O Lobo e a Pomba - Kathleen E. Woodiwiss


Na Inglaterra, no tempo dos druidas, houve certa vez um guerreiro de grande coragem que desafiou e venceu os deuses em combate, como punição, foi transformado em lobo de ferro.

Segundo a lenda, nos momentos em que a guerra assola a Terra, o lobo volta à vida na forma de um guerreiro ousado, invencível e imortal. Como agora, quando normandos e saxãos entram em conflito em Darkenwald e a vida da bela Aislinn depende da concretização da profecia.

Filha de um nobre assassinado pelos invasores, Aislinn é a sofrida heroína de
O Lobo e a Pomba.

Acontecimentos diversos e até mesmo um bloqueio literário me impediram de comentar esse livro que adorei.

Ganhei esse livro num sorteio no Romances in Pink da Tonks, e aproveito para agradecer, pois esse livro será daqueles que não irei me desfazer.

Na Inglaterra do Século XI, no conflito entre normandos e saxões, Guilherme, o Conquistador, invade a Inglaterra. Neste cenário de sofrimento, dor e terror, surge a paixão proibida entre Aislinn, saxã prisioneira de guerra e Wulfgar, um guerreiro normando. A jovem Aislinn, vê seu pai morrer e sua vida se transformar. Os normandos cometem atos ferozes, inclusive estupros.

Sabe aquele romance que te prende? E que ao terminar você não tem palavras para descrever? Eu me sinto assim quando leio um romance histórico que retrate a época com fidelidade. Com as selvagerias, os mocinhos-vilões, os sofrimentos. É muito bom ler aquele livro histórico com mocinhos e mocinhas NÃO perfeitos, melhor ainda é quando a estória tem história.

No início do livro fiquei um pouco chocada com os acontecimentos abruptos e querendo descobrir logo um mocinho que pudesse tirar a heroína de tamanho suplício. Ficava esperando a chegada de um príncipe em um cavalo branco. Wulfgar não preenche todos os requisitos para ser mocinho, mas passou no teste com louvor!

Leitura recomendada e obrigatória.

9 comentários:

Aline Maziero disse...

Ai, eu adoro romances históricos e parece q vou gostar desse. Valeu pela dica! Bjos!

Juliana Vicente disse...

Jê, quando vi que você estava lendo esse livro fiquei ansiosa pela sua resenha, eu tive o prazer de lê-lo a alguns anos e como vc mesma colocou é um daqueles livros que marcam e que é impossivel esquecer.

Este é um livro forte, com vários elementos que em alguns momentos nos chocam e nos fazem dúvidar do final que um livro como esse poderia ter. Adoro esse livro e assim como você aconselho a todas a lerem.

Beijos

karyne disse...

Flor....
Você me deu água na oca novamente.
Amei esse livro... Apesar de não ser hot. He He...

O mocinho........tipo bruto mas carinhoso ao mesmo tempo.
A mocinha só pensava em casar com o
mocinho....

A autora enrolou um pouco a história, mas vale uma releitura.
Bjs ka

Laura Schwartz disse...

Nossa, amei a trama! Eu também amo romances históricos, e com isso quero dizer livros de guerra, medievais, etc. sem ser necessariamente romântico como tema, como os do Bernard Cornwell (a série nova dos vikings é demais!).

Esse aí parece encontrar os dois mundos muito bem. =)

Leninha - sempre romantica disse...

Esse ta na minha lista de desejados, logo, logo o terei, com certeza!
beijo Jê!

Stefania disse...

Esse tá na lista dos meus favoritos!!! amei demais!!! essa autora é show!

bjs

Driza disse...

Jê,

que dica heim? É pra ler com certeza.

bjs

Driza

brunna disse...

Um dos melhores livros que li nos últimos tempos. Vc realmente se apaixona pelos personagens com todas as suas virtudes e suas fraquezas e elas são tantas.

Primeiro temos o mocinho-vilão e aqui vc realmente se identifica com Aisllin e se pergunta como vc pode gostar dele? Mas vc gosta e é inevitável. Ele é tão insensível a maior parte do tempo. É como se ele quisesse, por conta de seu trauma do passado, sempre provar pra ela como o mundo é cruel e como ela tem que ser forte pra suportar.

Quanto a Aisllin eu gosto inteiramente dela. Ela tem uma dignidade tão imensa, regada de uma força e doçura. Alguns podem achar que ela é muito passiva diante da situação e se sentiriam melhor se ela fosse uma guerreira, que ela levantasse uma espada e defendesse seu povo, mas ela não é, ela é uma sobrevivente, então ela faz o melhor que pode, para ajudar seu povo e ainda lidar com os sentimentos dela por Wulfgar sem se abater.

O único ponto fraco desse livro é a falta de cenas mais quentes entre os personagens. Acho que fez falta no livro por que fica muito claro que o desejo deles um pelo outro é muito forte. É frustrante como a autora ignorou esse detalhe.

Romances Deliciosos disse...

Lindo! Lindo! Lindo! Amei... Minha nossa, como eu não li esse livro antes? Maravilhoso! Esse mocinho meio bandido, não pelo caráter, mas pelo jeito de tratar a mocinha... Ai, me apaixonei por ele!Com certeza é um livro pra ser lido e relido várias vezes... Bjs!!!

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top