Depois da Escuridão - Tilly Bagshawe


"A doce e angelical Grace Brookstein é a socialite mais querida dos Estados Unidos e leva uma vida de princesa. Até o dia em que seu marido, o bilionário Lenny Brookstein, dono do fundo de hedge Quorum, sai para velejar e nunca mais retorna. Enquanto lida com a trágica morte do marido, um novo escândalo abala a vida de Grace - bilhões de dólares desaparecem do fundo Quorum, provocando a falência de milhares de famílias. Grace torna-se a principal suspeita e da noite para o dia sua vida se transforma. Determinada a provar sua inocência, Grace embarca numa jornada que revelará que ninguém a sua volta é digno de confiança."

Sidney Sheldon está na minha estante desde minha adolescência. Acredito que foi lendo os livros dele que eu alimentei ainda mais o gosto pela leitura e pelas narrativas ácidas e diretas, sem muitos rodeios. Depois de sua morte, surpreendi-me ao ver novos livros sendo publicados pelas mãos de Tilly Bagshawe. São histórias inspiradas no estilo SS de escrever, com acontecimentos em alta sociedade, envolvendo jogos de poder, cobiça, inveja, tudo para culminar na redenção da personagem sofredora.

Grace Brookstein é a heroína da vez. Uma garota perfeita, ingênua, jovem e rica, que encontra o amor de sua vida nos braços de um milionário muito mais velho, o charmoso Lenny Brookstein. Casados, eles desfrutam de uma vida de mordomias e luxos, financiados pela grande empresa de Lenny, um fundo de pensão de nome Quorum. Como o livro tem inspiração no passado recentíssimo, a crise dos Estados Unidos é fielmente retratada na falência de diversos bancos e empresas que operavam esses fundos. Mas, o Quorum sobrevive misteriosamente. Até que Lenny desaparece numa noite de tempestade e descobre-se que milhões de dólares foram roubados da empresa. Grace é a principal suspeita e passa de esposa rica à viúva pobre. Certa de que ela e Lenny são vítimas de uma grande injustiça, ela vai lutar para provar que seu marido foi assassinado pela mesma pessoa que roubou todo o dinheiro.

Reviravoltas, ação frenética e surpresas inesperadas aguardam o leitor. Conforme as páginas se sucedem, Grace amadurece e percebe que sua vida era uma grande farsa. As revelações chocantes dão movimento à história e fazem a leitura ainda mais rápida e envolvente. A autora soube dosar bem os elementos de sucesso das obras de Sheldon, mas, faltou uma pitada maior de acidez, de "verdade nua e crua", de frieza e objetividade, características marcantes do autor. Mesmo assim, o livro é um ótimo divertimento. Tilly Bagshawe nos apresenta uma narrativa de ação com estilo inspirado nas obras de um mestre. Recomendo.

12 comentários:

Christina disse...

Cresci lendo Sheldon e Harold Robins já na minha adolescencia. Sempre gostei deste estilo de leitura, nada de Biancas e afins (nada contra gente, sem preconceito). Enquanto minha amigas liam a heroinas romanticas, eu ali com Ninguem e de ninguem, A ira dos anjos. Com certeza vou dar uma analisada nesta autora.

Beli disse...

Nossa! Adoro Sidney Sheldon! Quero tanto ler esse livro... mas tenho varios dele para ler antes!

Adorei a resenha!

Leninha - sempre romantica disse...

To querendo muito esse livro, tenho lido muita coisa positiva sobre ele, quero ver se essa pessoa que está escrevendo tem talento.

Driza disse...

Oi Aline

Adoro Sidney Sheldon e ainda não li esse título. Fiquei com vontade.

bjss

Creuza Moura disse...

Gente, o Sidney Sheldon não morreu há pelo menos uns dez anos?

mas, fiquei com vontade de ler o livro, ah fiquei.

bjs

Aline disse...

Olá Creuza,

A Tilly Bagshawe escreve um estilo dela, mas, inspirada em Sidney Sheldon, com autorização da família dele. Ele morreu em 2007. Uma perda sem substituição.

O livro é um bom divertimento.

Bj

Aline

Jeanne Rodrigues disse...

Aline,

Sendo do Sidney já tá na lista, e com sua indicação então.

Bjos.

Patricia Cardoso disse...

Olá Aline,

passando por aqui pra agradecer pelo maravilhoso livro que você indicou em sua resenha. Quando acabei de lê-lo fiquei pasma como a Tilly Bagshawe conseguiu escrever um livro tão a cara do Sidney Sheldon, simplesmente fantástico. Eu amei este livro, com todas as intrigas, traições, e reviaravoltas dos livros do mestre. Bjs...

Anônimo disse...

Oi, Paty,

O livro é mesmo ótimo. Adorei e recomendo sempre.

Bjs

Aline

Moda e Cia disse...

Eu amei o livro,mas no começo é muito chato,aí eu parei de ler,depois voltei,não larguei mais,me interessei,aprendi muito com esse livro,sério,verdade!mas de fato falto um pouco de como vc falou" uma pitada maio de acidez",mas fora isso,o livro é muito bom mesmo!amei!


Bjs Raquel

junior disse...

A Tilly é melhor que ele, se é que é possível.
Adoro o Sidney... mas ela...
eu me arrepio só de pensar na responsabilidade que ela carrega nas costas...

Cali disse...

Aline, tb leio Sidney Sheldon desde a adolescência. Já li quase todos, até os infanto-juvenis. Já li tb Senhora do Jogo, q tb é em parceria com a Tilly, perfeitooo!!! É a continuação do livro: O Reverso da Medalha. Agora tô querendo esse....rsrsrsrs bjs!!!

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top