Qual é o seu livro favorito?

Quem mete a colher no Chá é: Lilian.

Moro em: SP.


Meu livro no Chá das Cinco é: A Ilha - Victória Hislop - Editora Intrinseca.

Sinopse: "Prestes a fazer uma escolha crucial, Alexis Fielding ansiava por conhecer o passado de sua mãe, Sofia, que nunca falava sobre sua origem. Tudo o que admitia era ter sido criada em Creta antes de se mudar para Londres. No entanto, quando Alexis decide visitar a Grécia, Sofia lhe entrega uma carta endereçada a uma velha amiga, e garante que, desse modo, a filha poderá saber mais. Ao chegar ao vilarejo de Plaka, em Creta, a jovem surpreende-se com o fato de que bem diante do local, na distância de uma curta travessia de barco, ergue-se a deserta ilha de Spinalonga - sede da antiga colônia de leprosos da Grécia, desativada. Depois de ser recebida pela grande companheira da mãe, Alexis descobre a história enterrada por Sofia por toda a vida: a trajetória de gerações devastadas pela tragédia, pela guerra e pela paixão. Assim, ela compreende por que está intimamente ligada àquela ilha, e como um segredo dominou toda a história do clã dos Petrakis."

O livro conta: "Esse romance de vidas e paixões intensas desdobra-se no cenário do Meditarrâneo do início do século XX, passa pela Segunda Guerra Mundial e chega ao nosso tempo. A ilha é uma história de desejos, de segredos escondidos e do estigma de uma doença sobre quatro gerações de uma família inesquecível."

O livro é danado de bom porque... "A ilha é um daqueles livros que quando você termina de ler se sente até mais leve. A autora conseguiu colocar nas páginas desse livro a essência da alma feminina. É um livro ""raro"" que pode ser lido por toda a família, pois não se trata apenas do romance entre um casal, mas, de amores e vidas perdidas, de compartilhar sonhos e tristezas. Impossível não se apaixonar pela Eleni, com sua força de vontade, olhando sempre adiante, mesmo quando as circunstancias são completamente adversas. E o que dizer de Maria e de seu pai? Um amor incondicional de um pai que não mede esforços. ""A ilha"" não só fala de amor, mas de compromisso familiar, de sonhos, medos, preconceitos e decepções."

Não posso esquecer de comentar que: "Vale a pena conferir sem sombra de dúvidas. Não tem como não gostar. Porém, o livro não é tão barato."

O livro em uma palavra: Valor Familiar.

O que achou de ser convidada do Chá? "Ai, adorei estar aqui, adoro esse blog. Sempre visito ele antes de uma nova aquisição."

Como conheceu o blog? Sites de buscas.

Com que frequencia vem tomar um chá conosco? Diariamente.
 
 
Ficou com vontade de aparecer aqui no Chá?
Então, clique AQUI e mande para nós um comentário sobre seu livro favorito.
Só não esqueça de nos enviar as fotos depois de resenhar!
Vamos ter imenso prazer em publicar!

9 comentários:

Gih disse...

Parece ser uma boa história. Beijos

escutaessa.blogspot.com disse...

Adorei o site de vocês meninas!
Vocês sempre show!
Estou começando o meu novamente rsrsrs, depois se puderem fazer uma visitinha lá e me seguir vou adorar ;)
Beijinhos
Renata D

Driza disse...

Não conhecia, obrigada pela ótima dica.

bjs

Patricia Cardoso disse...

Olá Lilian,

gostei muito do seu post, o livro parece ser muito bom, e gosto de histórias que envolvam família. Bjs...

Tonho disse...

Um dos meus livros favoritos é Gabriel QUerubim e os guardiões dos sonhos, do Rogério Pietro =)
Trata de crianças que quando dormem se encontram em uma espécie de escola e trabalham o pensamento dos homens.

RUDYNALVA disse...

Oi Lilian!
Gostei muito da escolha, primeiro porque não é dos livros mais comuns de serem vistos nos blogs/sites literários e porque traz uma proposta bem diferente do comum.
Parabéns!
Fui dar uma olhadinha lá no seu blog, mas não tem como seguir, né?
Gostei das fotos.
cheirinhos
Rudy

Valéria Knopp disse...

Lilian o livro parece muito bom! O que me atraiu foi a história se passar na Grécia! é um sonho este lugar!!!! Outro fator foi o título: A ilha. Eu tenho fascinação por ilha. Tanto que Lost eu assisti todas as temporadas!!! Outro ponto que me atraiu para a história é quanto à antiga colônia de leprosos. Isso nos remete aos tempos de Cristo e todo o martírio que estas pessoas sofriam por puro desconhecimento da doença e de que foi estigmatizada até tempos idos. Parabéns pela dica! Está anotado em meu "caderninho" para futura leitura! abraços fraternos, Vall

Jeanne Rodrigues disse...

Lilian,

Nâo conheço o livro e nem a autora. Agora tenho que remediar isso.

Obrigada pela participação.

Bjos,

Thata disse...

Gente que capa linda é essa?
A história parece tão instigante e forte!
E (My God!) se passa na belíssima Grécia!
Promete, hein!
Bjs Lilian

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top