Comer, rezar, amar – Elizabeth Gilbert

Desafio literário – Outubro

Livro - Comer Rezar Amar

Sinopse: Em torno dos 30 anos, Elizabeth Gilbert enfrentou uma crise da meia-idade precoce. Tinha tudo que uma americana instruída e ambiciosa teoricamente poderia querer - um marido, uma casa, um projeto a dois de ter filhos e uma carreira de sucesso. Mas em vez de sentir-se feliz e realizada, foi tomada pelo pânico, pela tristeza e pela confusão. Enfrentou um divórcio, uma depressão debilitante e outro amor fracassado, até que se viu tomada por um sentimento de liberdade que ainda não conhecia. Foi quando tomou uma decisão radical - livrou-se de todos os bens materiais, demitiu-se do emprego, e partiu para uma viagem de um ano pelo mundo - sozinha.

Eu escolhi este livro porque... Foi muito comentado e porque gravaram uma versão para as telonas.

A leitura foi... Monótona.

Minha opinião: Não gostei.

A autora conta um ano de sua vida passado viajando. Ela vai a Itália (comer), Índia (rezar) e Indonésia (amar).

Não foi de todo ruim, até me diverti, chegando mesmo a rir, em alguns momentos, mas me incomodou as longas descrições sobre comida, história da cidade em que ela se encontrava, mantras, meditações e etc. Descrições longas, cansativas e totalmente dispensáveis.

Bem, acredito que existam milhares de pessoas que adoraram o livro justamente por causa dessas descrições, mas eu não gosto. E por isso, penei para chegar ao final do livro.

Ainda não vi o filme, mas quero muito ver, afinal tem Julia Roberts e Javier Bardem, porém tenho uma amiga que já me confidenciou que dormiu no cinema. Bem, o engraçado é que agora mesmo é que fiquei mais curiosa ainda para assistir.

Enfim, só mesmo pelo desafio literário é que li todo o livro, senão, não teria agüentado e pularia logo lá para a parte do “amar”, que é o que realmente gosto.

Button-Desafio-literário

6 comentários:

Débora Lauton disse...

Eu também não fui muito fã do livro... gostei da parte da Itália...rss

beijos,
Dé...

Marília Barros disse...

Tenho o livro aqui mas tenho a sensação de que a leitura vai ser mais monótona ainda do que o filme, que achei cansativo. Gostei da sua resenha. :)

Kézia Lôbo disse...

Bahhh vou ter que ler pra saber o q q vou achar!

Vivi disse...

Bom, eu detestei o livro. A mensagem é ruim. A estética e a linguagem deixam a deseja. Tem uns trechos bem mal revisados ali, hein?
Bem, já comentei sobre ele no RG essa semana...rs
Beijocas

Driza disse...

Oi Vivi,

eu li seu post e embora a gente tenha comentado visões diferentes o resultado é o mesmo: é bem ruim de ler!!

bjsss

Driza disse...

Meninas,

esse livro foi um sufoco viu. Se gosto de um livro, dependendo do número de páginas, não levo mais que dois dias para ler. Esse, pasmem, eu levei 25 dias.... affff

bjs

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top