A Dança da Floresta - Juliet Marillier

Nas altas florestas da Transilvânia, no castelo Piscul Draculi, vivem cinco filhas e um pai carinhoso. É uma vida paradisíaca para Jena, a segunda filha, que passa seu tempo explorando a misteriosa floresta com seu companheiro constante, um sapo muito incomum. Mas o melhor de tudo é o portal escondido no castelo, conhecido apenas pelas irmãs. Toda lua cheia, somente elas podem passar para o mundo encantado do Outro Reino. Lá elas dançam a noite toda com as criaturas desse reino mágico.

Mas a paz delas é quebrada quando o Pai cai doente e deve ir se tratar na região sul, pois é quando o primo Cezar chega. Apesar de estar aqui para ajudar as garotas a sobreviverem ao brutal inverno, Jena suspeita que ele esconde motivos obscuros. Enquanto isso, a irmã de Jena se apaixona por uma das criaturas perigosas do outro reino – uma união impossível e que Jena tem de impedir.

É então que o desejo de poder de Cezar começa a ameaçar tudo o que Jena ama: seu lar, sua família e o Outro Reino que ela passou a adorar. Para salvar seu mundo, Jena será testada de modos que nem imagina – teste de confiança, de força e de amor verdadeiro.


MÁGICO!!!! É assim que eu defino esse livro. É como se você entrasse com as meninas na Clareira da Dança e encontrasse os seres do Outro Reino pessoalmente, tão clara é a descrição que a autora faz nas cenas.

Em minha opinião o livro retrata de forma sensível a passagem para a vida adulta, mostrando os desafios, as concessões, a responsabilidade que temos de assumir quando crescemos e deixamos a infância para trás. Jena, a filha responsável, descobre que “tudo tem um preço” e que esse, às vezes, é muito maior do que esperávamos.

O amor também é muito bem retratado nesse livro. O amor entre um homem e uma mulher, entre irmãos e irmãs, entre pais e filhos. O amor pela terra e o respeito que temos de ter para com quem é diferente de nós. O equilíbrio que mantém a natureza e as pessoas em harmonia.

A autora faz um paralelo entre a escuridão e frio do inverno com a mudança que ocorre na vida das meninas, onde as brincadeiras dão lugar à seriedade, onde a infância começa a ser deixada de lado e as responsabilidades começam a aumentar. É no inverno que o amor finalmente chega para uma delas, mas é um amor perigoso, exigente, que desafia as regras dos dois mundos. É no inverno que o pai tem de viajar para tratar da saúde, deixando Jena e Tati comandando o castelo e os negócios. É também quando Cezar entra na vida das irmãs, trazendo as mudanças que elas têm de enfrentar.

Apesar de a autora não fazer muito mistério em algumas situações, descobrir a verdade junto com as personagens é uma das maravilhas dessa história. Jena, sendo a narradora, nos conduz com muita sensibilidade e certeza. Ela é uma menina/mulher que luta contra inúmeras adversidades e perigos para proteger seu lar, suas irmãs e seu futuro e poder manter sua independência e identidade, sempre demonstrando sua coragem e determinação.

Um livro para ler e reler, pois sempre se pode tirar algo novo. Altamente recomendado.

4 comentários:

Liliane Cristine disse...

Rê, adorei o seu comentário. Muito bom mesmo!!

Fico feliz que vc tb tenha gostado...

Bjs
Lili

Jeanne Rodrigues disse...

Regina,

Depois de tantas comentários positivos só me resta comprá-lo.

Bjossssss

Vivi Bastos disse...

Vou ver se consigo emprestado. Porque as vacas do meu pasto não estão magras....
Já secaram e evaporaram.

Beijos

Anônimo disse...

Nossa!
eu tenho esse livro!
e é um dos melhores livros que eu já li... está em segundo lugar na minha lista!
em primeiro esta o volume unico de as cronicas de narnia!
mais a danla da floresta é realmente surpreendente!

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top