JULIETA de Anne Fortier


Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, na Itália, mas desde os 3 anos foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose, que as adotou depois de seus pais morrerem num acidente de carro.

Passados mais de 20 anos, a morte de Rose transforma completamente a vida de Julie. Enquanto sua irmã herda a casa da tia, para ela restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giuletta Tolomei.

A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar, muito antigo e misterioso. Mesmo acreditando que sua busca será infrutífera, Julie parte para Siena.

Seus temores se confirmam ao ver que tudo o que sua mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambroglio. Mas logo ela descobre que a caça ao tesouro está apenas começando.

O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue essas duas famílias.

E, levando-se em conta a linhagem e o nome de batismo de Julie, ela provalvelmente é a próxima vítima. Tentando quebar a maldição, ela começa a explorar a cidade e a se relacionar com os sienenses. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo.




Gostei muito deste livro, pois, tem os elementos que mais me atraem: romance, suspense e reviravoltas. Neste livro temos duas narrativas paralelas: a história de uma lenda de mais de 600 anos imortalizada por Shakespeare e a outra de uma mulher moderna, que vai em busca de suas origens, sua identidade e principalmente do amor. Segundo a autora, Julieta é uma obra de ficção baseada em fatos históricos.

Julie com a morte de sua querida tia Rose, que criou ela e sua irmã gêmea Janice desde os três anos , se vê sem casa, pois, esta foi deixada em testamento para a sua irmã. Julie então recebe em segredo informações sobre um tesouro que poderá ser encontrado em Siena (Itália) onde ela e a irmã nasceram, e seus também faleceram.

Ao chegar em Siena, se vê envolvida numa rede intrigas, mistérios, enigmas que a levam a constatação que ela é descendente de Julieta de Shakespeare. Imagina pra uma pessoa completamente obcecada pela obra Romeu e Julieta, descobrir sua ligação com a personagem.

Mas, o mais importante da história pra mim, não foi a busca do tesouro, mas sim Julie reconhecer o seu Romeu, nessa confusão que transformou-se a sua vida. Em quem confiar? E se o Romeu desta vez fosse o vilão? Como acabar com a maldição das famílias Salimbeni e Marescotti?

Julie ao ler o diário que faz parte da busca ao tesouro, conhece a história de Giuletta Tolomei e Romeu Marescotti, esses que deram inspiração a Shakespeare na criação da história de amor mais romântica que conheço. E a história deles é com certeza o que me motivou a ler o livro quase sem parar, pois, mesmo sabendo da tragédia eminente a forma como se desenrolou os fatos que foram escritos pela autora de uma forma muito criativa.

Julie em alguns momentos me irritou com a sua ingenuidade, mas, depois percebi que o que ela tinha era fé no amor. E mesmo com todas as desconfianças, segredos do passado e perigo Julie conseguiu encontrar o seu Romeu. Então fica o mistério nos dias atuais esse amor sobreviveu a maldição? E Julie e Romeu enfim puderam ser felizes para sempre?

Como já disse gostei muito do livro, a autora nos transporta aos tempos medievais onde ocorre a história de amor entre Giulietta Tolomei e Romeu Marescotti com uma riqueza de detalhes históricos, enquanto no romance que se passa nos dias atuais, ela nos envolve em amarradas intrigas em uma jornada extremamente perigosa.





13 comentários:

Jeanne Rodrigues disse...

Paty,

Sempre gostei de finais felizes. O único livro que me atrevo a ler já sabendo que não há é Romeu e Julieta.

Vc me deixou bem curiosa.

Será que mudaram? Existe final feliz?

Essa dúvida só será esclarecida qdo ler o livro.

Adorei a resenha.

Dica anotada.

BJos,

Regina disse...

Paty...

Estava aguardando sua resenha para saber mais desse livro! E agora estou morrendo de vontade de ler... Também adoro romance, suspense e reviravoltas! Vou procurar.

bjs

Anônimo disse...

Olá meninas
Acabo de ler "Julieta" e cá estou a fim de comentar o que achei...
Fiquei muito contente em poder dividir com vocês meu ponto de vista, afinal gostei TANTO do livro que sai atrás de mais informações, e quando me dei conta, estava aqui.
A história é muito bem elaborada, duvido quem leia e diga que não gostou, pois, se você não curti tanto romance, o livro está cheio de suspense, fatos e locais históricos que te levam a uma viagem a Siena antiga e atual. Reviravoltas: poxa, quem poderia afirmar realmente de que lado estaria Umberto sem terminar de ler o livro?
Anne Fortier nos surpreende revivendo uma história tão linda e clássica, dando a ela um final ao qual sonhávamos que poderia existir.

Se puderem não percam a oportunidade de conhecer a história de Julie Jacobs, e junto com ela, o romance tão eterno de Romeo Marescotti e Giulietta Tolomei.

Obrigada pela oportunidade, tornaram meu dia mais feliz :D estava anciosa por dividir essa história com alguém.

Abraço,
Adri

Medéia disse...

Ai ai ai ai ai ai ai...
Romeu e Julieta moderno?
Com reviravoltas?
Meu dinheirinho para comprar livros vai ter que aumentar...
Tem tanto livro que quero ler.
Este agora é MAIS UM.
Linda resenha...
Beijos

Driza disse...

Eu ainda não tinha ouvido falar desse livro. Mas fui fisgada pela sua resenha.

bjss

Deborah disse...

Amei esse livro, ele ate me fez chorar de tristeza e alegria... mais em fim tornou-se meu livro preferido ;D

Deborah disse...

De fato não posso deixar de comentar de novo, por que fui inspirada por esse site a ler o livro, mais em fim... essa história de fato é surpreendente e cheia de mistérios e segredos que se desenrolam te deixando cada vez mais fascinado. é muito bom poder compartilhar essa aventura com alguém, fiquei morrendo de vontade de conhecer Siena e ate fui pesquisar sobre o Palazzo Tolomei, Palazzo Salimbeni e acabei descobrindo coisas legais a rrespeito da tradição da corrida do palio e das contradas principalmente a da aquila..
Tornou-se meu livro favorito e um dos únicos que eu leria novamente, quanto mais eu lia mais eu me apagava aos personagens e quando finalmente terminei de ler, senti um vazio, como se eu tivesse deixado uma parte de mim. Confesso que chorei duas vezes lendo o livro, com o final que eu tanto sonhava, e como comentaram la em cima quem poderia saber de que lado estava Umberto, e o alessandro que ocilava entro o micinho e o bandido ;D
Não percam a oportunida de de ler esta maravilhosa obra que é ''Julieta''
Obrigado pela oportunidade de me expressar e compartilhar o que pensava sobre o livro


bjs Deborah R'

Michelle disse...

Boa noite, estou desde terça fuçando esse blog e amando....
Desde então tenho voltado várias vezes, procurando as novidades!!!
Já lí alguns dos livros comentados, mas devo admitir que depois de conhecer este Blog já comprei 10 livros, estou apenas aguardando chegar para começar a ler...
AMEI Julieta, fiquei enredada na história!
No momento estou Lendo Fallen, ainda não gamei na história, mas o comentário daqui me deu forças para continuar!
Obrigada por compartilharem suas opiniões, nos dando incentivo para ler cada vez mais!
Um beijo
Michelle

Jeanne Rodrigues disse...

Michelle,

Então estamos contribuindo para suas novas aquisições de livros?

Depois que ler, volta para comentar. E ver as nossas opiniões são parecidas com a sua, ok?

Ficamos super felizes com o seu comentário.

Aproveito para te convidar a participar do quadro "Convidados do Chá".

Bjos,

Michelle disse...

Jê,
Muito obrigada pela acolhida carinhosa!
Estou muito feliz com o convite e contem com meus cometários em breve!
Não sei ainda me movimentar direito aqui no Blog, mas vou me virando...
Tentei postar outro comentário, mas não estava entrando, então se caso eles se repetirem aí, por favor apague!

Vcs são d+++

Obrigada mesmo!
Bjos
Mi

Anônimo disse...

Achei o livro uma grata surpresa:
primeiro porque detesto Romeu e Julieta, e o livro me fez ter uma nova percepção desta História;
segundo porque é uma trama cheia de reviravoltas, que foge aos clichês das histórias romanticas;
e terceiro, o que encanta em Julieta não é a possiblidade da trágico e mítico romance de Shakespeare ter um final feliz...o fascinante é que existem lugares e pessoas que marcam nossa existência de tal forma que a vida e o universo sempre nos permitirão reencontra-los.

Thata disse...

Eu adoro finais felizes. E adoro ainda mais livros que sabem nos envolver e nos fazer viajar.
Não sei se quero ler o livro, terá um final triste?
Mas se é tão bom né...
Se bem que Shakespeare é meio manjado, meio antigo (ou não?)

Hum, me fez contradizer aqui com essa resenha.
*pensando*

bjs

Lado Maluca de Ser disse...

Realmente é um livro ótimo, mas o que me chama mais atenção, além do final surpreendente (pois mistura um grande sucesso com um fim que a maioria gostaria de ter), são as pequenas pitadas de humor, entre as intrigas de Julie e Janice, ao menos, eu entendi desse modo e recomendo... =D. Felicidades...

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top