SCENT OF DARKNESS - CHRISTINA DODD

Há mil anos atrás, Konstantine Varinski vagava pelas estepes russas. Movido por seu desejo de poder, ele fez um terrível pacto. Em troca da habilidade de mudar de um magnífico guerreiro para um cruel predador que caçaria seus inimigos e os mataria, ele prometeu sua alma – e as almas de seus descendentes – ao diabo.
Ann Smith ama seu belo e dinâmico chefe, Jasha Wilder, mas seu ousado plano de seduzi-lo dá errado quando ela se encontra com um lobo negro se aquecendo diante do fogo. Perante seu olhar horrorizado, o lobo se transforma no homem que adora. Ela foge, ele a persegue, mas eles não podem escapar de seus destinos.
Porque Jasha é descente de Konstantine Varinski e Anne é a mulher destinada a quebrar a maldição que prende a alma dele. Para encontrar o paraíso nos braços um do outro, eles têm de enfrentar o inferno.

Fiz a tradução do prólogo do livro para vocês terem uma idéia:

O Começo
Por séculos, o nome Cossaco levava terror aos corações das pessoas na Ásia Central, e a família Varinski era a personificação dos conquistadores que assassinavam, mutilavam e estupravam.
Até hoje, os Varinskis residem nas estepes russas. São conhecidos por suas habilidades de rastreamento, provando-se capazes de vez após vez encontrar as fraquezas de seus inimigos. Eles deixam um rastro de sangue, fogo e morte aonde quer que passem. Boatos terríveis circulam sobre eles, rumores que dizem que Konstantine Varinski, fundador do clã Varinski, fez um pacto com o diabo – e, de fato, isso é correto.
Mil anos atrás, Konstantine Varinski, um magnífico guerreiro de grande crueldade, um homem movido por seu desejo de poder, vagava pelas estepes. Em troca da habilidade de caçar seus inimigos e os matar, ele prometeu sua alma para o diabo. Para selar o pacto, ele prometeu ao diabo o ícone da família, uma pintura dividida em quatro imagens da Madonna.
Para obter a peça sagrada, o coração de seu lar, ele matou a própria mãe...e amaldiçoou sua alma.
Antes de morrer, ela o puxou para perto e falou em seu ouvido.
Konstantine não prestou a menor atenção à profecia. Ela era, afinal, apenas uma mulher. Ele não acreditou que suas palavras finais tivessem o poder de alterar o futuro - e o mais importante, ele não faria nada para arriscar o pacto com o Maligno.
Mas apesar de Konstantine não citar a profecia que sua mãe fizera, o diabo sabia que Konstantine era mentiroso e trapaceiro. Ele suspeitou da traição de Konstantine, e percebeu o poder do sangue e do parentesco e das palavras da mãe moribunda. Então para garantir o poder eterno sobre Konstantine e seus préstimos, ele secretamente cortou um pequeno pedaço do centro do ícone e o entregou a uma pobre tribo de nômades, prometendo que lhes traria sorte.
Então, enquanto Konstantine bebia para celebrar o acordo, num raio de fogo o diabo dividiu a Madonna e as arremessou aos quatro cantos do mundo.
Para Konstantine Varinski, e para cada Varinski a partir de então, o diabo legou a habilidade de se transformar em um animal predador. Eles não poderiam ser mortos em batalha, exceto por um outro demônio, e cada homem tinha vida anormalmente longa, permanecendo saudável e forte até mesmo na velhice. Devido ao grande talento nas batalhas, sua força física e determinação, eles se tornaram ricos, respeitados e temidos na Rússia.
Passando por czars, Bolcheviques e até mesmo presidentes, eles mantiveram seu quartel, iam aonde fossem pagos para ir, e com ferocidade sem par, acabavam com motins e exigiam obediência.
Eles se denominavam A Escuridão.
Eles só geravam filhos, um aspecto de muita alegria para eles. Eles tomavam suas mulheres com crueldade, e em seu crescente lar eles tinham uma porta giratória equipada com um sino. Lá as mulheres que haviam engravidado pela falta de cuidado dos Varinskis colocavam os filhos recém nascidos. Cada mulher tocava o sino e fugia, deixando a criança para ser criada pelos homens Varinskis em seu lar. Eles saudavam o nascimento de cada novo demônio, e criavam as crianças para serem guerreiros brutais dignos do nome Varinski.
Porque nenhum Varinski jamais se apaixonou...
Até que um o fez.
Nenhum Varinski se casou...
Até que um o fez.
Nenhum Varinski jamais fugiu do quartel e daquele modo de vida...
Até que um o fez.
Pela primeira vez, rachaduras apareceram na sólida fundação do pacto com o diabo.
O céu notou.
E o inferno também.

***

Zorana e Konstantine Wilder é o casal que desafiou o poder dos Varinskis e fugiu para os Estados Unidos onde mudaram de nome e começaram sua família de três filhos (Jasha, Rurik e Adrik) e uma filha (Firebird), a primeira mulher Varinski nascida em 1000 anos. Numa noite de celebração, Zorana tem uma visão: Cada um de seus quatro filhos devem buscar o ícone da Madonna e o trazer para casa. Mas apenas as mulheres que eles amam podem tocar nesse ícone. Se eles falharem, a alma do pai vai para o inferno, ficando para sempre separada da mãe. E o pior é que o tempo é pouco, visto que logo após a profecia ser revelada, Konstantine cai gravemente doente.

Ninguém acredita muito nessa profecia, principalmente pelo fato de haver somente três filhos, mas três dias depois, Ann , assistente pessoal de Jasha, encontra um dos ícones quando fugia do Lobo que era seu patrão e paixão secreta. Ann tinha planejado uma cena de sedução ao partir à procura de Jasha em sua casa de campo, ao invés disso, viu-se envolvida numa batalha entre o bem e o mal e a tentativa da família Wilder em quebrar o pacto com o diabo e salvar seu patriarca.
Ao mesmo tempo, o diabo alerta os Varinskis, que sem demora partem para impedir o plano dos Wilders e continuar com o pacto.

O livro é muito bom com muita ação, suspense e romance. Há muitos segredos e mistérios que tanto Ann quanto Jasha precisam resolver para encontrar a felicidade.
Agora aguardo ansiosa para saber quem será esse quarto filho. Pensei que a menina pudesse ter sido trocada na maternidade, mas foi falado que ela nasceu em casa e, portanto, lá se foi minha teoria. O mistério será resolvido no quarto livro que será lançado somente em agosto.

Estou lendo agora o segundo volume Touch of Darkness.

bjs

6 comentários:

Vivi Bastos disse...

Liliii, vi a descrição do blog. Você conseguiu!!!!kkkk

Fiquei interessada no livro. Pois, gosto bastante da temática.

Bjs

Liliane Cristine disse...

Rê, peço-te licença para responder a Vivi rsrs

Então Vivi, o livro realmente é muito agradável, eu gostei!

Pois é, consegui :) mas já faz um tempinho... Tive que ficar fuçando lá no html do template. E ficou linda a descrição!!

beijosss

Vivi Bastos disse...

kkkkkk...eu sempre me perco nesse blog porque fico querendo ler todos os posts e depois faço aquela confusão...mas, ainda bem que vcs entendem os meus ruídos...


PS: Acho que essa não vai ser a última vez...;P

Regina disse...

Vivi.
É que nosso blog está bem ativo, o que é muito bom. São tantas sugestões que a gente se perde mesmo.

bjs

Regina disse...

Vivi.

Não sabia do significado do nome não. Muito interessante. Só sei que além de bonito e rico, ele se transforma em Lobo. Precisa mais? kkkkkkkkkkkk

bjs

Driza disse...

Oi Rê,
Adorei o post e seu comentário. E a capa do livro, nossa, que tudo.
bj Driza

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top