer

Milagres - Nicholas DuVille e Juliana

Mas o ultimo livro foi tão rápido q eu pensei q a Judith estava correndo com a historia.

Enfim, eu gostaria de saber se vcs já leram a série e o q acharam do ultimo livro...

bjhuusss

Driza disse...

Oi Fernanda
Só não li Um Reino dos Sonhos, até comecei, mas não segui adiante.
A série é maravilhosa sim e embora Milagres seja pequenininho, ainda assim é uma graça. O meu preferido é Whitney.

bjs
Driza

Regina disse...

Oi Fernanda,

Eu li todos os livros. O que mais gostei foi Até Você Chegar.

Quanto a Milagres, realmente acho que poderia ser melhor aproveitado em um romance do que da forma em que foi. Ficou bom, mas poderia ser ótimo!

bjs

Regina

jessica disse...

Oiii, pessoal, alguem poderia me dizer que imagem é essa do homem e da mulher no baile, é algum quadro..?!

obrigada, bjss

Herlandiâ.maria disse...

OIII,pessoal Eu li todos os livros.amooooor muito A série
bjssss
Herlandia

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top