Escuridão - Elena P. Melodia

"Para Alma, de 17 anos, o mundo era como se poderia esperar que fosse para uma menina de sua idade: escola, atividades sociais com seu grupo de amigas, tédio e impaciência na relação com a família. Até que um caderno recém-comprado por ela começa a ser o fio condutor de acontecimentos estranhos. Páginas que estavam em branco à noite amanhecem escritas na manhã seguinte, com a letra de Alma. O texto descreve acontecimentos macabros. Pouco depois, eles se tornam realidade. "

Recém lançado pela Suma de Letras, Escuridão é o primeiro livro de uma trilogia (Sombra é o número 2 e Luz o número 3, ainda não lançados). Elena P. Melodia é a nova autora, italiana de Verona, onde mora, formada em Belas Artes com especialização no período clássico. Trabalhou para uma editora no departamento de ficção para adolescentes antes de se aventurar neste seu primeiro romance.

É um romance com uma proposta de ser para adolescentes, mas a danada da Elena escreve muito bem. Me cativou desde o início.  

Alma é a personagem principal, adolescente cheia de problemas de adolescentes. Tem 3 grandes amigas também cheias de problemas: Seline, uma garota rejeitada por um garoto que expôs um vídeo não recomendado dela na internet; Agatha, uma jovem violenta com uma tia doente e correndo o risco de ser mandada para um orfanato (eu manjei a história dela desde o início); e Naomi, a garota que, querendo se dar bem, se envolve com garotos errados de uma seita satânica (eu vi no CSI que na verdade não existem seitas satânicas, existem pessoas que usam esta desculpa para suas maldades).

Jenna é a mãe enfermeira tentando ajeitar sua vida depois de um marido que a abandonou e um que se suicidou. Evan é o meio-irmão do meio rebelde com uma namorada rebelde, músico e de mal com a vida. E Lina é a irmãzinha menor que não fala desde o suicídio do pai.

E tem Morgan. Claro que sempre há um garoto misterioso que não é o que parece ser (as vezes ele lembra o Edward de Crepúsculo) e que aparentemente está ajudando Alma.

Elena Melodia
E os "bad guys", chamados Master, que estão seguindo Alma e tentando ferí-la ou matá-la.

Mas tudo começo com um caderno roxo, que Alma viu em uma livraria estranha (que parece abrir só quando ela quer ir lá). Alma sofreu um acidente em que duas amigas morreram e ela não sofreu nada. Tem dores de cabeça horríveis e pesadelos. Quando acorda lá estão palavras escritas por ela, seus sonhos transcritos e ela nem lembra de escrever. E o pior: eles realmente acontecem. São sempre sonhos de assassinatos que possuem alguma ligação entre eles e Alma sempre os sonha antes de ocorrer.

A história é muito misteriosa. Você vai ficar no suspense mesmo depois que acabar o livro, mas a autora consegue prender até o final. 

Agora estou aguardando o próximo. Tomara que venha logo!

Muito bom... Recomendado aos que gostam do gênero.


PS.: Ainda não entrou nada de sobrenatural oficialmente na história, vamos ver no livro 2.

6 comentários:

Raquel disse...

Oi flor, sabe que andei procurando e não vi muitas resenhas mesmo desse livro na net...adorei a sua deu para ver um pouquinho mais da historia e agora estou aqui super na duvida se compro Cidade dos Ossos ou escuridão..Affs que faço eu...bJks

KaKa disse...

Oii, comprei esse livro e ele é ótimo, ótimo mesmo, não consigo parar de ler. No mesmo dia que comprei já li 10 capitulo, espero ansioso pelos outros lançamentos

Giselle disse...

Parabéns, teu blog é muito bom, embora a resenha deste post em particular esteja um pouco confusa.
Quanto a inexistência das seitas satânicas, te recomendo a recorrer-se de fontes mais ortodoxas do que um enlatado americano - enlatado que já foi dos bons, é verdade - mas convenhamos q existem fontes de pesquisa beem melhores e mais confiáveis a quem possa se interessar pelo assunto. ;)

Realmente, os adolescentes são o público alvo do livro, mas agrada a todas as idades com um ritmo que consegue ser dinâmico mas sem a superficialidade das tramas teens.
Embora tenha o insuportável defeito adolescente de achar q tudo no mundo é um tédio, sem conseguir reconhecer q na verdade é o próprio adolescente a criatura tediosa, a Alma, quando discorre sobre seus sentimentos e impressões sobre as coisas que a cercam, passa uma maturidade e uma profundidade de pensamento que fazem com que ela se torne uma personagem com quem se tenha empatia e a história, em si, é mto boa.

Aguardo ansiosa a continuação. :)

Medéia disse...

Giselle,
sobre as seitas satânicas, era uma piada...
:-)

Fernanda disse...

Estou lendo esse livro. Muito,muito bom. Recomendo.

Juliana Vianna disse...

Estou lendo muitos comentários sobre este livro. Adoreeei a sua resenha, muito objetiva. Eu quero ler o livro, só fico um pouco receosa quanto à atmosfera sombria que ele parece transmitir.

Beijos, Ju

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top