A Rainha Herege - Michelle Moran


Um devastador incêndio no palácio matou toda a Família Real da 18ª Dinastia - todos com a exceção de Nefertari, a sobrinha da famigerada rainha Nefertiti. A família está marcada como herege, e ninguém no Egito pronuncia os nomes de seus integrantes. Na corte, Nefertari é uma princesa esquecida, desimportante, cujo futuro é uma incógnita. Até que se torna protegida da irmã do faraó e é levada para o Templo de Hátor e educada de acordo com o que se espera de uma futura rainha. Quem emerge de lá é uma nova mulher, que imediatamente conquista o coração do príncipe herdeiro do Egito. Mas esta é uma união a que toda a nação se opõe, devido à herança maldita de Nefertiti. É em meio a um cenário de grande instabilidade política que Nefertari subirá ao trono, como esposa do faraó Ramsés II. Ao casal, o futuro reservará guerras, conquistas e o confronto com um líder escravo chamado Ahmoses, que planeja levar seu povo para fora do Egito. Trata-se de um olhar sobre a 19ª Dinastia do Egito e uma mulher que precisou vencer a ira do povo para governar sua terra.

_____//_____

Esse livro foi uma grata surpresa! Nerfetari me conquistou com sua inteligência, seu amor por Ramsés e por sua personalidade marcante.

Nefertari é um princesa sem importância alguma para a casa real do Egito. Sua família era a governante anterior, mas com a morte de todos quando ela ainda era um bebê, ela ficou órfã e marcada pela herança deixada por sua tia, Nefertiti.

Nefertiti e seu marido, o faraó Amen-hotep IV (mais conhecido como Akhenaton), tentaram destituir todos os deuses do Antigo Egito, instituindo o monoteísmo através do deus Aton. Foi uma tentativa de limitar o poder dos sacerdotes. Mas, com o final do reinado de Akhenaton e a destruição completa de sua família, os deuses foram novamente resgatados e os sacerdotes assumiram mais uma vez seu lugar de destaque. E, com isso, Nefertari acabou ficando com a marca de herege que toda sua família carregava…

Nefertari se dava muito bem com Ramsés e Asha, filho de um general, e os três estavam sempre juntos, fosse estudando, fosse aprontando. Mas o tempo passa e logo Ramsés precisa assumir seu lugar ao lado do pai e Asha vai treinar para ser um soldado – e futuro general de Ramsés – e Nefertari acaba ficando sozinha. E quando digo sozinha, é mesmo só. Ela só pode contar com a ama que a criou desde pequena e seu professor, Paser, que reconhece a grande inteligência e habilidade linguística da princesa.

Ramsés se casa com Iset, uma jovem muito bonita, mas fútil e Iset faz a vida de Nefertari um verdadeiro inferno – tudo por inveja. Esse casamento é mais uma obrigação que Ramsés tem de cumprir ao assumir o trono juntamente com seu pai. Mas é claro que há muita intriga e jogo político por trás desse casamento e é por isso que Woserit, irmã caçula do faraó e suma-sacerdotisa de Hator, toma Nefertari como sua pupila e a ensina e prepara para ajudar Ramsés a governar o Egito como sua rainha! Apesar de poder ter várias esposas, o faraó tem de escolher uma delas para ser a primeira-dama e sua rainha. E é aqui que a briga entre Iset e Nefertari fica tensa. E não só entre as duas, mas entre aqueles que querem as boas graças do faraó e não medem esforços para isso.

E são exatamente as intrigas e traições que dão a essa história um brilho e um detalhamento que prende e revolta! Michelle Moran realmente nos transporta para o Antigo Egito e nos mostra os bastidores do palácio e do poder. É impossível não roer as unhas a cada maldade cometida pelos vilões e não vibrar com cada vez que Nefertari consegue sair vitoriosa! Cheguei a ficar com raiva de Ramsés por não perceber algumas maquinações e manipulações claras, mas depois vi que ele tinha apenas 18 anos… como esperar que um rapaz, que já trazia tanta responsabilidade em seus ombros, fosse perceber as picuinhas ocorrendo bem ao seu lado se todos que o cercavam eram dissimulados?

A história de amor de Ramsés e Nefertari é maravilhosa e real! E a cada desafio superado, o amor e respeito e amizade aumentavam ainda mais. E não foram poucos os obstáculos que tiveram de enfrentar para poderem ficar juntos. Esse é o tipo de livro que você começa e não consegue parar. Recomendadíssimo!

Você pode sentir um gostinho da história aqui.

9 comentários:

Lilian disse...

Pelo jeito, a história de Nerfertari é bem diferente daquela narrada prlo Christian Jacq na série Ramsés. Ele relata a origem da Nefertari de outro jeito. Mas mesmo assim parece ser bem interessante! Vou ler quando puder.

Medéia disse...

Eu A-D-O-R-O histórias de dinastias egípcias.

E as grandes mulheres egípcias são admiráveis.

Vou correndo escrever na minha lista este livro!

Bjo

anaisa disse...

Ah, eu também gosto muito de livros desse tema ;)
Adorei saber como a Nerfertari é, me apaixono por protagonistas assim!
Tomara que eu possa ler o livro o mais rápido possível.

Bjus.

Raquel disse...

Rodei a cidade toda para achar este livro! MARAVILHOSO! Vc só consegue parar quando ... termina, e mesmo assim dá aquele gostinho de quero mais, saber mais, rs. Nunca tinha lido nenhuma história egípcia e foi um deslumbre! obrigada pela dica!

Regina disse...

Lilian.

Fiquei morrendo de curiosidade sobre essa série do Christian Jacq. Já estou procurando.

Medéia e Anaisa,

Leiam sim que vale muito a pena. Nefertari é uma personagem maravilhosa.

Raquel!

Esse livro é mesmo daqueles impossíveis de largar! Eu só parava para ir trabalhar...

bjs

Jeanne Rodrigues disse...

Re,

querendo mto, mto esse livro.

Bjos,

Aline disse...

Rê,

Adoro história, adoro livros que se aprofundam na pesquisa e nos deixam entrar no passado. Anotei essa dica maravilhosa. Obrigada!

Bjs

Aline

Patricia Cardoso disse...

OLá Rê,

coloquei este livro na minha de desejos e acima de muitos outros, pois, fiquei louca pra Lê-lo. ESte parece ser do jeito que gosto, pois, torcer pela mocinha, eu adoro. Ótima resenha. Bjs...

mariana disse...

Oi Rê,

Sou nova por aqui, mas como historiadora amadora(amadora sim, porque profissionalmente estaria morando embaixo de uma ponte), e apaixonada po egiptologia, verão que sempre darei uns "pitacos" nos romances históricos!Então, como gostou muito e tá todo mundo super interessado, não vou falar nada a respeito!!!
Grande beijo!

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top