KISS OF MIDNIGHT de Lara Adrian


Ele a observa através da multidão dançando no clube, um sensual estranho de cabelos escuros que mexe com as mais profundas fantasias de Gabrielle Maxwell. Mas nada nessa noite – ou nesse homem – é o que parece. Porque quando Gabrielle testemunha um assassinato na saída do clube a realidade se transforma em algo escuro e mortal. Naquele momento crucial ela é lançada em um reino que nunca pensou existir – um reino onde vampiros andam nas sombras e uma sangrenta guerra está para começar.
Lucan Thorne despreza a violência cometida pelos seus irmãos sem leis. Ele mesmo um vampiro, Lucan é um guerreiro da Raça (Breed), que jurou proteger seu povo – e os humanos, que nem têm consciência da ameaça - dos Rebeldes(Rogues). Lucan não pode se arriscar a se unir a uma mortal, mas quando Gabrielle se torna alvo de seus inimigos, ele não tem escolha a não ser trazê-la para o escuro submundo que comanda.
Aqui, nos braços do formidável líder da Raça, Gabrielle se confrontará com um extraordinário destino de perigo, sedução e desejos...


No universo de Lara Adrian, os vampiros são descendentes de exploradores extraterrestres que caíram em nosso planeta há muito tempo atrás. Esses exploradores eram selvagens e matavam indiscriminadamente numa carnificina que acabou com civilizações inteiras, pois o único alimento que os sustentavam era o sangue humano. Depois de tempos, descobriu-se que havia humanas com o DNA certo para engravidar desses exploradores e gerar os vampiros. Essas mulheres ficaram conhecidas como Breedmates (Parceiras da Raça) e eram reconhecidas por uma pequena marca de nascença de uma lágrima caindo sobre uma lua crescente. Através da troca de sangue entre os parceiros, as humanas podem viver tanto quanto os vampiros, sem envelhecer. Os primeiros vampiros, nascidos dos Exploradores, chamam-se Gen Um e são os mais antigos e poderosos da Raça. Restam poucos deles, pois como descendentes diretos dos Antigos, eles são vítimas mais fáceis da Sede que ataca a Raça e ou se tornaram Rebeldes ou se mataram procurando o sol.

Outra característica interessante dos vampiros é que eles possuem “tatuagens” (chamadas hieróglifos de pele) que mudam de coloração conforme seu estado físico e mental. Esses hieróglifos também marcam a geração de cada vampiro e são indicadores da idade.

Gabrielle é uma fotógrafa que não se sente bem no mundo em que vive. Apesar de ter amigos e uma carreira de sucesso, ela se sente sempre “fora” da realidade. Suas fotos revelam isso: geralmente são de lugares solitários e vazios, e nunca trazem pessoas, somente a natureza ou lugares abandonados.

Numa noite em que sai com amigos para ir a um clube, Gabrielle testemunha um fato brutal: seis brutamontes espancam um rapaz. Ela corre para pedir ajuda, mas ninguém presta atenção. Logo após ela descobre que esses homens tinham arrastado a vítima para um beco escuro e, praticamente o estavam retalhando como um bando de lobos famintos. Ela consegue tirar algumas fotos com a câmera do celular antes de fugir e denunciar o crime. Na delegacia ninguém acredita nela. As fotos estão escuras demais e o local do crime está limpo, sem nenhum vestígio do que ela narrou ter visto.

É quando surge Lucan Thorne. Ela julga que ele é um policial que a procurou para saber detalhes do crime. Mas na verdade, Lucan é um vampiro Gen Um, e um guerreiro. Os brutamontes que ela tinha visto eram vampiros Rebeldes – aqueles que têm sede de sangue e matam indiscriminadamente e com violência para saciar seus desejos. Lucan os havia eliminado e limpado o local de quaisquer vestígios, por isso a polícia tinha se recusado a acreditar em Gabrielle.

Lucan e Gabrielle se sentem atraídos. Mas essa atração se revela um perigo, pois Gabrielle é uma Breedmate (Parceira da Raça) e Lucan não quer nem precisa de uma companheira agora. Não quando se descobre que os Rebeldes estão com um novo líder e que estão se unindo para enfrentar não só a Raça, mas também para escravizar os humanos. E essa guerra está só começando.

Esse é o primeiro livro da série, e é excelente!

5 comentários:

Driza disse...

Oi Rê,
suas descrições do livro me arrepiaram, deve ser bom demais!!
Embora eu não seja muito chegada numa "carnificina" (rss), Lucan e Gabrielle parecem aquecer nossos corações!!
bjs

Vivi Bastos disse...

Aonde é que Regina arruma tantos vampiros assim? Virou uma caçadora de responsa!...rs

Bjs

Regina disse...

Driza,

Lucan e Gabrielle são maravilhosos mesmo, e a única carnificina acontece quando ela presencia o assassinato (cena muito forte mesmo).

Vivi.

Acredita que eu detestava livros de vampiros? Achava tudo muito igual... Ledo engano, cada série é diferente da outra. Estou acompanhando 04 séries de vampiros e tenho mais uma para começar.

bjs

Jeanne Rodrigues disse...

Regina,

Minha querida "fonte" de vampiros TDB....

Eu tbm nao gostava de livros "sobrenaturais" mas vc me fez virar a casaca....Culpa sua...

Quando tiver livrinhos assim traduzidos, manda pra mim..Please...

O livro parece ser delicioso...

Bjos,

Monique disse...

Poxa... Alguns desses eu li, mas outros eu simplesmente não consigo achar... Que tal uma ajudinha?
Bjs

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top