Ouro de Chris Cleave




Kate e Zoe se conheceram aos 19 anos, nas eliminatórias de um programa para jovens talentos do ciclismo de elite - um esporte que exige foco e comprometimento. Após mais de uma década, aos 32 anos, elas se preparam para enfrentar a última e mais grandiosa prova de suas vidas - os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. 

Amigas e também grandes rivais, Kate e Zoe são atletas no topo do ranking, lutando para vencer a competição mais importante do mundo. Com vidas marcadas pela tragédia, cada uma delas tem muito a perder, e as duas se veem diante do desafio de optar entre a família e a glória no esporte.

'Ouro' é uma história sobre os limites da resistência humana, tanto física quanto emocional, sobre maternidade e amor, e sobre o que nos permite, em nossas diferentes maneiras de agir, alcançar feitos memoráveis. O autor analisa as escolhas que são feitas quando a vida está em risco e tudo o que se ama está em jogo.



Esse resumo já me conquistou, mas devo dizer que o livro me surpreendeu muito e fiquei encantada com a história que Cleave nos trouxe.

O livro começa já nas Olimpíadas de Atenas em 2004 e Zoe está se preparando para competir pela medalha de Ouro na prova de Ciclismo. Tom, o técnico, a ajuda a entrar no clima, pois ela está triste por causa de Kate. Logo descobrimos que Kate ficou na Inglaterra para cuidar da filha, Sophie, ainda um bebê. E assim vamos percebendo que Zoe e Kate são rivais, mas também amigas. E vamos percebendo também que a família é algo muito importante para Kate, enquanto a vitória é tudo para Zoe.

A história  vai sendo narrada no presente, mas traz muitos flashbacks mostrando como Kate e Zoe se conheceram e como Jack, marido de Kate, também foi se misturando na relação delas. Zoe é super ambiciosa e para ela só interessa estar por cima, não importando o que precise fazer ou quem precise ferir. Kate também tem ambições, mas ela não coloca seus desejos acima de tudo e de todos para atingir seus objetivos. Ela tem um coração mole e isso é constantemente explorado por Zoe. 

Tom é o técnico de ambas e vemos que ele é super exigente com as duas. Eu tinha a impressão de que ele protegia Zoe, só que ele também ajudava bastante Kate. Principalmente se considerarmos que Sophie está com leucemia e seu tratamento é brutal. Muitas vezes Kate tem de sacrificar seu treinamento para cuidar da filha e Tom é super compreensivo com ela. 

Jack também é um ciclista de ponta e um dos melhores do mundo. E ele também é um pai maravilhoso e divide com Kate o tratamento da filha. Eles combinaram com os respectivos técnicos e criaram uma escala de treinamento em que um sempre estaria disponível para Sophie. Gostei de ver como o casamento de Jack e Kate parece sólido e maduro, mesmo com todos os problemas e provações. E, conforme vamos descobrindo os obstáculos que eles enfrentaram para chegarem onde estão, ficamos ainda mais admirados e confiantes no amor deles. 

Sophie é maravilhosa! Ela sabe que os pais estão se preparando para as Olimpíadas de Londres em 2012 e faz o possível para eles não perceberem o quanto está mal de saúde! É de cortar o coração em alguma cenas, pois apesar de ter 8 anos, Sophie se revela muito madura para a idade. Ela é fanática pelos filmes Guerra nas Estrelas e sonha em ser uma Jedi. É nessa fantasia que ela busca as forças para lutar contra a doença e é através da Força que ela consegue lutar contra Darth Vader – seja ele a leucemia ou a ameaça que Zoe representa para o "ouro" que sua mãe busca. 

O trabalho de pesquisa do autor foi muito bom, pois ele nos trouxe bem como é o mundo e a vida e o treinamento (treinamento = vida) de um atleta de elite do ciclismo. A alimentação, o treino duro e brutal, não apenas nas bicicletas, mas também na musculação e na preparação psicológica,  tudo é pensado e feito para deixar o corpo no limite da perfeição para se chegar ao Ouro Olímpico. Nunca tinha imaginado tamanha dedicação e comprometimento, apesar de saber que o profissionalismo é exigente. Muito interessante de se acompanhar!

Confesso que algumas revelações sobre os personagens e seus passados e vidas  me deixaram de boca aberta, pois foram situações que jamais imaginei. Tom foi um dos personagens que mais me comoveu e mais me fez pensar e, para mim, trouxe alguns insights bem legais, principalmente sobre envelhecer e sobre as diferenças entre gerações. É dele também uma das frases que mais me fez rir e que eu ainda pretendo usar algum dia: "Ah, vai se foder, vida."  (pág. 59).

Kate, Jack, Zoe e Tom vão se alternando na narração do passado e do presente e são personagens muito reais e nos causam reações bem diversas: tem vezes que os adoramos, tem vezes que os odiamos! Mas é impossível não perceber que eles são humanos e cometem erros e acertos e estão sempre buscando melhorar e crescer – se bem que tem vezes que eles conseguem se complicar bastante... 

Amei a história  e gostei do modo como o autor usou o Guerra nas Estrelas como um modo de fuga para Sophie (apesar de achar que tem mais do que isso aí...) e adorei relembrar os personagens que são tão marcantes.  Não  dá para falar muito mais da história sem  dar spoilers, então fecho com o que está escrito na capa de trás do livro:
"Este é um livro sobre os limites da resistência humana, tanto físicos quanto emocionais. Um livro que fala sobre o que nos direciona ao sucesso -  e sobre o que escolhemos sacrificar para alcançá-lo.
Um livro sobre o desafio que enfrentamos todos os dias: o conflito entre a vitória aos olhos dos outros e o triunfo pessoal.
... O que acontece no livro é apenas parte da história – o que realmente importa é como você se SENTE ao ler. "
Um livro maravilhoso! Recomendo.

4 comentários:

Camila Márcia disse...

Está na minha lista de desejados, putz... como quero esse livro! E a sua é a primeira resenha que leio dele e me deixou totalmente eufórica!

bjs
Camila Márcia
@camila_marcia
De Livro em Livro
Devaneios Fugazes

Fernando Pacman disse...

Não conhecia o livro e nunca tinha ouvido falar dele nos blogs que estou seguindo. Gostei bastante da sua resenha e do seu blog.

Passarei a segui-lo para acompanhar as próximas.

Abraços

http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

Aline disse...

Rê,

Esse autor é maravilhoso! Claro que esse livro já está na minha lista de desejados e a sua resenha só me deixou ainda mais ansiosa para ler!

Bjs

Medéia disse...

Nossa, Rê...
fiquei com vontade de ler.
Mais um para minha "listinha" que está cada vez maior...

Beijos

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top