Fifty Shades of Grey de E L James



Quando a estudante de literatura Anastasia Steele entrevista o bem sucedido empresário Christian Grey, ela o considera muito atraente e profundamente intimidador. Convencida de que o encontro de dois saiu terrivelmente errado, ela tenta tirá-lo de sua mente – até que ele aparece na loja onde ela trabalha meio período e a convida para sair.
Altruísta e inocente, Ana fica chocada ao ver que quer esse homem. E, quando ela a avisa para manter-se distante, apenas o faz quero-lo mais.
Mas Grey é atormentado por demônios internos, e consumido pelo desejo de controlar. Enquanto eles embarcam em um caso de amor passional, Ana descobre mais sobre seus próprios desejos, bem como os desejos obscuros que Grey mantem escondido longe do olhar público...


Esse livro é o assunto do momento nos EUA – e está chegando ao Brasil! Fifty Shades está em primeiro lugar em vendas nos Estados Unidos já há algum tempo e foi tema de muitas reportagens – algumas até muito pejorativas ao gênero romance e às mulheres que o leem (como se só mulher lesse romances...) – e vem movimentando não apenas o mercado editorial, mas toda uma discussão sobre o tema BDSM e romance erótico.

O livro, que originalmente começou como uma fanfic sobre a saga Crepúsculo, traz a história de Anastasia e Christian e o modo como eles se conhecem e vão se envolvendo. O relacionamento dos dois não é fácil, pois Christian tem desejos muito diferentes de outros homens e Ana é uma menina inocente (e por inocente leia-se virgem) e já cai em um mundo totalmente desconhecido e assustador. Mas mesmo essa diferença não é capaz de afastá-los e ele se veem cada vez mais atraídos um pelo outro.

Sinceramente não vi muita semelhança entre Edward e Bella e Christian e Ana (se bem que só li um livro na saga Crepúsculo, e foi o primeiro), a não ser o fato de que achei a Anastasia (bem no comecinho da história) tão sem sal quanto a atriz que interpreta Bella no cinema. Eu tinha lido em um grupo de que faço parte de que estavam cogitando que essa atriz – Kristen Stewart (?) – para o papel de Ana no cinema e isso me prejudicou – e muito – a leitura, pois só conseguia imaginar a personagem com aquela cara de boba sem expressão! E olha, demorou até eu conseguir tirar essa imagem da cabeça e começar a perceber outros aspectos de Ana e deslanchar na leitura.

O livro é bem interessante, mas quem, como eu, já leu Shayla Black e Maya Banks não vai achar algo assim tão "pesado" no lado do BDSM e cenas hots. Claro que quem estiver começando a ler esse assunto pode se assustar um pouco, principalmente ao se aprofundar no relacionamento Dominação/submissão e a noção de recompensa/castigo. Mas a história tem uma "pegada" bem legal e traz um humor bem gostoso – Ana vive descrevendo as cenas em sua cabeça e divide as sensações entre sua "Inner Goddess" e seu subconsciente e as descrições são super bem articuladas e consistente com o que ela está sentindo no momento. Fora que a "deusa interior" é um dos personagens que me agradou muitíssimo. Ela é uma verdadeira figura! Eu gostei muito dessa conversa interior e achei uma forma muito criativa de mostrar os sentimentos da personagem. 

Christian é um herói que demorou a me conquistar. Ele já avançou muito em meu conceito e creio que no decorrer da trilogia vou acabar completamente apaixonada por ele! Por enquanto, estou torcendo muito para ele superar algumas dificuldades e se abrir mais com Ana. Acho que o fato de o livro ser narrado por Anastasia prejudica um pouco a compreensão completa de Christian. Eu senti muita falta em saber o que ele realmente pensa e sente e não ter somente as impressões de Ana nesse assunto. Ao mesmo tempo, esse tipo de narração vai nos aproximando de Ana e mantendo o mistério que é Grey e, como ela, queremos mais e mais informações do discreto e misterioso empresário.

Ana me irritou um tantinho. Ela é muito insegura e eu tinha a impressão que a cada passo para frente que ela dava, voltava dois pra trás com seus receios e medos. Tinha horas que eu queria dar um empurrão nela e falar "você tem que se decidir!!!!", pois não aguentava tantas idas e vindas e o modo como ela tinha medo de se entregar ao que realmente queria, de tentar e ver se iria ou não gostar do que Christian propunha. Mas claro que esse jogo é que faz e movimenta a história e vai prendendo a atenção do leitor.

No geral, gostei muito do modo com E L James vai nos conduzindo no decorrer da história e já estou louquinha para começar o segundo volume e ver o que vem pela frente...

22 comentários:

Vall Knopp disse...

bem... confesso que livros de cunho erótico já não fazem mais parte de minha lista de prediletos. Mas essa trilogia está tão badalada que dá vontade de ler e a tua resenha me deixou com esse quê a mais para saber exatamente o que significa essa nova forma de "Julias e Sabrinas" que li muito em minha adolescência. É uma pedida! Vou esperar o lançamento.

kika disse...

adorei...... esta na minha lista de proximas compras......... parabens pela resenha......

Juliana Vicente disse...

Como você disse para quem já está acostuma a leitura de Elloras e similares não vai achar que esse livro traz muita novidade.

Não vai entrar na minha lista de desejados, mas caso me depare com ele vou dar uma chance a leitura.

Beijos

Leninha - sempre romantica disse...

To doida nessa série... Quem não está não é?
Assim que chegar às livrarias eu vou comprar.
GOSTEI DA RESENHA, ACHEI QUE A HISTÓRIA VAI BOMBAR NA BLOGOSFERA LITERÁRIA.
Aguardando ansiosa o lançamento!

Paula Alves disse...

Já estava na minha lista de desejados e agora depois dessa resenha, só aumentou minha vontade de ler.

Karla Costa disse...

Adorei a resenha!!!
Este livro já estava na minha lista de desejados e agora que li sua resenha, ele e suas continuações já estão mais que cotados para serem os próximos a serem adquiridos.

Sparks disse...

Olá!
Tem um selinho no meu blog!

Atá à próxima!

Encantos entre Linhas

Aline disse...

Enfim, uma resenha de quem entende o papel feminino atual, a modernidade e não se apega a chavões do tipo Cinderela, Bela e Fera, e desvaloriza a literatura romântica simplesmente por não entender. Resenha de "mulher para mulher", falando do livro em si, que é o que nos interessa (e não da condição feminina na visão machista.)

Parabéns Rê. Adorei sua resenha.

O livro, não sei ainda se vou ler...

Bjs

Aline

Driza disse...

Oi Re,

parabéns pela resenha, vc sempre consegue transcrever muito bem sobre os livros, nos dando uma ótima visão do que a leitura oferece.

Mas não leria esse livro não. Pelo menos não enquanto tivesse outros livros para ler.

beijão

Patricia Cardoso disse...

Olá Rê,
mais um livro que parece muito bom, mas, ainda não lançado no Brasil. Bjs...

Thata disse...

É bem verdade que são as mulheres que mais leem romances! Como isso fosse coisa "só de mulherzinha"...

Bjs

Marcia Noto disse...

Olá, Regina!

Eu vi a critica desses livros na Revista Veja e tinha ficado interessada. Agora com o seu post, eles já entraram na minha lista.
A boa notícia é que o lançamento aqui no Brasil não vai demorar...
Parabéns pela resenha!

Bjs!

Patty Viana disse...

Estou na dúvida se leio ou não esse livro; mas acho que vou acabar lendo nem que seja só por curiosidade. Pôxa Regina, agora quem não vai tirar aquela cara de boba da Kristen Stewart da cabaça enquanto estiver lendo o livro sou eu! kkkkk

Adriana disse...

Oi Rê! Já tinha lido alguns comentários sobre esse livro e as discussões que ele estava causando. A par de tudo isso, é muito preconceito achar que somente os homens podem dar vazão à sua sexualidade através de publicações eróticas (vide Playboys e outras)!
Não sei se me interesso mais por esse tipo de leitura, está um pouco fora do que vem me agradando ultimamente, mas para quem gosta, o respeito deve ser mantido, e parece uma boa leitura!
Parabéns pela resenha!
Bj!

Jeanne Rodrigues disse...

Rê,

quero mto ler esse livro pra entender ou não pq ele tá sendo tão comentado.

ja vou ler achando que não é tão bom, pela sua resenha.

existe mto mkt em torno dele, mas...vou ler...

gosto do genero.

Parabéns pela resenha.

Bjos,

Milene Araujo disse...

Gostei bastante do livro...tem muitos pontos e conflitos da Saga Crepúsculo...com abordagem diferentes exemplo:Bella não pode ter muito contato físico com Edward porque ele é muito forte e gelado já neste livro o personagem Christian Grey não permite que o toquem em certas partes porque sofreu abusos na infancia e tem muitos outros pontos que só quem leu os três livros da Saga percebe!!! Mais deixo claro que o tema é muito diferente é um livro com cenas eróticas...e que aborda conflitos interessantes!!!

Milene Araujo disse...

Gostei bastante do livro...tem muitos pontos e conflitos da Saga Crepúsculo...com abordagem diferentes exemplo:Bella não pode ter muito contato físico com Edward porque ele é muito forte e gelado já neste livro o personagem Christian Grey não permite que o toquem em certas partes porque sofreu abusos na infancia e tem muitos outros pontos que só quem leu os três livros da Saga percebe!!! Mais deixo claro que o tema é muito diferente é um livro com cenas eróticas...e que aborda conflitos interessantes!!!

Milene Araujo disse...

Li os três e gostei!!

Sonia disse...

O livro parece interessante, já que não costumo ler livros Hot, apesar de este ano está participando da Maratona Hot.
Vou esperar o lançamento e ai eu decido se vale a pena ou não.

soniacarmo
retalhosnomundo.blogspot.com

Cali disse...

Oi Rê!! Não conhecia ainda o livro,mas agora tô super-curiosa...já procurei mais informações e todo mundo comentando...tenho q ler. Parabéns pela resenha, tb no iníceio da série Crepúsculo, achei a Bella bem sem graça, mas acabei me apaixonando pela saga, então deixei esse detalhe de lado. Espero q seja assim tb c essa trilogia...bjsssssssss

Sweet-Lemmon disse...

Eu li e achei fraquíssimo. A escrita da EL James é ruim demais. Pra mim, valeu só pelo sexo memso, rs. E olha que ainda prefiro os Ellora da vida. Pelo menos são mais baratinhos! :P Espero que com esse sucesso todo ao menos teremos mais publicações "mais adultas" aqui no Brasil.

Bjos!
Thaís
http://umaconversasobrelivros.blogspot.com.br/

Vall Knopp disse...

li a trilogia e ameiiii.... encantada! é o termo mais correto!

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top