Antes de Dormir - S.J. Watson



"Todas as manhãs, Christine acorda sem saber onde está. Suas memórias desaparecem todas as vezes que ela dorme. Seu marido, Ben, é um estranho. Todos os dias ele tem de recontar a vida deles e o acidente que tornou Christine uma amnésica. Encorajada por um médico, ela começa a escrever um diário para ajudá-la a reconstruir suas memórias, mas acaba descobrindo que a única pessoa em quem confia talvez esteja contando apenas parte da história."


Suspense fascinante, história muito bem contada, detalhes e reviravoltas impressionantes. Há tempos um livro não me surpreendia tão positivamente, ainda mais por ser de um autor desconhecido, em livro de estreia. Lembrou-me a escrita perfeita de Lionel Schriver. Aliás, a tradução desse livro está incrível.

A história de Christine é muito complicada. Ela não se lembra de nada. Ao acordar, precisa ser relembrada de toda a sua vida até o presente. E, ao dormir, esquece tudo novamente. Uma rotina que vem se repetindo há anos. Ao menos, é o que ela ouve do paciente marido. 

Ela acorda sem noção de sua idade, seu tamanho, seu rosto. Na maioria dos dias, não sabe que está casada. Chega a acordar sentindo-se criança. Sua vida recomeça do zero todos os dias. Sentimos a angústia, o desespero e o terror psicológico de Christine a cada vez que ela percebe que não é mais a mesma,  nem sabe quem é e o que já fez. Sua mente está em branco. Seu passado é contado do ponto de vista do marido. E só. Ela não tem famílias, amigos, sua vida resume-se realmente a um dia de cada vez.

Um médico, interessado no seu caso clínico, a procura e sugere que ela escreva um diário com todas as suas experiências e eventuais memórias ao longo de um dia, na esperança que ela reconstrua uma sequencia lógica de lembranças e possa retê-las na mente por mais tempo. O efeito do diário é devastador e libertário. Como uma tempestade, um furacão, o diário se revela a única forma que Christine tem para refletir, questionar. Será que a vida é mesmo como lhe contam? Seu passado é real ou fantasia?

Acreditei que ia cansar das repetições, dos despertares atordoados, da mesma história contada várias e várias vezes. Mas, percebi que o autor teve a intenção de nos colocar na mente de Chris, proporcionar as mesmas sensações, a mesma ansiedade pelas descobertas ao longo das páginas. 

Uma história envolvente e absorvente. Recomendo para quem gosta de suspenses psicológicos surpreendentes, daqueles que não podemos largar até o final.


25 comentários:

Vall Knopp disse...

me lembrou o filme: Como se fosse a primeira vez com o Adam Sandler. Só que aqui não é romance e sim, suspense. Interessante. Mas não sei se o leria. Até por que, li um recentemente, Antes que eu vá, de Lauren Oliver que faz bem isso, uma repetição muito semelhante a esta história até a personagem entender sua vida. Me cansou um pouco, sinceramente e me parece que este também me cansaria. Posso estar enganada!

Marcia Noto disse...

Olá, Aline!

Adorei a resenha, estou na minha fase de livros de suspense, então esse já entrou para a minha lista!

Bjs e bom final de semana!

Pri C. Figueira disse...

Olá,

Hummm... já gostei! ;)Gosto de suspenses, daqueles que nos prendem até o final e ainda conseguem nos surpreender.
Não lembro de ler nenhum livro nesse segmento, mas é um dos meus estilos de filmes preferidos... Supense psicológico, a gente acha, acha, mas o final é sempre diferente do que se imagina!

Fiquei com vontade de ler!

Bjus, até logo.

kika disse...

adoro o filme como se fosse a primeira vez........ é parecido com esse livro...... parece bem interessante......

bjuxx

Aline disse...

Pessoal,
Obrigada pelos elogios.
O livro não tem nada a ver com esse filme, a não ser a amnésia.
Bjs

Gabriel Molina disse...

muito bom o livro! alem do que vão lançar um filme que já esta sendo gravado com uma atriz super conhecida (que eu esqueci o nome :/)

Rafaela

Thata disse...

Já tinha lido antes uma resenha e achei muito interessante. Agora mais um resenha dessas!!!Quero muuuuito ler!! Um suspense desses parece daqueles que nos faz sentir também "sem memória", sentindo medo e outras boas emoções.

Faz um promo dessas!!!

Bjs

ideiasdamine disse...

Oii! Já assisti Como se fosse a primeira vez e também lembrei da estória.. hehe
Mas achei bem interessante a tua resenha.

Parabéns pelo blog!
Beijos

Michele B. disse...

oi,
li esse livro, mas infelizmente não me preendeu.

http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

bjos

Leninha - sempre romantica disse...

Achei incrível o mote desse livro e amei a resenha.
Preciso ler esse livro.
Que capa linda!
Anotado na miha enorme lista de desejos!

Juliana Vicente disse...

Quero muito ler esse livro.

Adorei a resenha, me senti agoniada em pensar que existem pessoas que realmente vivem dramas parecidos com os retratados no livro.

Beijos

Driza disse...

Uau, Aline,

que bom saber desse livro. Não o conhecia, nem o autor, mas com essa resenha não tem como não se interessar.

Uma trama bem diferente do que estamos acostumados a ler por aí. Quero ler.

beijão

Patricia Cardoso disse...

Olá Aline,
adoro esse tipo de livro, e com o seu post, ele entrou correndo pra minha lista de desejados. Bjs...

Jeanne Rodrigues disse...

Aline,

o final é surpreendente? eu fiquei aqui matutando e gostaria q vc me esclaresse...kkkk
tem um misterio? o marido não tem nada de bom? kkkk

ai, sera que eu quero mesmo saber?

deu vontade de ja começar a leitura e vasculhar na net toda a historia...kkkkk


Bjos,

Sonia disse...

Vi o filme Como se fosse a primeira vez e ainda não li Antes que eu vá. E já entrou na minha lista Antes de Dormir.

Se referem ao mesmo tema, mas é interessante ver como em cada um é a amnésia será tratada.

soniacarmo
retalhosnomundo.blogspot.com.br

Patty Viana disse...

Eu também lembrei do filme logo de cara, mas deu pra perceber que são abordagens bem difentes do mesmo tema. Parece bem intessante, mais ainda se o livro conseguiu não ser chato com as repetições.

Carol disse...

Estava em busca de sugestões p/ ler e me deparei com esse blog que adorei logo de cara!! Encontrei aqui o que procurava! As histórias de suspense são as minhas favoritas e a leitura da resenha desse livro me deixou bastante curiosa e ansiosa p/ conferir essa história. Já providenciei o livro e vou iniciar a leitura assim que terminar o que já está em andamento. Quando terminar posto aqui a minha opinião sobre ele =)!

Um super parabéns p/ vcs, meninas!

Beijo grande
Carol

Renata D´Carpe disse...

Vocês postam trechos dos livros?
A Driza esteve em meu blog ( http://paraqueservemosdias.blogspot.com.br/)
Deixou um recado lá, mas não consigo acessá-la para agradecer a visita, o carinho.
Fica aqui meu agradecimento e o convite para visitar o blog sempre que desejarem!

Renata D´Carpe disse...

Vocês postam trechos dos livros?
A Driza esteve em meu blog ( http://paraqueservemosdias.blogspot.com.br/)
Deixou um recado lá, mas não consigo acessá-la para agradecer a visita, o carinho.
Fica aqui meu agradecimento e o convite para visitar o blog sempre que desejarem!

Cali disse...

Tb lembrei do filme: como se fosse a primeira vez...mas esse aqui tem mistério, suspense, e a capa então? Com esse olho...dá impressão q estão vigiando....rsrsrs. Gostei da resenha, é instigante.

Carol disse...

Acabei esse livro hoje e achei incrível!!Durante boa parte da história fiquei com medo do final ser previsível demais, cheguei a estar certa de que seria rsrs...mas o final, como todo bom livro de suspense, acabou sendo surpreendente. A história prende do começo ao fim, e realmente, como foi muito bem colocado pela Aline, a gente sente a angústia e ansiedade da personagem o tempo todo!! Sofri e comemorei com ela cada nova lembrança, descoberta...valeu muito a pena =)!! Obrigada pela indicação ;D!!

Bjos

Aline disse...

Carol,

Que bom ter lido e gostado!
Um dos melhores livros de amnésia.
Vai virar filme com a Nicole Kidman.

Bjs

Leninha - sempre romantica disse...

Tive que voltar para agradecer!
Peguei a dica desse livro aqui no chá, li e me apaixonei perdidamente.
Um livro surprreendente, me senti uma amnésica junto da Chris, desconfiei do Ben desde a primeira página, mas aquele final, uau, foi de deixar o coração em desequilíbrio.

Valeu a dica, amei!

Aline disse...

Jê,
O livro tem um mistério "cabeludo"!!!

Leninha,
que bom ter lido e ficado tão envolvida como eu.

Bjs

Ivi Campos disse...

Esse lance de amnésia é algo bem louco... esquecer de si mesma e tudo o que isso representa é algo inimaginável. deve ser um sofrimento intenso acordar e não saber quem se é ou que se é... QUERO LER!!!

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top