Um lugar para todos – Thrity Umrigar



Sinopse:
No casamento de um jovem morador de um prédio de classe média em Bombaim, homens e mulheres dessa comunidade se reúnem e recordam sua juventude, refletindo sobre as mudanças que os anos trouxeram. As vidas desses parses que cresceram juntos no edifício Wadia são reveladas em toda a sua humanidade - a decadência de Adi Patel devida ao alcoolismo, a língua afiada da fofoqueira Dosamai, a traição e a dor-de-cotovelo de Soli Contractor. Testemunha de tudo isso, Rusi Bilimoria, um empresário desiludido, luta para encontrar o sentido da própria vida e manter unida uma comunidade prestes a se fragmentar.



-*-


Esse livro ganhei da mais que amiga Vivi, em um sorteio do Desafio Literário que está movimentando esse ano de 2010. Só por isso ele já me é muito especial. Livros ganhados, além de na estante, eu guardo no coração. Some se a isso uma excelente história. Pronto! Virou um livro duplamente especial: por vir a mim da maneira que já citei e ainda por cima por encantar no conteúdo.
Quando desembrulhei o pacote, a capa já me causou um grande prazer de se olhar. Além disso, esse é o tipo de história que já no primeiro parágrafo prende o leitor. Da primeira a última palavra a atenção está totalmente tomada.
O foco são os moradores de um edifício de nome Wadia – o tal um lugar para todos do título. Mais que vizinhos, esses personagens são amigos de toda uma vida e, cada capítulo, conta um pouco do passado de cada morador. Esperanças desperdiçadas, sonhos perdidos, trabalho árduo, juventude feliz, casamento desiludido, amor... bem, o amor está lá de todas as formas imagináveis, desde o que traz felicidade até ao que leva ao desespero.
Adorei esse livro pela escrita, do tipo que passeia pela poesia. Não basta dizer que os taxistas não estão buzinando. Tem que ser: ... os táxis não se comunicam em sua árida língua de buzinas... Ah, amo! Certos floreios enchem os olhos. E pra quem não gosta de tais floreios, acalmem-se. O livro é bem direto na contagem da história, não fica enrolando, não!
Apesar de tudo a recomendação tem que ser comedida. Não é um livro pra quem gosta de muito beijo na boca, corpos suados, romance com começo, meio e fim certinhos. É uma leitura, digamos, com elegância.

6 comentários:

Regina disse...

Oi Driza

Parece ser interessante, mas acho que não faz muito meu tipo...

bjs

Driza disse...

Oi Rê, como a gente se conhece a um certo tempo já, tomo a liberdade de lhe dizer que realmente ele não é do seu gosto.
Mas, sim, o livro é muito interessante e muito aprazível.
bjs

Jeanne Rodrigues disse...

Driza,

A capa é bem estimulante, a sinopse tbm...
Mas to num periodo com mto beijo na boca...hahahaha

Vou deixar pros dias de calmaria...

Bjos,

Erica Ferro disse...

Meninas, queria avisar que o livro 'Feios' chegou.
Tô muito feliz mesmo! :D

Um beijo!

Madalena disse...

Bom Dia,encontrei seu endereço justamente por estar procurando alguma informação sobre o Edifício wadia.
De todas as sinopse a sua é a mais completa e fidedigna.
Impressionou-me até ás últimas linhas quando Rusi faz seu discurso só entendido por Coomi.Belo.O último acontecimento nos dá um fechamento de cultura,política,relacionamentos,encontro.
É uma leitura muito Elegante!!!!
Madalena.

Paulatictic disse...

Oie,
Eu estava querendo um resenha desse livro, por que estava na dúvida se comprava ou não, mas agora acho que vou comprar.
Beijos
e´ótima resenha.

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top