Cinzas ao Vento - Kathleen E. Woodwiss


Alaina Macgaren
Ocultando sua beleza sob o disfarce um menino, ela parte para Nova Orleans, sem saber o que o destino irá lhe reservar...

Cole Latimer
Cuidando dos feridos na guerra de Secessão, o cirurgião ianque não imaginaria o que se escondia sob a pele de seu refugiado – a quem ele resolve ajudar...

Cinzas ao Vento é o romance com as chamas de uma paixão grandiosa, que capta o confronto entre pessoas determinadas e orgulhosas. Mesmo sem jamais serem dominados por alguém, eles não podem esquecer a noite em que suas almas foram marcadas a fogo...

Kathleen E. Woodiwiss, consagrada autora dos best-sellers Uma Rosa do Inverno, Ame um Estranho e Um Amor Tão Raro, nos brinda com mais esta emocionante história de amor, ambientada na Nova Orleans do século XIX. Em clima de suspense e muita emoção, o talento confirmado de uma das autoras mais importantes de ficção histórica da América.

Como dessa autora só tive a oportunidade de ler Ame um Estranho, sabia que precisava alargar os horizontes e ler outros livros para aumentar a quantidade de livros lidos dela. Então, a , mais uma vez, me emprestou outro de seus livrinhos. Jú, não me canso de agradecer... E nem de ler...Obrigada !

Há algum tempo esse livro estava na estante e por 4 vezes iniciei a leitura desse livro. Já estava até sem graça de não ler, sem saber se devolvia logo ou se falava que não iria ler... Mas como, por muitas vezes, falou minha queridíssima avó: - Insista, persista e não desista ... O seu dia chegará ... (A referida frase, não é bem dela, é de uma loteria, mas virou um chavão em nossa família).

E como boa brasileira que sou, além de ser cabeça chata cearense e teimosa por demais.... Reiniciei a leitura, pela quinta vez, e nas primeiras páginas já vislumbrei algo diferente. Parecia outro livro!

Vocês devem estar se perguntando se estou doida... Mas vou explicar.... O livro finalmente me fisgou !!! E, para mim, parecia outro livro.

E, não tinha como ser diferente, afinal fala da Guerra Civil Americana. Lembra dela? Aquela que reuniu Scarlett O’Hara e Rhett Buttler no maior clássico de todos os tempos já publicado ...E o vento Levou.

Alaina Macgaren depois de perder os pais viaja sozinha de barco para Nova Orleans, vestida de homem. Por ter um temperamento inigualável, esquentado e odiar os camisas azuis, ela logo arranja encrenca e é salva por Cole Latimer, um médico ianque que está trabalhando no hospital.

Cole tem um bom coração e, tocado pela excessiva magreza daquele rapazinho, além de lhe pagar uma refeição, ainda o convida a trabalhar na limpeza do hospital. Convite esse que é recusado de imediato... Trabalhar com os barrigas azuis nem pensar !!! Al, é o apelido de Alaina e é assim que todos passam a lhe chamar.

Cole faz questão de deixar o rapazinho na casa dos tios e lá chegando conhece sua prima, Roberta que de imediato o assedia. O convite para novas visitas é feito, mas os pais de Roberta não concordam com isso, mas por ser a filha adorada, acabam por permitir.

Por ver a situação em que já vive sua família, Al decide aceitar o emprego. Nesses trechos eu me cansava com tanta atividade que Al desempenhava no hospital. Por seu excelente desempenho, acaba fazendo faxina no apartamento de Cole.

Contar mais seria revelar o livro. Acrescento que durante a leitura desse livro tive vários sentimentos: raiva, alegria, dor, mágoa, surpresa.

Não recomendo !!! Afirmo que é leitura obrigatória !!!

25 comentários:

Carla disse...

Oi, Jeanne.

Adorei seu post e nunca li livros dessa autora. Olha, que já li centenas de livros! rs.

Quanto a Guerra Civil Americana, tive a oportunidade de ler e saber um pouco mais sobre ela no livro '...E o Vento Levou', da escritora Margaret Mitchell.

Não sei se você sabe, mas esse livro foi adaptado para o cinema, que tornou-se um dos maiores filmes clássicos do cinema mundial.
Com Clark Gable e Vivien Leigh que imortalizaram tão brilhantemente os personagens inesquecíveis Rhett Butler e Scarlett O'Hara.

Um filme tão inesquecível quanto o livro, que perdurará em nossas memórias para sempre.

Parabéns pelo blog!

Beijos.

Jeanne Rodrigues disse...

Carlinha,

Sim, li ...E o vento levou.

Assisti o filme inumeras vezes e chorei milhares...

Um filme perfeito, só nao foi mais perfeito pq eu nao era a Scarlett..risos...

Obg,

Carla disse...

Je,

Não foi só você que chorou e viu o filme inúmeras vezes. Eu também! Acho que todos nós, mulheres, queríamos ser Scarlett para ter um Rhett Butler ao seu lado. Ai, ai, ai... rsrsrs.

Também li a continuação desse livro 'Scarlett', da autora Alexandra Ripley. Me decepcionei um pouco. Para mim, esse livro não superou o primeiro, que é, sem dúvida, maravilhoso.

Minha decepção maior foi quando assisti a compilação de minissérie na tv, na Globo, há muitos anos atrás, que foi baseada nesse livro: 'Scarlett'. Com Timothy Dalton e Joanne Whalley, como Rhett e Scarlett. No Brasil, o filme em DVD se intitula 'E O Vento Levou 2'.

Para quem não conhece ou nunca viu, nesse filme durante o funeral de Melanie, Scarlett descobre-se vítima dos rumores de que teria um caso com Ashley, marido da falecida. Viaja para a Irlanda em busca de paz, mas acaba voltando a Atlanta para reencontrar seu ex-marido, Rhett Butler.

Mas, na minha opinião, esse filme deixou a desejar. Não é à toa, que a cena final do primeira filme marcou e continua marcando gerações e gerações de pessoas em todo o mundo. Inesquecível!

Foi lançado o livro 'O Clã de Rhett Butler', do autor Donald McCaig, que é a continuação do livro da Margaret Mitchell. Esse livro teve a autorização dos herdeiros da autora p/ ser publicado.

Ainda não tive a oportunidade de lê-lo. Gostaria muito de lê-lo. Mas pelo que li, muitos não gostaram.

Ufa!

Termino por aqui.

Senão vou longe! rsrsrsrs.

É sempre bom trocar idéias e impressões e falar de bons livros. rs.

Beijos.

Regina disse...

Oi Jê

Já li O Lobo e a Pomba dessa autora e adorei! Mas os livros dela são difíceis de encontrar!!!Espero que alguma editora relance esses romances logo, pois sou louquinha para ler as histórias de amor que ela escreve...

bjs

marcia berticelli disse...

Oi, Jê

eu sou fã incondicional dessa autora. Li todos os livros dela e esse sem duvida foi o mais lindo. Esta na categoria dos introcáveis. Parabéns pela descrição do livro. Ele é realmente isso tudo. bjs

Carla Martins disse...

Passando pra desejar um feriado tudo de bom pra você!

beijinhos!

Patricia Cardoso disse...

Olá Jê,

gostei muito do seu post. E já assumi o compromisso de ler este livro o mais rápido possível. Amo os livros que me fazem balançar numa gangorra emocional.

Beijos,

Paty

Babi disse...

Je
Quando um livro resolve fisgar... ai ai ai

Vou assumir essa leitura obrigatória assim que puder!!!!!!

bjs

Driza disse...

Oi Jê,
me empolguei nas suas palavras.
Parece realmente uma delícia de leitura.
Valeu!!

bj

Adriana disse...

Jê!
Que comentário!!!! Eu já tinha ouvido falar dessa autora, mas ainda não li nada dela...depois dessa sua manifestação, me disse: Adriana, já está na hora de mudar isso, dê um jeito!
Então, vou atrás desse livro, e mãos a obra, ler e me deliciar, com certeza!
bj!

Lili disse...

Eu adorei Jê esse livro. Um dos melhores da autora! Também acho leitura obrigatória rsrs

Beijos
Lili

Vivi disse...

Adorei seu post, Jê. Certamente, um dos livros que vejo sendo um dos mais recomendados no que tange a literatura romântica. Muita coisa deve ter aí para se apreciar. Fico triste porque tal livro encontra-se na categoria dos raros. Os difíceis de encontrar geram uma obsessão na gente! E compartilho da sua experiência, um livro muda a cada vez que se lê. È assim: a gente abre um livro com as nossas chaves. E isso faz toda a diferença!

Beijocas

Luciara disse...

aiai, eu li um livro dessa autora a chama e a flor e achei maravilhoso, esse parece ser ótimo também.
Meninas criei um blog e coloquei vcs na minha lista de Blogs favoritos, se puderem dar uma forcinha lá, ficarei bem agradecida.

http://librosdiamore.blogspot.com/

bjão

Jeanne Rodrigues disse...

Meninas,

Obrigada pelos comentários... Ainda suspiro pelo Cole..risos...

Bjos,



PS: Luciara, to seguindo o blog.

Aline disse...

Jê,

A autora emplacou vários livros na minha estante. Aqui no blog eu já comentei Shanna, que é maravilhoso. Cinzas ao Vento ainda não li, porque é muito raro! Só fiquei na vontade!!!!!! Reedição urgente!

BJS

Stefania disse...

Lindo demais esse livro!
AMEI DE PAIXÃO!

Se não fosse pela dica, jamais teria pensado em lê-lo.

Correu praticamente para o topo da lista dos favoritos! hehehe

beijão e obrigada!

Jeanne Rodrigues disse...

Ste,

Fico mto feliz por vc ter gostado...

Se apaixonou pelo dr. Cole tbm ?

Bjos.

libarbosa disse...

A Kathleen é minha autora preferida.
Já li todos os livros dela publicados no Brasil e aammmooo
"Cinzas ao vento"
É uma estória para ser lida, reli-
da, lida novamente e novamente.
Infelizmente os livros dela são
difíceis de serem encontrados e
quando se encontra são caros.
Mas vale a pena. Um beijo.

Jeanne Rodrigues disse...

Li,

já estou com outro livro da Kathleen na estante...

Breve, um novo comentário...

Obrigada pela participação.

Bjos,

Anônimo disse...

Também adoro todos os livros de Kathleen E Woodiwiss, já li todos os publicados no Brasil sem dúvida é minha autora preferida e recentemente consegui formar a minha coleção! Babem ! Tenho todos eles na minha estante! Ufa foi um sacrificio, já que procurava por eles há 15 anos!
Beijos, adorei a sua descrição.

mmaria568@yahoo.com.br disse...

me dá uma dica de como vc adquiriu essas raridades, pq não estou encontrando no mercado.(referência aos livros da autora Kathleen E Woodiwiss

FÁTIMA LOURENÇO disse...

OLÁ, JÊ. É UM PRAZER IMENSO PODER ESCREVER NESSE ESPAÇO PARA EXPRESSAR O QUANTO GOSTO E APRECIO ESSE LIVRO: CINZAS AO VENTO. FOI UM LIVRO QUE MUDOU MINHA VIDA. HOJE EU SOU O QUE SOU DEVIDO À LEITURA DESSE LIVRO. É UMA OBRA MARAVILHOSA, INSPIRADORA, EMOCIONANTE.RECOMENDO A TODOS. JA LI MAIS DE CINCO VEZES. PRATICAMENTE, LEIO EM TODAS AS MINHAS FÉRIAS DO TRABALHO E FACULDADE. AMO ESSE LIVRO DE PAIXÃO.

Jeanne Rodrigues disse...

Lú, parabens por ter todos os livros. Me deixou com inveja, branca viu?

Mmaria, eu peguei emprestado com uma amiga.
Procura no skoob e na estante virtual.

Fatima, obrigada pela visita. É bom saber que temos mais admiradoras do talento da autora.

Bjos,

Marcia Bia disse...

Estou lendo o livro e com 1/3 da história lida, minha impressão é que demorou um pouco para esquentar. E quando finalmente parece que a mocinha e o mocinho vão começar a se entender, é a vilã que acaba levando a melhor. Nesse momento, fiquei um pouco decepcionada!!!
Quando terminar de ler, espero poder dizer que gostei de quase tudo, porque até aqui o enredo está um pouco monótono.
Da mesma autora, li Uma Rosa No Inverno, que gostei bem mais, desde as primeiras páginas.

Marcia Bia disse...

Terminei de ler e adorei, apesar de notar que no decorrer da história a protagonista, Alaina, vai, de certa forma, perdendo um pouco a sua personaldade. No fim do livro, meu coração chegou a saltar forte, imaginando as cenas... Mas tudo deu certo e 'todos foram felizes para sempre'.
O livro tem alguns erros técnicos: Onde foram parar as chaves jogadas na cuspideira e que teriam impedido Cole de sair do banheiro? Ele saiu sem destrancar a porta... Onde foi parar o cachorro no final do livro?
Enfim, erros técnicos que podemos relevar.
O ponto crítico que vejo nessa autora, que me 'encantou', é que ela sempre deixa as heroínas à mercê de um eminente estupro. A autora as coloca como 'mulheres tão belas' que nenhum homem pode resistir a seus encantos. Ponto contra!
Enfim, um livro que melhora muito do meio em diante, quando começa a segunda parte.

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top