Carolina se apaixona - Federico Moccia

Carolina tem catorze anos de idade. Vive um momento mágico em sua vida. As amigas, sempre por perto. E os sonhos, quantos sonhos! E há os primeiros beijos roubados no escurinho do portão. E sempre aquela música que surge no momento certo. Festas, escola, brincadeiras, mas também existem as provas e outras coisas de gente grande. A avó é maravilhosa e sabe enxergá-la bem longe, lá no fundo de sua alma. Sobre o amor? O que se sabe? O que se vive? Como é realmente o amor? Talvez ele tenha os olhos de Massimiliano? O amor é aquilo? Quem sabe... Mas Carolina perdeu o celular, e com ele tudo o que sabia sobre o rapaz. Mesmo assim, ela não tem dúvidas de que conseguirá reencontrá-lo. Enquanto isso, sonha chegar bem perto da nuvens. E a vida transcorre sem preocupações. Entre as aventuras de cada dia e as sombras do convívio familiar não paira nem de longe a suspeita e a desconfiança. O seu coração está sempre acelerado a cada afeto que se abre e se transforma em esperança pelo futuro. E há uma estrada infinita diante dela que convida a seguir caminhos desconhecidos. Carolina está pronta para ser feliz.

Prestes a completar 18 anos tenho lido livros cujos personagens são mais velhos do que eu, mas com o titulo do livro e com a indicação da minha mãe que, esse autor é o mesmo de Três metros acima do céu que ela adorou, foi impossivel não desejar ler esse livro.

Aos 13 anos, Carolina mora em Roma (pausa:minha tia também mora lá, e quero muito um dia conhecer) e está vivendo momentos de muita emoção. A cada momento ela pensa estar apaixonada por um garoto diferente. Tem 2 grandes amigas e se diverte muito com elas, um casal de irmãos mais velhos e um pai que mesmo ela reclamando deixa ela ir nas festinhas. E uma mãe super legal.

O livro é dividido em meses, e não em capitulos e relata o momento único que é a adolescência, um periodo de descobertas e sentimentos a flor da pele.

Não consegui me identificar com a personagem, uma hora ela era muito bobinha, outra era toda pra frente. Não fui assim na adolescência e acho que não serei.

Achei uma leitura meio confusa em alguns momentos e, ainda assim, insisti na leitura para ver se algo acontecia que me fisgasse, só que terminei a leitura sem sentir o frisson que sinto quando leio alguns  livros. Será que estou me sentindo muito adulta e por isso não adorei?

Talvez não estivesse preparada para lê-lo nesse momento ou deveria ter conhecido primeiro outro livro do Federico. Vou ler outro livro do autor para tirar essa impressão assim que der.

Dayane é uma estudante de quase 18 anos. Tem como passatempos favoritos: ler, ouvir música sertaneja e navegar na internet (não necessariamente nessa ordem!) Ultimamente tem devorado todos os livros sobrenaturais que encontra e esses são o seu estilo de livros preferidos. Sua mãe é a Jeanne e, sempre que puder, vai vir relatar um livro que tenha lido.

19 comentários:

Thata disse...

Huuum, acho que não leria esse livro...Somado a essa de não ter um bom clímax...
A capa é boa. O título logo chama a atenção.
Também acho que tem acontecido comigo a mesma coisa. De tanto ler livros ""adultos"" (mais aspas ali, por favor!) esses romances adolescentes não tem me convencido não...

Bjs

Leninha - sempre romantica disse...

Dayane, com certeza o livro não te pegou!
Mas não entra nessa de que ta adulta demais para esse tipo de leitura, isso é fase, vc vai ver.

Mas olha, não vou ler esse livro, eu ainda mais adulta que você sinto que não vou gostar. kkkk

Que bom que você não foi uma adolescente assim como a Carol, eu tenho uma em casa e to penando, kkk

Gostei muito da sua resenha, espero ver você mais vezes aqui no Chá!
beijão!

Regina disse...

Dayane,

Eu também penso que, às vezes, um livro chega a nossas mãos e não é o momento certo para ele! Quanto a ser muito adulta, não creio, porque eu leio YA toda hora e adoro e sou muiiiiito mais velha que você rsrsrsrs. Eu acho que um livro que inspira paixão independe da idade para o qual foi concebido, mas não de uma boa história e pode ser isso que faltou aqui: uma boa história que lhe falasse ao coração!

Eu nunca li nada desse autor, apesar dele ser super bem recomendado... Vamos ver se me aventuro.

bjs

Patty disse...

Já li alguns elogios a esse livro, e sempre dizem que é legal. Acho que a sua idade contribuiu sim, pelo que eu entendi não é que vc tenha achado o livro ruim, é só que ele tão te prendeu, talvez justamente por Carolina ter dúvidas e incertezas que vc não tem mais.

kika disse...

gosto muito de livros assim..... mas esse realmente não me chamou a atenção...... quem sabe o proximo.........

kika disse...

concordo com a regina...... tem livros que lemos desde pequenas e ainda hj tem sempre alguma ocisa nova pra descobrir nele.......

Juliana Vicente disse...

Day, Federico é um autor que você ama ou odeia, seu estilo de escrita é diferente de qualquer outro autor que eu já tenha lido, eu pessoalmente adoro seu estilo e estou ansiosa para ler esse livro que está esperando sua vez entre os tantos que tenho para ler.

Gostei de ver você por aqui.

Beijos

Driza disse...

Dayane, eu adoro esse autor e como ele tem crédito eu quero muito ler esse livro. E olha que eu já passeio muito dos 18 anos rssss.

Adorei sua resenha pela sinceridade de seus sentimentos. Parabéns pela atitude.

bjão

Paula Alves disse...

Desde que vi esse livro, ele não me chamou a atenção. E olha que eu amo esse tipo de leitura.
Como você Dayane, tô numa fase mais "adulta". rsrsrs
Ótima resenha.

bestclipes disse...

Eu acabei de encontrar esse blog e estou apaixonada. Tudo o que eu sempre quis em um blog está aqui. Sou uma leitora nata e parece que encontrei o meu lugar! Vou sempre vir aqui e essas promoções são lindaaaas! Obrigadão por proporcionarem um ambiente como esse. Beijão!

Vall Knopp disse...

os sentimentos de adolescentes são sempre altos e baixos, idas e vindas, tudo muito confuso. Até bem pouco tempo atrás eu tinha um diário que tinha nomes e mais nomes de "amores" juvenis! Quanta lembrança boa de se apaixonar eternamente,diariamente. Gostei do livro! :)

Jeanne Rodrigues disse...

Meninas,

a Dayane agradece todos os comentários e manda beijos.

bestclipes, obrigada, vc fez as Meninas do Chá felizes.

Bjos,

Ivi disse...

O fato é que me pergunto como vivi tanto tempo sem ler este blog? Não sei, sinceramente não sei!!! Já tem muito tempo q fui uma adolescente como a personagem do livro, porém, ao ler esta snopse, voltei 20 anos na linha do tempo aminha vida e me identifiquei no ato. Muito interessante!!!

Marcia disse...

Eu só li um livro desse autor, e também acho que não era o momento certo, pois apesar dos ótimos comentários não gostei muito.
De qualquer forma, vou deixar registrada essa indicação!

Bjs,

Marcia

Cali disse...

Dayane,vou fazer minha, as palavras da Leninha :"não entra nessa de que tá adulta demais para esse tipo de leitura", eu tenho me surpreendido bastante com leituras assim. Esses dias peguei um livro antigão meu:O Diário de Biloca...li na adolescência, mas me marcou e quando folheio, revivo tudo...mas existem livros q não nos chamam atenção, q não prende...deve ter sido isso q aconteceu com vc. Mas gostei muito da sua resenha.Espero ver mais... Parabénsssss!!!! bjjssss

Patricia Cardoso disse...

Olá Dayanne,
que ótimo ter a sua resenha aqui no blog, e Parabéns pela resenha, ficoú muito boa. E com isso passarei bem longe deste livro. Bjs...

incompiuta. disse...

O Federico tem um estilo bem característico de escrever, acho que por isso algumas pessoas acabam não pegando o embalo dos livros, normalmente são meio parados e meio poéticos hahaha

Eu gosto muito de todos os livros dele, espero que goste desse tbm (:

Marcia Noto disse...

Olá, Jeanne e Dayane!

Eu terminei de ler esse livro e achei uma gracinha!
Provavelmente é porque já faz um tempão que passei pela minha adolescência, e o livro me trouxe boas lembranças. Do tempo em que eu andava pelas ruas sozinhas, conversava com estranhos, não me preocupava tanto com a segurança.
E também porque me lembrou das minhas paixonites e as besteiras que fazia em nome do "amor"... (entre aspas, pois o que eu sabia sobre isso com 13 anos?!)
Foi uma ótima leitura, principalmente porque ganhei esse livro de vocês!
Bjs!

CCHOCETANDO disse...

É bonitinho,ainda não li nenhum livro do escritor realmente,mas vou procurar saber mais,já que eu não o conhecia!
beijos,
Cristina.

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top