Rapture de J.R. Ward


Mels Carmichael, jornalista do Caldwell Courier Journal, tem o choque de sua vida quando um homem se joga em frente a seu carro ao lado do cemitério local. Depois do acidente, a amnésia dele é o tipo de mistério que ela adora resolver, mas ela logo descobre que o passado dele é muito mais complicado do que imaginaram. E que a paixão entre eles também é muito complicada... Enquanto as sombras ultrapassam a linha entre realidade e outro reino, e a memória de seu amante começa a voltar, os dois aprendem que nada está verdadeiramente morto e enterrado. Especialmente quando você está preso em uma guerra entre anjos e demônios onde nada é proibido. Com uma alma em perigo, e o coração de Mels em risco, o que pelo céu - ou inferno – vai ser preciso para salvar ambos?


E a guerra do Bem contra o Mal tem mais um round! Eu gosto muito dessa série, pois há bem a divisão entre o arco principal – a guerra – e o romance que a "alma da vez" vai viver, e esses dois núcleos se cruzam no decorrer do livro. E, por ser uma guerra, nem sempre o final é o que esperamos...

Em Rapture temos a história de Matthias e Mels. Matthias é nosso velho conhecido: ex-chefe de Jim quando ele fazia parte da XOps, ele é cruel e profundamente perturbador. Apesar de charmoso, ele é do tipo de gelar nosso sangue, pois ele detém o poder de vida e morte sobre Jim e seus outros comandados. E, mais uma vez, J.R.Ward consegue nos fazer torcer por um herói que de herói não tem nada, pois é um verdadeiro psicopata...

Mels trabalha no CCJ, no lugar de uma outra jornalista bem conhecida dos leitores: Beth Randall! Uma noite, ao sair do trabalho, ela atropela um homem que aparece repentinamente na frente de seu carro. Ao visitá-lo no hospital, a atração entre eles é imediata, mas o desconhecido só se lembra de seu nome, Matthias, e de ter acordado nu no cemitério, no túmulo de Jim Heron. Claro que esse mistério é bom demais para a repórter em Mels deixar passar. E, mesmo off record, ela decide ajudar Matthias a descobrir quem realmente é.

Quem segue a série fielmente sabe muito bem quem é Matthias e o que ele está fazendo em Caldwell. Vamos descobrir o como e o porquê no decorrer da trama. E esse é um dos outros fatos que adoro nessa série: nós, leitores, somos meio que oniscientes! Digo meio pois sabemos que a "alma" está num teste. E também sabemos bem o papel de Jim e Devina nesse teste (coisa que os personagens não sabem...). Só não sabemos o resultado, e esse é o prazer que temos em ler a história, pois J.R.Ward nos surpreende muito!

Gostei muito de acompanhar a jornada de Matthias e Mels. A cada recordação, Matthias percebia mais e mais o quanto ele é mau e o quanto ele não merece Mels. Ao mesmo tempo, o pensamento de se afastar dela ou perdê-la dói demais! E ele também sabe que é um homem com o tempo contado. Mels vai se descobrindo também. Ela começa a perceber como o relacionamento com sua mãe está tenso e deteriorado e o quanto ela é responsável por isso. Eu sinceramente não esperava me comover tanto com o amor deles, mas vê-los juntos e ver o modo como um completava o outro me deixou fascinada e torcendo muito para que Matthias tomasse a decisão certa quando chegasse em sua encruzilhada.

Agora surpreendente mesmo foi o modo como Jim e Devina interagiram! Jim é outro personagem que não age como esperamos. Temos constantemente de nos lembrar que ele foi escolhido pelos dois lados e é o Salvador (de qual lado é que é difícil decidir às vezes). Eu sempre acho que ele sai em desvantagem, pois ele nunca sabe quem é a alma que deve influenciar, enquanto Devina sabe e sempre sai na frente... Mas me esqueço que Devina joga sozinha pelo lado do mal, enquanto Jim conta com Nigel e seu círculo de amigos (que também têm a informação privilegiada, mas não repassa para o Jim!), além de Ad e Ed. E falando em Adrian, não posso me esquecer do quanto ele realmente se destacou no decorrer do livro.

O gancho para o próximo volume me deixou super tensa e já ansiosa para tê-lo em mãos (e J.R. nem o escreveu ainda...). A cada livro as histórias vem num crescendo e me conquistando mais e mais. Jim tem o poder de me irritar a ponto de querer sacudí-lo; e de me comover a ponto de querer colocá-lo no colo. Agora é aguentar a DPL e esperar por mais Jim...

6 comentários:

Marcia Noto disse...

Olá, Regina!

Eu adoro todos os livros da JR Ward. O único problema é que eles demoram muito para sair em português...
Estou esperando ansiosa o lançamento desse livro.

Bjs e boa semana!

Leninha - sempre romantica disse...

Essas séries me matam, vontade de ter/ler todos!
Adoro J.R. Ward...

Patricia Cardoso disse...

Olá Rê,
dessa série li apenas o primeiro, e gostei demais, tenho que me atualizar, pois, pelo visto cada um é melhor que o outro. Ótima resenha!

Mariane.BP disse...

Oi!!!
Caramba! O livro parece ser muito interessante!
Mais uma série...
Desse jeito não vou ter mais espaço para comprar livros...
Rsrsrs
Bjos

CCHOCETANDO disse...

Olha!Não acompanho Fallens,parece legal...Mas não é o meu tipo de leitura favorita,quem sabe mais pra frente!
beijos,
Cristina.

Saab Imóveis disse...

Ola, vc sabe me dizer se ja existe esse livro disponivel para baixar em portugues? obrigada
Vanda

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top