Em Busca de Abrigo - Jojo Moyes


Hong Kong, 1953. Contra a sua vontade, a jovem Joy é levada a uma luxuosa festa onde os convidados - a comunidade dos expatriados britânicos do país - tentam ouvir a cerimônia de coroação da rainha Elisabeth II em um rádio antigo. Joy, entediada, acaba por beber vários drinques cor-de-rosa que à primeira vista pareciam inofensivos. Trôpega e enjoada, é acolhida por uma oficial da marinha chamado Edward Ballantyne. A primeira reação da moça é pedir para que Edward se afaste. Porém, rapidamente, percebe que se sente extremamente confortável ao seu lado. Joy, de personalidade forte e com fama de anti-social, se dá conta de que está apaixonada. No dia seguinte, o casamento já tem data marcada. Dessa forma tem início Em busca de abrigo, romance de grande sucesso que representou a estréia na literatura da britânica Jojo Moyes.

A sinopse do livro é incompleta. Ao iniciar a leitura fui surpreendida quando constatei que o livro é sobre as 3 mulheres da família Ballantyne. Avó , mãe e filha (Joy, Kate e Sabine) que alternadamente contam a sua estória e seus problemas.

Joy é a avó-mãe de personalidade forte e difícil. Dura e inflexível ela não demonstra seus sentimentos. Edward, seu marido de longa data, tem uma personalidade bem parecida com a sua mas nos últimos tempos tem estado debilitado e doente.

Kate, a filha vive em busca de um sentimento maior e não consegue se encontrar. Tem pela filha um amor imensurável.

Sabine, é a neta. Uma jovem que domina todo o livro e que conduz toda a estória. Falar sobre ela seria dar spoilers.

Em Busca de Abrigo, retrata a dificuldade de relacionamento e conflito de gerações entre mãe e filha, avó e neta; traição e perdão; encontros e desencontros; perdas irreparáveis; amores não correspondidos e sentimentos contraditórios que no decorrer das páinas faz com que conheçamos as várias facetas dos personagens expondo todos os seus defeitos e, ainda assim, gostarmos deles.

Um livro que nos faz pensar, analisar e, acima de tudo, aprender. Com uma carga dramática em muitos momentos de doer.

7 comentários:

Lariane disse...

Tenho em casa, graças a Deus hahahaha

E pelo que vc escreveu creio que vou amar.

Atenciosamente,
Lariane

Regina disse...

Oi Jê!

Não sei se estou com clima para grandes dramas, mas esse livro me parece ser do jeito que gosto...

Colocando na lista!

bjs

Adriana T disse...

Muito boa sua resenha. Ai ai... Literatura inglesa, isso ainda me leva a falência rsrs

Patricia Cardoso disse...

Olá Jê,

li este livro e
e um livro denso, pesado, mas, gostei muito. Ótima resenha. Bjs...

Driza disse...

Oi Jê

eu gosto muito dessa autora e tb adorei a história desse livro.

bjss

Elisandra disse...

Nossa amei a resenha, esse é um livro que quero ter na minha estante.

Beijokas elis!!!!!!!!

Medéia disse...

Para quem tá interessado na resenha da Jê e tá querendo este livro, a Saraiva tá vendendo por 9,90.

Show de bola a sua resenha, Jê!!!
Adoro histórias sobre mulheres de uma mesma família.

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top