Bellissima - Nora Roberts

"Com Bellissima, Nora Roberts une novamente seus dois maravilhosos ingredientes: romance e suspense. Depois de ter a casa assaltada, a Dra. Miranda Jones decide esquecer o incidente, indo às pressas para a Itália a trabalho. Lá, deverá constatar a autenticidade de um bronze renascentista de uma cortesã da família Médici, conhecido como A Senhora Sombria. Especialista em autenticação de obras renascentistas, Miranda atesta como original uma falsificação. Ao descobrir a farsa, ela decide encontrar a verdadeira peça e revelar o motivo para tal crime. Para isso, terá a ajuda do sedutor ladrão Ryan Boldari, que pensa em se apoderar da obra de arte. Porém, os planos dos dois ruem quando um perigoso assassino começa a persegui-los. "
 
 
Eu adoro livros com ladrões. Eu adoro livros com arte envolvida. E eu adoro Nora Roberts. Esse parecia o livro perfeito. Após ler muitos elogios ao livro, ganhei o meu exemplar, ansiosa, cheia de expectativas. Nem todas foram atingidas, mas, posso dizer que é um bom livro.
 
A história é ótima. Nora está com tudo nesse livro. Miranda é poderosa, linda, inteligente. Tem a sua vida profissional arruinada por conta de uma avaliação, supostamente errada, que fez de uma obra de arte. Ryan é um ladrão que esbanja charme e cara-de-pau. Ele confessa logo que é um ladrão, que roubou uma obra de arte dela, e ainda, quer um romance com essa mulher extraordinária. Puxa, um homem desses só nos livros da Nora! Percebendo que pode haver uma grande armadilha para destruir Miranda, Ryan oferece seu serviço ilícito para ajudá-la a desvendar esse mistério. Oferece também seus beijos, seu charme e sua proteção. Miranda aceita a ajuda de Ryan e, juntos, os dois embarcam numa investigação ao redor do mundo. Narrativa interessante, sobre roubos de arte, obras e falsificações, o livro é rico em detalhes. Também não falta a química dos personagens e a tensão do suspense, que marcam os livros da autora.
 
Mas, a tradução atrapalha um pouco. Ouvi muitas leitoras reclamando de traduções ruins, que prejudicam um livro. É o caso. Eu me pergunto, como uma mulher poderosa, PHD, inteligente, culta, pode falar do jeito que a Miranda fala nesse livro? Em todas as falas, a expressão "a gente" domina os diálogos. Além da flexão do verbo "estar" ter engolido algumas letras, como em "eu tô", "você tá". É pobreza de linguagem e não condiz com a caracterização dos personagens, pessoas bem-nascidas que transitam num mundo de luxo e arte. Mesmo que seja uma forma de aproximação com o leitor, a qualidade da obra decaiu muito. Minha concentração ficou um tanto difícil. Só depois que assumi que o livro tinha um estilo diferente, aceitei e fui em frente.
 Abaixo, uma frase que tem sido bem mencionada para exemplificar:
"_ Isso - ela respondeu prontamente - é sarcasmo. Aqui é a linha do tempo da Senhora Sombria. A gente tem os relatórios, e tá tudo muito fresco na minha memória, tá bem preciso. Nesse caso, a procura dos documentos ainda tá andando, e a autenticação ainda não é oficial." (p.333)


Eu li e gostei. Só fiquei com a sensação que podia ser mais, faltou algo que há nos outros livros. Ao invés de prestar atenção verdadeiramente na história, fiquei sublinhando as palavras com as quais eu mais me irritei. Mas, Nora é Nora. Sempre vale a pena ler e sonhar. 

10 comentários:

Driza disse...

Oi Aline,
ai como eu amo essa autora.
Tb detesto esse português pobre. Parace que quem fez a tradução estava com preguiça de formar a frase da maneira correta. Nossa língua fica linda qdo bem falada e principalmente bem escrita. Uma pena mesmo esse defeito no livro.
bjss
Driza

Débora Lauton disse...

Oi Aline, concordo plenamente, também tive muita dificuldade na leitura graças a tradução... engraçado que eu citei esse mesmo paragráfo para exemplificar a tradução quando fiz um post sobre o livro...
Uma pena, né??

beijos,
Dé...

Regina disse...

Realmente é triste quando uma tradução ruim atrapalha toda uma história! Ainda bem que Nora já tem nome e reputação e um monte de fãs, mas e se fosse uma autora novata???? Mesmo ela sendo fenomenal, ia ficar marcada como medíocre para as pessoas que a lerem traduzida assim tão mal...

No mais, estou com você! Um ladrão charmoso é tudo de bom!

bjs

Elisandra disse...

Nossa não acredito que fizeram isso com o livro, eu acharia totalmente estranho uma avalista de obra de arte falando um "tá" ou "a gente" desse modo, girias....mas como você disse nora é sempre nora....mas se eu fosse a editora desse livro corrigiria essas falhas, afinal não acredito que essa seja a tradução correta.

Gostei da opinião e da resenha...beijokas elis!!!!!

Jeanne Rodrigues disse...

Aline,

Tenho mtas amigas que compraram esse livro no lançamento e falaram o mesmo que vc.

Tradução ruim.

Uma pena que não tenham dado o devido cuidado a uma autora do gabarito da Nora.

Acho que a editora deveria lança-lo novamente corrigido.

Por esse motivo não me animei a compra-lo.

Bjos,



PS: Pelo menos a historia compensa os maus feitos.

Fábrica dos Convites disse...

N ão é o primeiro livro da Nora roberts que eu vejo reclamarem da tradução. uma pena. Bjs, Rose:D

Débora disse...

Estou lendo o livro agora e estou super chocada com a tradução, Jesus, como podem usar esse tipo de linguem em livro, leitura não é só pra diversão... a linguagem ficou muito coisa de internet, estou horrorizada, espero que a Bertrand não lance mais livros com esse português pobre, pq é revoltante. O que mais me deixa doida é ler aquele tanto de "a gente" sem a menor concordância. Tirando o vacilo com a tradução a história é muito boa, ainda bem.

Aline disse...

É meninas, deve ser por isso que o preço do livro está tão baixo! Será que pinta uma reedição melhorada? Tomara! Bjs

mariana disse...

Apesar dos comentários sobre a trdução ruim, ainda quero lê-lo!

Marcia disse...

Olá, Aline

Vou confessar que não consegui ler esse livro direito... Ficava prestando mais atenção nos erros de tradução do que na história propriamente dita!
Uma pena, pois sou uma grande fã da Nora Roberts, daquelas que compram todos os livros, só pelo fato de ter...
O meu único consolo é que não paguei uma fortuma por ele, comprei numa promoção pela internet.

Bjs,

Marcia

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top