Crianças de 24 Quilates – Dra. Judy Goldstein e Sebastian Stuart

capa crianças

Sinopse: Um best seller que une dois temas de muito boa aceitação no mercado: medicina e glamour, muito glamour. Shelley Green está feliz da vida. Depois de se formar como melhor aluna na faculdade de medicina, será contratada pela mais importante clínica pediátrica de Nova York. De uma hora para outra, a vida da Dra. Shelley dá uma guinada. A médica vira uma febre entre os pais da cidade. Todos querem seus filhos atendidos pela jovem doutora, que a esta altura desfila por Nova York vestida de Fendi e Prada, terminando a semana nos badalados Hamptons. Um livro delicioso, sobre o dia em que a chick-lit foi ao consultório.

***

Foi um prazer ler esse livro.

Despretensioso, divertido, romântico. Chick-lit sim, mas proveitoso.

A Dra. Shelley Green é uma pediatra recém-formada, apaixonada pela profissão e por seus pacientes. Vem de uma família simples, é toda certinha e tem um namorado também todo certinho, o que começa a incomodar. Afinal ela é jovem, têm tanta coisa que ainda não experimentou, tantas descobertas, tantos aprendizados ainda por vir. E ela quer aproveitar tudo o máximo que puder. E quem não quer? Eu com certeza sim, e confesso, senti um pouquinho de inveja da doutora pelo mundo fascinante que ela começou a fazer parte quando foi trabalhar no Upper East Side.

Ri muitíssimo com as consultas hilárias com pais ultra-neuróticos em relação a seus filhos mimados. Também me diverti muito com Shelley conhecendo as extravagâncias dos milionários excêntricos e espalhafatosos.

E o romance foi um tempero a mais em toda a história. Aqui Shelley também quis aproveitar e aprender o que estivesse em seu alcance. O final foi previsível, claro! Nesse tipo de livro, geralmente, é assim que acontece, mas eu gostei de tudo, acho que a dosagem usada pelos autores foi na medida exata para que a leitura se tornasse deliciosa.

7 comentários:

Aline disse...

Driza!
Fiquei curiosa para ler... Adoro chicklit sem compromisso! Obrigada pela dica!

Jeanne Rodrigues disse...

Driza,

É bom demais ler e ainda mais quando se consegue dar umas risadas.

Dica anotada.

Bjosss,

Regina disse...

É bom quando o livro diverte e nos mostra outro mundo, não é? Descobrir a realidade dos muitos ricos junto com a personagem deve ter sido muito agradável e interessante.

bjs

Vivi Bastos disse...

Chick-lit tem que ter mesmo aquela previsibilidade das comédias românticas, né? Pelo menos é assim que eu gosto. Eu sempre fico meio cá e meio lá, querendo rir e querendo chorar...é uma sensação boa!!!

Beijos
Vivi

Liliane Cristine disse...

Oi Driza,
Seu comentário me instigou a lê-lo...Quem sabe mais pra frente ;)
bjs

Driza disse...

Oi meninas,

realmente esse livro é uma graça. Leiam se puderem.

bjs

Deise disse...

Olá! Encontrei recentemente esse blog, e estou amando, visto que sou apaixonada por livros.

Esse livro é muuuito bom! É fácil se identificar com a personagem principal e com o momento que ela está passando. É muito engraçado, e te deixa pra cima, não dá depressão pós-livro, rsrs.

Recomendo!

Abraços

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top