Entrelace - Diana Scarpine




Pode um amor tão grande acabar tão de repente? Perguntei-me todo o tempo, enquanto lia o lindíssimo Entrelace.

Carol e Henri tem um lindo amor virtual. Uma história apaixonante, que já dura anos, só pelo computador. Eles têm um pacto de não compartilhar certos assuntos. E, além disso, falhas em e-mails, conexões e mensagens podem acontecer facilmente num relacionamento que depende de uma máquina. Uma grande falha de comunicação escondeu um grande segredo de Henri. E agora, com o namoro prestes a se tornar real, tudo pode mudar.


Carol mora em Jequié-BA, Henri mora em São Paulo - SP. 

Aos 39 anos, Henri está muito empolgado para se mudar para Jequié, onde também reside sua família, e tornar seu namoro virtual mais que real. Ele é um estudioso que se dedica à pesquisa científica, trabalhando principalmente em hospitais. Ele conseguiu um emprego em Jequié para ficar com a sua amada definitivamente. Apaixonado, carinhoso, dedicado, ele é um homem do tipo antigo, que gosta de romance, flores, poemas. Agrada sua amada de todas as formas pelo computador. É muito inteligente, sensível, culto. Sua situação atual é um tanto limitada, mas ele está disposto a tentar de tudo para fazer sua vida dar certo na Bahia.


Carol é funcionária do hospital. Muito insegura, tem dificuldades de se relacionar, não se aceita fisicamente, muito preconceituosa e até grosseira. Impulsiva, magoa por seu comportamento irrefletido e suas maneiras rudes. Só que, no mundo virtual, ela se apaixonou por Henri e conseguia ser muito feliz com ele, comportando-se de forma amorosa, carinhosa e apaixonada. Incentivada por esse amor, ela esperava a mudança de Henri para a Bahia para que tivessem um futuro juntos.

No dia do primeiro encontro real, decepção para ambos! 
Henri não era nem um pouco como Carol esperava. 
Carol era quase outra pessoa, uma desconhecida para Henri.
É um choque para ambos encarar fatos da vida real.
Carol não consegue entender como algo tão gigantesco passou despercebido para ela.
Henri não consegue suportar a raiva de Carol, seu preconceito tão exagerado e fica muito magoado com seu desprezo.
Carol se transforma em vilã imediatamente.

O amor acabou? Tudo que as almas expressaram através do computador estava perdido para sempre?

Como se não bastasse a vergonha do primeiro encontro, os dois ainda são colocados para trabalharem juntos no hospital. E, numa atitude desesperada, precisando de um companheiro para dividir aluguel, Carol vai morar com Henri. O que acontece depois são muitas páginas de atitudes, sentimentos e tantas outras situações que obrigam esse casal a rever suas expectativas virtuais e se concentrarem em trabalhar os sentimentos reais, a vida como ela é.

Sinceramente, eu achei que não conseguiria encarar a história difícil desse casal. Mas, é surpreendente. Para ler Entrelace você precisa estar preparado para entender que todos merecem a felicidade, ninguém é perfeito, todos cometem erros, todos podem se arrepender e quem ama perdoa sempre.

Agradeço à autora brasileira Diana Scarpine por ter enviado essa obra para o Chá. 
Eu adorei ler e acredito que seu talento merece mais obras publicadas. Parabéns pela lindíssima escrita, poética e sensível.
Abaixo, uma pequena biografia da autora.
Nascida em Jequié Bahia, escreve desde os treze anos de idade, transitando entre a prosa e a poesia. Apaixonada por literatura, especialmente romances, já escreveu vários livros ainda não publicados. Somente agora decidiu-se a publicar um de seus romances.

7 comentários:

Regina disse...

Linda resenha!!! Já me deixou super curiosa para saber mais sobre essa história que levanta tantos questionamentos! Já vou procurar.

bjs

Diana Scarpine disse...

Linda resenha! Amei! Muito obrigada!
Beijos,
Diana Scarpine.

Eveline Thalita disse...

Essa história parece ser bem interessante. Um assunto tão atual: relacionamentos virtuais, merece ser lido.

Um abraço!!

Ronaldo Pereira de Lima disse...

As melhores relações sempre serão as off-line. Nas virtuais, a maioria procura esconder-se. Relacionar-se, seja amorosamente, seja amigavelvemte, exige de quem se relaciona a capacidade de compreender, de aprender, de buscar corrigir os erros para que as pessoas se conhecem, tornem-se melhores e fortaleçam os sentimentos.

De qualquer forma, o livro me parece interessante pela forma como se apresenta se como foi apresentado.

Leninha - sempre romantica disse...

Adorei!
Autores nacionais sempre nos brindando com ótimas leituras. Já quero!

Marcia Noto disse...

Gostei muito da resenha, Aline! Me deixou curiosa sobre o livro!
Beijos e parabéns para a autora!

Patricia Cardoso disse...

Olá Aline,
em tempos virtuais, nada como ler um romance do virtual pro real, fiquei bastante curiosa com sua resenha. Bjs!

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top