OS TAMBORES DE OUTONO de Diana Gabaldon



Tudo começou na Escócia, num ancestral círculo de pedras verticais. Um portal mágico, aberto apenas para poucos, que leva ao passado... Ou à morte
Contrariando todas as possibilidades, a inglesa Claire Randall sobreviveu à extraordinária viagem no tempo, não só uma, mas duas vezes. Sua primeira e acidental aventura a levou até os braços de Jamie Fraser, um atraente escocês do século XVIII, e a fez conhecer um amor que se tornou uma lenda – uma trágica paixão que culminou no retorno de Claire ao futuro para dar à luz a filha dos dois – Brianna. A segunda, duas décadas depois, os reuniu novamente no turbulento Novo Mundo, às vésperas da Revolução Americana de 1767.
No primeiro volume de Os Tambores de Outono, quarto livro da série Outlander, a escritora Diana Gabaldon retrata o duro cotidiano das colônias americanas. Um lugar ocupado por nativos em luta pela sobrevivência, negros escravizados e europeus em busca de fortuna e melhor sorte, como Jamie e Claire.
Enquanto isso, em outro período marcante da história, o ano de 1969, Brianna amarga a ausência da mãe, mas tenta esquecer o passado para poder se concentrar no futuro. Talvez ao lado de Roger Wakefield, a única pessoa no mundo capaz de compreender sua dor. A história de seus pais, no entanto, deixou cicatrizes que o tempo não poderá apagar e alterou de maneira definitiva sua visão sobre o amor. Seguir em frente sem olhar para trás não é tão simples quanto ela gostaria.
Roger Wakefield ficou fascinado pela história de Claire e seu grande amor por Jamie Fraser. Foi Roger o principal responsável por ajudar Claire a encontrar informações sobre o que aconteceu com Jamie, depois que ela o deixou no passado. E estas informações levaram Claire a tomar coragem para voltar ao círculo de pedras de Craigh na Dum.
Mais do que qualquer pessoa, Roger queria ser testemunha de um amor que pudesse ser grande o suficiente para sobreviver ao tempo e torceu para que Claire tivesse conseguido voltar para Jamie. A confirmação deste fato, no entanto, veio acompanhada de uma informação que colocará em risco a vida de Brianna e a sua própria. Roger acredita que o passado não pode ser mudado, mas Brianna parece não partilhar suas convicções.
No segundo volume do livro Os Tambores de Outono, uma nova e extraordinária fase da saga Outlander está prestes a começar.



No primeiro volume, vemos Jamie e Claire lutando para se estabelecerem na colônia da Carolina do Norte. Um lugar selvagem, intocado. Vemos como os desbravadores realmente trabalharam duro e com afinco para dominarem a natureza e a moldarem as suas necessidades. Jamie escolhe um terreno montanhoso, pois como um habitante das terras altas, ele necessita desse espaço, dessa topografia. Ele, Claire e o Jovem Ian trabalham muito e constroem sua fazenda praticamente do nada.

Enquanto isso, em 1969, vemos Brianna e Roger começarem um relacionamento com muita cautela e carinho. Brianna está muito magoada com a partida da mãe e dividida entre a lealdade a Frank e o desejo de conhecer mais sobre Jamie. Roger quer ajudá-la, mas ao mesmo tempo, teme perdê-la se forçar muito esse assunto.

No segundo volume, vemos Brianna e Roger empreenderem sua viagem ao passado. Seguem separados e a vontade de vê-los reunidos faz com que a leitura seja rápida e prazerosa. O reencontro dos dois é mágico e lindo. Mas, sendo ela teimosa como Jamie, acabam se separando novamente. Neste volume vemos também pai e filha finalmente se conhecendo. Um encontro emocionante.

Uma de minhas partes favoritas foi a interação entre Brianna e Lorde John. Os diálogos que travaram foram simplesmente deliciosos. Muito irônicos e carinhosos. É óbvio que existem muitas outras cenas memoráveis e inesquecíveis, e como sempre Diana Gabaldon nos mostra a realidade do século XVIII. Senti-me nas montanhas, vendo a fazenda surgir do nada, vendo a dificuldade da lida diária e o quanto a vida era dura, mas o quanto o trabalho recompensava.

Diana Gabaldon caprichou neste livro. Temos muitos encontros e desencontros, enganos e desenganos. O passado que volta a nos perseguir e as boas ações que voltam para os personagens em forma de traição e dor. Simplesmente divino!

6 comentários:

Driza disse...

Eu tb adorei a história.
A primeira parte é um pouco monótona, muitas descrições, muitas páginas que deixaram o livro um pouco chato, até demorei para ler. Mas a segunda parte, muito ao contrário, foi excepcional. Devorei as palavras na ânsia dos acontecimentos. Acho que a Diana poderia não ter sido tão má com Roger, ele sofreu demais.
São muitas as considerações que não cabem nesse pequeno espaço chamado comentário...
Livro nota 11.

bjs

Lili disse...

Estou ainda lendo a 1ª parte e realmente está devagar...Mas agora com o comentário de vcs, estou ansiosa para ler logo a 2ª parte. Depois deixarei meu comentário ;)
Bjs

Tathy disse...

Eu também adorei a interação entre eles. Realmente é um dos pontos altos do livro. Eu não gostei tanto de Tambores de Outono quanto dos outros, mas mesmo assim vale a pena entrar no universo de Claire e Jamie!

Lili disse...

Acabei de ler!! Já comentei a respeito dele em meu Blog. Adorei!!! A 2ª parte foi melhor, mais intensa, vc realmente fica ansioso para ver o reecontro de Briana e Roger. Como esse menino sofreu...tadinho...
Tivemos a mesma sensação Rê! Tb achei uma delícia os diálogos de Briana e John Grey, sabe...teve uma hora até que pensei que os dois terminariam juntos... Mas, foi com certeza melhor assim. Nos outros livros vamos esperar e torcer para a série ficar melhor e quem sabe rever personagens tão inesquecíveis como John Grey!

Bjs
Lili

Regina disse...

Lili,

Realmente Roger sofreu muito. E eu sofri com ele rsrsrs.
Não saber o que tinha acontecido e ficar esperando as revelações foram um martírio...Diana conseguiu fazer mistério mesmo. Minhas unhas foram para o espaço rsrsrsrs.

Espero mesmo ver John Gray novamente. Ri muito com ele e Brianna e me enterneci também.

bjs

Regina

Anônimo disse...

Gente, alguém sabe quando será lançado aqui no Brasil o quinto volume:The Fiery Cross??? Estou no final da 2ª parte do Tambores de outono e não consigo imaginar minha vida sem a continuação em minhas mãos.

Marcela

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top