As joias de Manhattan – Carmen Reid

Sinopse: Como todos os planos malucos, este foi planejado em um guardanapo de papel. 1. Roubar joias fabulosas 2. Vender as joias por milhões 3. Viver feliz para sempre Era um plano brilhante e parecia tão simples... depois de ter tomado vários coquetéis. Não era tão simples assim... se nunca roubou nada antes e se namora um policial. As três irmãs Jewel, Amber, Sapphire e Em, foram para Nova Iorque em busca da vida perfeita. Mas precisam roubar seu sonho? Ou vão conseguir resistir à tentação? Um conto romântico, maravilhoso e cintilante para quem já sonhou em ter uma vida mais brilhante.



 - - * - -

Comecei a ler esse livro esperando encontrar momentos de diversão e realmente ele cumpriu seu papel no começo. Porém, lá pela metade da história eu estava morrendo de tédio. Como ele estava chato. Pensei diversas vezes em abandonar a leitura ou ir direto para o final só para saber como terminava. Mas, ainda bem que insisti! Passados os momentos de apresentação dos personagens e construção da trama, ele realmente ficou bom demais e me vi lendo com ansiedade, sem conseguir parar nem para comer.

Amber, Sapphire e Em são três irmãs texanas, com nada em comum na aparência, nem na personalidade, mas que vivem juntas em Nova York, se amam e são verdadeiras companheiras uma das outras. Elas estão sem dinheiro e a beira de serem despejadas, e como se isso não bastasse, Amber fica desempregada. 

Logo no início da história, Amber e Sapphire presenciam um assalto a mão armada em uma loja de joias e quem aparece para cuidar do caso é o detetive bonitão Jack Desmoine. Ele vai conquistar o coração de Amber e também não ficará imune aos encantos dela. Jack é muito competente no trabalho e... no romance. Um fofo! O cara perfeito.

A irmã mais nova e mais sonhadora, Em, queria ser atriz e ao perceber que não levava jeito para o ofício trocou essa ideia por outra muito mais ousada: ela quer roubar as joias que irão a leilão no trabalho de Sapphire e, assim, tornar-se milionária para nunca mais ter que trabalhar. E para isso ela conta com a ajuda das irmãs. Mas outra pessoa tem a mesma ideia e uma confusão será armada ao colocar o plano dele em prática.

De uma forma inesperada e para não serem presas, Amber e Em terão que fugir do país, mas e Jack? O namoro estava indo tão bem, com promessas de futuro, mas um detetive e uma ladra nunca poderão ficar juntos, não é mesmo?

Foi isso que me prendeu na leitura. O romance de Jack e Amber é uma delícia de ler e, quando ela tem que fugir dele é de cortar o coração. E eu não pude mais largar a leitura até saber se tudo terminaria bem para eles e se aquela promessa de futuro se realizaria.

Destaque para um diálogo a parte que aparecia em cada início de capítulo. Era uma rápida troca de palavras entre uma tal Lauren e uma tal Betty, três travessões no máximo, mas carregado de humor. Algo assim:


- Ele disse que a levaria para as Bahamas no aniversário dela.

- Que Pena!

- Eu sei, ela espera que ele a levasse a Cartier.


Aparentemente essas duas não tem nada a ver com a história contada no livro, mas a autora foi genial na forma como as inseriu na trama. Foi uma surpresa muito boa.

Enfim, eu recomendo. Tudo bem que me entediei com as 100 primeiras páginas, mas valeu muito a pena ter um pouco de paciência. No final o saldo da leitura foi maravilhoso .

7 comentários:

Livroterapias disse...

Amei o estilo desse livro!
Muito legal a resenha... Vontade de ler!
Beijinhos
Rizia - Livroterapias
http://livroterapias.blogspot.com.br/

Marcia Noto disse...

Oi, Driza!

Eu já estava namorando esse livro há um tempinho, mas resolvi esperar alguém fazer uma resenha! Ainda bem que eu sempre dou uma passadinha por aqui, adorei os comentários!
Dica anotada para minhas leituras de 2013.

Bjs

Patricia Cardoso disse...

Olá Driza,
não gosto muito de chick-lit, mas, a sua ótima resenha, me deu vontade ler este. Bjs!

Leninha - sempre romantica disse...

Tem livro que não pega logo de cara, ainda bem que nunca desisto, alguns me surpreendem e esse pelo jeito irei gostar!

CCHOCETANDO disse...

Minha filha leu um livro que chama A Garota Americana,e ficou bem entediada no começo também,mais depois adorou...
É sempre bom insistir em uma leitura eu penso,porque depois que lemos e vemos como é boa ficamos tão contentes,e se é ruim e continua sendo ruim,a conclusão é que é ruim e saberemos disso para próximas obras dos autores estarmos atentas!
"As joias de Manhattan" gostei da sugestão e prentendo le-lo também.
beijos,Cristina.

Mariane BP disse...

Oi!!!
Puxa esse é um dos gêneros que eu mais gosto de ler!
Os livros são divertidos e mais leves... rsrs
Com certeza vou adicionar na lista!
Até +

Mag Silva disse...

Adoraria ler esse livro... antes de ler a resenha fui a uma livraria e me apaixonei pela história...

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top