A Hunger Like No Other - Kresley Cole



Um Guerreiro Místico que não se deterá diante de nada até possuí-la...
Depois de enfrentar anos de tortura por parte dos vampiros, Lachlain MacRieve, líder do Clã Lykae, fica enraivecido ao perceber que a consorte predestinada a ele, e pela qual ele esperou por um milênio é uma vampira. Ou parcialmente uma. Essa Emmaline é tão pequena, etérea meio Valquíria/meio vampira, que, de alguma forma, começa a acalmar a fúria que queima dentro dele.

Uma Vampira capturada pela sua mais selvagem fantasia...
Protegida, Emmaline Troy finalmente se prepara para descobrir a verdade sobre seus falecidos pais – até que um poderoso Lykae a toma como sua consorte e a leva à força para o castelo escocês de seus ancestrais. Lá, seu medo do Lykae – e seus notórios desejos – diminui quando ela começa uma sedução vagarosa e perigosa para satisfazer seus próprios desejos sombrios.

Um desejo totalmente consumidor...
Ainda assim, quando um mal antigo de passado dela ressurge, o desejo entre eles fará com que se aprofundem em um amor que pode fazer com que um guerreiro poderoso caia de joelhos e tornar uma beleza gentil em uma guerreira que ela nasceu para ser?

Lachlain é capturado e torturado pela Horda dos vampiros. Sua punição é ficar acorrentado nas Catacumbas de Paris sendo queimado vivo pela eternidade – como imortal ele só morre se lhe cortarem a cabeça. Ele já está nesse lugar há 150 anos quando sente o cheiro DELA, a consorte que o destino lhe reservara. Isso lhe dá forças para escapar, pois depois de mil anos a procurando, ele não iria deixá-la escapar.

Emma, enquanto isso, passeia por Paris. Pela primeira vez está sozinha, sem sua família – as tias Valquírias que a criaram e sempre a protegeram. Emma é um ser muito especial: meio Valquíria (mãe), meio vampira (pai). Uma vampira é algo muito raro, pois, dizem, todas foram exterminadas. É quando surge Lachlain e muda sua vida drasticamente.

A princípio, Lachlain se sente traído pelo destino. Como a mulher que ele passou mil anos procurando poderia ser vampira? A raça que ele mais odeia? Mas Emma o ajuda, mesmo sem ter consciência disso. Ela o acalma e o faz começar a se adaptar a um mundo novo, onde tudo é tão diferente. A relação entre eles é complicada. Além de inimigos naturais, ainda tem o problema das tias totalmente enlouquecidas com a possibilidade de Emma se envolver com um “lobo”.

Lachlain e Emma tem de aprender a confiar um no outro e a respeitarem um ao outro. Junte tudo com o mistério de como um vampiro e uma Valquíria conseguiram se unir a ponto de ter uma filha e temos um livro muito bonito e gostoso de ler.

Um pequeno exemplo de como Lachlain é possessivo. E é muito interessante ver como Emma lida com esse lado da personalidade dele.

Ele estudou os pertences dela. Voltou à gaveta de roupas íntimas, claro. As roupas de baixo dessa época eram menores, e assim melhores que as de antigamente. Ele a imaginou vestindo cada uma das pequenas peças sedosas, imaginou-se arrancando as peças com os dentes, embora algumas delas o deixassem confuso. Quando compreendeu onde a faixa era para ficar e a imaginou usando isso, ele gemeu e quase gozou nas calças.

Então ele foi ao guarda-roupa para examinar as estranhas roupas dela, muitas de cor vermelha, muitas com muito pouco pano. A vampira não sairia desse quarto vestindo algumas delas.

10 comentários:

Driza disse...

Oi Rê,
vc é que tem sorte de ler esses livros heim?!!
E a capa tb é bem bacana.
bjs

Jeanne Rodrigues disse...

Ai, Regina...

Adorei a capa..
O resumo então...
Que homem lobo é esse?
Vc sabe que é um dos meus fracos né? E ainda mistura com uma vampira????
Queria um homem possessivo assim..risos...

Bjossss,

Regina disse...

O Lachlain é super possessivo mesmo (fica até engraçado algumas cenas). Agora, as tias delas são impagáveis e dão um trabalhão para eles.

Vivi Bastos disse...

Gente, que homem indecente...rsrs

Rê, o título já dá uma fome de leitura...rsrs

Esse conflito de amor e traição é aquela pitada de pimenta que tempera bem, hein?

Beijos
Vivi

Regina disse...

Ai, Vivi.

Os pensamentos do Lachlain não são permitidos nesse horário rsrsrsrs

Depois, ele escolhe a roupa com que ela vai sair e imagine a roupa íntima que ele escolhe?!

bjs

Patricia Cardoso disse...

Meninas,

amei este livro. O Lachlain é tudo de bom!

Bjs.

alice disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
alice disse...

Meninas, primeiro parabens pelo blog! Andei dando uma olhada e adorei ler reviews e diferentes ponto de vista sobre alguns livros.

Sobre a Hunger like no Other, eu simplesmente amei o livro. Alias, a serie toda e muito boa. Recomendo o terceiro livro (a historia do amigo de Lachlain que perdeu a "alma gemea"). E para quem gosta do estilo, nao deixe de ler os livros da JR Ward (HOT!).

Eu tenho costume de navegar em alguns blogs internacionais e em diversos as meninas postam seus top 5. O que acham da ideia?

E para as meninas que curtem chick lit eu recomendo Bet Me de Jennifer Crusie e Something Borrowed (o noivo da minha melhor amiga) de Emily Giffin.
Bjksssssssssss

Regina disse...

Oi Alice.

Obrigada pelos seus comentários e dicas. Tenho o resto dessa série, mas como estava louca para terminar a saga Darkness Chosen da Christina Dodd(jã leu? Maravilhosa!) eu a deixei de lado. Agora vou atacá-la.
Quanto a J.R.Ward, ela é uma das minhas autoras favoritas - li todos os livros dela e já estou aguardando ansiosa o Compendium e a antologia dela junto com a Sherrilyn Kenyon e outras.

bjs

Liliane Cristine disse...

Oi Alice,

Obrigada pelo seu comentário e incentivo :)

Adorei a idéia do Top 5! Estará sendo discutido com as meninas!!!

Beijossss
Lili

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top