Nas Sombras de Jeri Smith-Ready

Melhor. Aniversário.Do mundo! Bem, ao menos deveria ser... Os Keeley Brothers tinham um megashow marcado, no qual finalmente seriam avaliados por uma grande gravadora. Ótima chance de deslanchar de vez a carreira, não é? Ainda mais com uma superfesta de aniversário marcada para o pós-show, comemorando os 18 anos de Logan, o vocalista que também atendia por "namorado de Aura". Ela, aliás, já tinha tudo planejado para proporcionar-lhe a melhor noite de sua vida. A única coisa chata foi ele ter morrido bem no meio da comemoração.

Agora Logan se foi. Quer dizer... mais ou menos.

Em um mundo onde os mortos podem escolher voltar ao convívio daqueles que os amam, a perda de Logan poderia parecer menos dolorosa. Especialmente para Aura, que, assim como todas as pessoas nascidas após a Passagem, consegue ver e falar com fantasmas. Mas o mistério que envolve esse evento e como ele alterou a maneira de se relacionar com os mortos sempre assombrou Aura. Se houvesse um jeito de mudar essa condição, ela tentaria descobrir.

Mas quando a habilidade que sempre a torturou torna-se o único meio de manter seu grande amor por perto, Aura irá descobrir que a morte não representa uma barreira. Mesmo que Logan esteja roxo, não seja mais o vocalista da banda, não possa tocá-la e nem ir a lugares que não tenha visitado quando ainda estava aqui. Ele é exatamente o oposto de Zachary, o novo aluno escocês da turma, que é tão prestativo, compreensivo e que está, estranhamente, vivo.



Quando li esse resumo fiquei um tanto confusa... que mundo é esse onde os mortos podem voltar a conviver com os que amam? E o que tem a ver Logan ficar roxo com alguma coisa? Mas ao ler o livro descobri isso e muito mais! Que universo maravilhoso Ready criou – e ao mesmo tempo, que sombrio!

Um evento conhecido como a Passagem fez com que todas as pessoas nascidas depois de determinado horário no solstício de inverso pudessem ver e ouvir fantasmas. Isso não é nada legal, pois imagine você ser bombardeado de questões e pedidos e solicitações de fantasmas onde quer que você vá! E há o detalhe de todos os fantasmas serem roxos... a menos que já tenham se transformado em sombras, que é a morte da morte.

Agora já se passaram quase 17 anos e o mundo está mudado! O mundo está se acostumando com os jovens conversando com fantasmas e os jovens estão mudando e buscando formas de evitar o assédio constante. Descobriu-se que os fantasmas não gostam da cor vermelha e essa cor se tornou o hit da galera! Desde roupas a lençóis o vermelho e seus tons estão com tudo!!! Outra coisa que evita e afugenta os fantasmas é a obsidiana – uma pedra negra – e então são criadas verdadeiras Caixas Pretas em alguns locais para poder dar privacidade às pessoas. E, além disso, os tribunais estão mudando, pois alguns fantasmas clamam por justiça e só isso os fará seguir adiante. Aura trabalha nesse ramo, juntamente com sua Tia Gina, uma advogada que defende fantasmas nos tribunais, com a ajuda da tradução de sobrinha.

E há também a criação de forças policiais especiais para lidar com fantasmas e sombras e manter a ordem nesse novo mundo. Os jovens estão sendo aliciados a ajudar na empreitada, principalmente por serem eles os que realmente veem os fantasmas. Dá para se perceber que ser jovem não é fácil nesse novo universo...

Aura sempre lutou contra esse poder. Ela atendia os fantasmas na medida do possível, mas sempre desejou ser deixada em paz! Bom... isso até Logan, seu namorado, morrer. Agora, esse dom era o que permitia que ela ainda visse e namorasse Logan. Mas o destino é engraçado... E, pouco antes da morte de Logan, ela conhece Zachary, um rapaz escocês (dá para resistir ao sotaque escocês? Pelo visto não!) que vem de intercambio e que é colocado como seu par no projeto de história. Aura se vê então dividida entre dois rapazes: um morto e um vivo. E é uma escolha difícil, pois os dois são irresistíveis! 

Além desse triângulo amoroso, há o mistério de por que a Passagem aconteceu e como se pode lidar com ela. Aura está disposta a investigar esse fenômeno, principalmente depois de descobrir o diário de sua mãe, que traz mais perguntas que respostas. E nessa empreitada, ela vai contar com a ajuda e paciência e compreensão de Zachary. E isso vai aproximando-os cada vez mais. Mas e Logan? Pode a morte terminar um amor tão intenso e lindo? 

Eu, particularmente, estou torcendo por Zachary (e não apenas por ele ser escocês, lindo e paciente). Logan é lindo, roqueiro e maravilhoso, mas eu o achei um tantinho egoísta... se bem que tem horas que ele é simplesmente irresistível e diz cada coisa que derrete nosso coração! Deu para perceber bem a divisão de Aura (e olha que não curto triângulos amorosos...).

Um dos fato que adorei nessa história foi que descobri diversas bandas novas! Como Logan é músico, há várias menções a bandas e músicas – e claro que fui pesquisar no Youtube para ver quem eram – e gostei delas! E outro ponto positivo que devo destacar é que a tradução respeitou bem a linguagem dos jovens – inclusive com palavrões que eles usam – o que deixou a leitura bem autêntica e agradável. Para quem quer um livro diferente, essa é a pedida.

Mais um detalhe: é para ser uma trilogia. Então já estou aqui torcendo para a Galera Record trazer logo a continuação!

14 comentários:

Jeanne Rodrigues disse...

Rê,

eu achei a história tão diferente que deu vontade de ler o livro.

Adoro esse universo, e suas dicas são preciosas,

Thata disse...

Regina,
confesso que achei um tanto esquisito, mas é ler para saber!
Obrigado mesmo assim!

Bjs

Cacau disse...

A resenha me deixou curiosa.... Vou ler!

Aline disse...

Rê,

Adorei a resenha, empolgante! Gosto de livros criativos, diferentes.

Bjs

Leninha - sempre romantica disse...

Estou lendo e to gostando!

Zack é um fofo, e o Logan um bobão, kkk

Assim que terminar a leitura eu volto para deixar minha opinião!

Patty disse...

??? Nossa que confusão a vida dessa menina! O resumo também me deixou bem confusa, mas sua resenha esclareceu a história. Muito interessante!

Juliana Vicente disse...

Eu já li e assim como você já escolhi meu lado nesse triangulo amoroso.

Não vejo a hora de ler a continuação.

Beijos

Patricia Cardoso disse...

Olá Rê,
gostei bastante de sua resenha, me deixou super curiosa com este novo universo. Já entrou pra minha lista de desejos, o único porém, é ser uma trilogia, e a gente ter que ficar esperando a continuação da história. Bjs...

Driza disse...

Oi Re,

meio complexa essa história não? Ou é impressão minha?

O fato é que é interessante, bagunçado, mas interessante. Assim dá vontade de ler!

bjss

kika disse...

rê, adorei a resenha..... com certeza vou ler........ adoro livros assim......

Paula Alves disse...

Amo o sobrenatural. Com certeza vai pra lista dos desejados, mas vou esperar a trilogia estar completa.

Leninha - sempre romantica disse...

Terminei de ler e gostei muuuito!
Adorei o triângulo amoroso inusitado entre Logan, Aura e Zach.
Achei os personagens bem desenvolvidos e até adultos para 17 anos.

Quero muito ler a sequência que promete fortes emoções!

Vall Knopp disse...

Novamente trilogias que ainda não publicaram suas devidas continuações. Vamos combinar: isso é um suplício né!?!? O livro me encantou, sua história é muito danada de intrigante! Gostei... vou ler enquanto espero a continuação do Tiger's curse! ehehhehe Esperar né!?

Marcia disse...

Olá, Regina!

Eu estou seguindo tantas séries, que até estou ficando confusa! rsrs
Vou esperar para ver se a editora publica todos os livros e depois começo a ler.
Parabéns pela resenha!

Bjs,

Marcia

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top