O ÚLTIMO CATÃO de Matilde Asensi


A linhagem dos Catões sempre foi responsável pela guarda da Cruz Verdadeira, aquela na qual Jesus foi crucificado. Porém, ao longo do tempo, os pedaços da cruz passaram a ser mantidos como relíquias nas igrejas do mundo inteiro. Até que começaram a desaparecer... Para investigar o caso, o Vaticano organiza um grupo secreto. Mas a solução do mistério torna-se um verdadeiro quebra-cabeça. De um lado, uma irmandade obscura, de outro, os versos de "A Divina Comédia", de Dante Alighieri. Com uma alta dose de aventura e suspense, "O Último Catão" é uma alucinante viagem pela história e pelos segredos mais bem guardados do cristianismo.



O Último Catão é um romance histórico, com muita aventura, e ainda nos presenteia com um caso de amor inacreditável. A princípio, quando a li a sinopse, pensei logo no Código da Vinci, um livro que não gostei. Mas, fiquei muito contente em ter dado uma chance a este livro, pois, simplesmente: adorei.

“No subsolo da Cidade do Vaticano, fechada entre códices na sua sala do Arquivo Secreto, a irmã Ottavia Salina, paleógrafa de prestígio internacional, recebe a incumbência de decifrar as estranhas marcas no cadáver de um etíope: sete letras gregas e sete cruzes. Junto ao corpo, foram encontrados três pedaços de madeira aparentemente sem valor. Todas as suspeitas, no entanto, levam a crer que as lascas pertenceram à Cruz Verdadeira, aquela na qual Cristo foi crucificado.

Acompanhada pelo professor Boswell, um arqueólogo copta de Alexandria, e pelo capitão da Guarda Suíça do Vaticano, Kaspar Glauser-Roist, a protagonista deverá descobrir quem está por trás do desaparecimento misteriosos das relíquias das igrejas do mundo inteiro e viverá uma aventura repleta de enigmas: sete provas baseadas nos sete pecados capitais para as quais Dante Alighieri e o Purgatório da Divina Comédia parecem fornecer as chaves. Provas que os levarão a sete cidades – de Roma a Antióquia, passando por Ravenna, Atenas, Jerusalém, Constantinopla e Alexandria – em um itinerário arriscado e emocionante no qual tentarão descobrir quem é o último Catão.”

O Último Catão é um livro cheio de surpresas que me prenderam do início ao fim. Nossos heróis são: a irmã Ottavia Salina, o professor Boswell e o capitão Kaspar. Que em busca do último catão, se envolvem numa aventura alucinante, e passaram por provas que envolviam os sete pecados capitais, e o resultado das provas, eram marcados na carne, então pensem, não podiam falhar, pois, falhar significaria não solucionar o mistério, mas, sim, o “fim” deles.

Em meio a enigmas, viagens por cidades históricas, fielmente retratadas pela autora, e muito mistério, os nossos heróis que se encontravam anteriormente presos a suas funções, se veem descobrindo um mundo cheio de novidades e possibilidades, e com isso o objetivo de terminar a missão, é impulsionada pelas mudanças que vão ocorrendo a eles. A mudança maior ocorre em Ottavia Salina, e a mesma chama atenção para isso:

“Eu, uma freira que passara a vida fechada, estudando ou trabalhando no subsolo, nos porões do Arquivo Secreto do Vaticano entre pergaminhos, papiros e códices antigos,a gora flutuava, dava braçadas e mergulhava nas águas de um rio de vida em meio a uma natureza selvagem e, o melhor de tudo, a poucos metros de mim, podia ver a cabeça do homem que eu amava do fundo do coração e que me devorava com os olhos sem ousar se aproximar: “Como você mudou Ottavia!”.”

Isso mesmo, Ottavia se apaixona perdidamente durante as provas, e para mim, este se tornou o ponto alto da história, acompanhar um amor nascer entre pessoas tão diferentes, e torci muito para que se concretizasse, e com certeza tivesse um final feliz.

O livro se passa durante o Pontificado de João Paulo II, e autora não deixa de fazer a sua crítica, mesmo que de maneira sutil, ao conservadorismo e aos desvios relativamente à doutrina pura do Cristianismo. Em tempos de renúncia papal é interessante ler como ela trata a questão de alguns dos dogmas mais teimosamente defendidos pela Igreja, como o celibato e a castidade em meio aos conflitos concernentes aos personagens.

O Último Catão é um livro que prende irresistivelmente a atenção, pois, tem uma história que se desenrola em meio a muito mistério e com personagens cativantes, que além de terem que cumprir suas tarefas, ainda tem suas vidas completamente modificadas, e foram obrigados a tomar decisões que não permitiriam mais a voltar à vida “certinha” de antes.

Apaixonante!

8 comentários:

Leninha - sempre romantica disse...

Parece ser uma história bem interessante, só achei a capa pouco atrativa, mas parece condizer com a história.

Ótima resenha, bem esclarecedora sobre o enredo encontrado no livro.
Beijinhos?!



























Sweet-Lemmon disse...

Que ótimo saber que o livro é bom. Tô com ele esperando para ser lido,mas parecia que ninguém o conhecia. Adoro histórias assim!

bjos!

Thaís

http://umaconversasobrelivros.blogspot.com.br/

Regina disse...

Paty!

Esse parece ser o meu tipo de livro!!! Adoro um mistério, ainda mais quando vem acompanhado de fatos históricos...

Vou procurar!

bjs

Adriana disse...

Paty! Esse parece ter o meu número! E pela paixão que vc demonstrou ganhou espaço na minha lista de desejos!

Marcia Noto disse...

Oi, Patrícia!

Até que enfim encontrei alguém que também não gostou do Código da Vinci, estava achando que era a única...
Estou precisando de uma mudança nas minhas leituras, e com certeza esse vai ser uma ótima escolha!
Parabéns pela resenha!

Bjs!

Eveline Thalita disse...

Gostei da resenha. Me lembrei de outro livro que li recentemente que usava trechos de outro livro, se chama Julieta de A. Fortier.

Rodrigo Catão disse...

Preciso ler esse livro...

Rodrigo Catão disse...

Preciso ler esse livro...

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top