A PROSTITUTA ERRANTE de Iny Lorentz




A Prostituta Errante é a história de uma mulher injustamente desonrada, que se recusa a aceitar o papel de vítima. Forçada a se prostituir por conta de artimanhas de pessoas interesseiras e sofrendo todo tipo de maus-tratos, Marie reage e pacientemente arquiteta sua vingança. Seu alvo é um grupo de nobres gananciosos que, graças à sua influência na corte do imperador, se mantém impune mesmo cometendo as piores falcatruas ? falsificação de documentos, assassinato de inimigos e incriminação de inocentes.


Num relato fascinante da Alemanha medieval, Iny Lorentz nos apresenta uma heroína romântica na melhor tradição dos clássicos. Uma mulher determinada, que enfrenta todos os obstáculos com a certeza de que vale a pena lutar pela honra e pela dignidade.


A PROSTITUTA ERRANTE é um livro que se passa na Alemanha Medieval e conta a história de Marie a partir do ano de 1410. Marie é uma moça de 17 anos, filha do burguês mais rico da cidade de Constança. Marie foi criada seguindo os princípios rígidos da Igreja Católica, e sonhava em fazer um casamento por amor.


Mas, como os casamentos eram arranjados e as moças donzelas não tinham permissão para escolher o marido, seu pai, aceitou o pedido de casamento do advogado Lorde Ruppert. Marie resignou-se com este casamento, mesmo apreensiva com o noivo escolhido, não criou nenhum problema a escolha de seu pai. Mas, Marie nunca poderia imaginar, que a sua vida se tornaria um inferno, quando foi acusada injustamente por um desconhecido às vésperas de casamento de ser uma fornicadora.


Marie é levada a julgamento, e acaba vendo a sua reputação ser destruída, então é expulsa da cidade com a marca da vergonha. Marie se vê sozinha, acabada fisicamente e sem esperança de uma vida digna, acaba se juntando as prostitutas errantes, mulheres nômades, que vão de feira em feira, cidade em cidade, vendendo o seu corpo, na maioria das vezes por um prato de comida
Marie, porém não consegue esquecer todo o horror que passou e vive em função de um dia voltar a Constança, e se vingar de todos que a destruíram. Os autores descrevem detalhadamente as cidades medievais, temos uma reconstituição histórica, onde personagens vivem aventuras, romances e muitas intrigas.


Esta é a história de uma mulher injustiçada que teve que viver uma vida que nunca sonharia existir, uma vida de degradação, de humilhações e traições. Então é um livro muito forte, pois, é retratado a vida das prostitutas errantes, e temos relatos comoventes de como a maioria dessas mulheres deram obrigadas a levar uma vida dos infernos pela simples sobrevivência.


Este livro nos faz refletir muito sobre a hipocrisia humana, do que as pessoas são capazes pela ganância e até que ponto os homens podem chegar pra saciarem sua luxúria.


A PROSTITUTA ERRANTE é um livro muito bem escrito, com uma história terrível, e que me fez em vários momentos querer eu mesma me vingar dos algozes de Marie.


Obs.: Iny Lorentz é um pseudônimo para o casal de escritores alemão: Iny Klocke e Wohlrath Elmar.

11 comentários:

αmαndα cristinα ツ disse...

Gostei muito de sua resenha! Confesso que não conhecia o livro, mas a história (mesmo sendo forte) parece ter uma boa trama.
Este é um livro antigo?!
Estarei procurando-o na biblioteca por aqui...
A capa também é bem trabalhada. Lembra-me um envelope! :3

Beijinhos, :*

Sweet-Lemmon disse...

Parece ser um bom livro mas ñ é o tipo de livro que eu leria.

Bjos!
Thaís
@sweet_lemmon

Adriana disse...

Paty!

Pela sua resenha parece um livro do jeito que gosto! Histórico, com romance, aventura, e personagens fortes...

Estou profundamente interessada!!! Vou procurar para ler...

Ótima dica!

Bj!

Sweet-Lemmon disse...

Ah! Você viu que tem um filme baseado neste livro? O título original é "Die Wanderhure" (ou Wandering Whore, em Inglês). O tema em si pode não me agradar mas tenho uma simpatia toda especial com as cidades da Alemanha Medieval (Rottenburg é linda!)

Bjos!
Thaís

Adriana disse...

Adorei a resenha! Adoro romances hitóricos, essa história me deixou super curiosa, agora quero saber o que Marie fará para se vingar dos que fizeram td a injustiça com ela! Com certeza um maravilhoso livro!

Débora Lauton disse...

A história em si não me fascinou, mas fiquei curiosa pra conhecer a Alemanha medieval... parece ser um livro bem forte...
beijos,
Dé...

Jeanne Rodrigues disse...

Paty,

Adoro livros medievais. Mas acho que nunca li nenhum que fosse na Alemanha.

Parece ser um drama dos bons.

Fiquei curiosa para saber se ela consegue se vingar.

Colocando na lista.

Bjos,

Regina disse...

Paty!

Pela sua resenha deu para perceber que é um livro intenso! E, claro, já me aguçou a vontade de lê-lo também.

bjs

Driza disse...

Nossa Paty! Que história. Parabéns pela resenha.
Quero ler esse livro.

bjsss

RUDYNALVA disse...

Patrícia!
A primeira coisa que me atraiu no livro foi a capa: adoro esse lacre com o carimbo...kkkk Coisas do século retrasado que me fascinam!
E depois, sua resenha deu enfase ao enredo do livro o que me cativou.
Parabéns"
cheirinhos
Rudy

mariana disse...

Faz tempo que quero ler esse livro!Esse lacre de cera é o máximo!Há alguns dias descobri que tenho antepassados na Alemanha, então esse livro, é uma das minhas prioridades!Bjokas...

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top