Ela foi até o fim - Meg Cabot


"Lou Calabrese é uma roteirista de sucesso – já escreveu vários roteiros de ação que renderam milhões de bilheteria e até ganhou um Oscar! O problema é que seu namorado, o grande astro do seu último filme, resolveu deixá-la pela estrela principal, e agora lhe resta provar que conseguirá passar por tudo para esquecê-lo.
O que ela não esperava é que esse "tudo" significasse atentados contra sua vida e sobreviver numa montanha congelada com o homem que mais odeia na face da terra como único companheiro... Será que ela vai sobreviver a essa aventura? E será que, no final, encontrará o verdadeiro amor?"


Sou fã da Meg Cabot. Ponto. Não me importa se ela escreve romances para adolescentes, se ela escreve bem ou mal, se todo mundo gosta ou todo mundo odeia. O caso é que, para mim, os livros dela são perfeitos para ler quando estou precisando simplesmente de diversão. E essa história é diversão ao máximo.


A roteirista Lou Calabrese está triste. Depois de dez anos de relacionamento, seu noivo-ator a troca pela parceira-atriz do filme que Lou escreveu especialmente para ele estrelar. O filme é um sucesso, a carreira dela decola, mas o noivado já era. É muita falta de sorte. Como se não bastasse, o novo filme que Lou está escrevendo se passa no Alasca, onde vão filmar uma explosão que terá impactos terríveis ao meio-ambiente. Na tentativa de impedir esse desastre, ela embarca para o Alasca junto de Jack Townsend, o ator-estrela de sua série Copkiller e um tipo que Lou não gosta nem um pouco. Mulherengo, safado, canalha, Lou não tem palavras para descrever esse homem tão desprezível. Jack também não suporta Lou, porque acredita que todos os roteiristas são arrogantes e insuportáveis. E ela, em especial, é uma chata, pois sempre escreve cenas absurdas para ele filmar.


Mas, o inesperado acontece. Numa tentativa de assassinato de Jack, o helicóptero cai no Alasca, deixando os dois isolados em meio à neve. A partir daí, esse estranho casal descobre que, na realidade, não sabe nada um do outro. Tentando sobreviver ao frio e fugindo de assassinos, os dois precisam se unir se quiserem se salvar.


Diálogos ótimos, cenas muito engraçadas e ação do começo ao fim. Destaque também para os coadjuvantes do livro, que deixam a história ainda mais irresistível. Meg Cabot caprichou na diversão, escrevendo um chicklit adulto que eu recomendo.

11 comentários:

ludmilla disse...

Parece otimo.. gosto da meg mesmo naumm sendo minha autora preferida ... bjaummm

Ana Luisa Alves disse...

Olá! Gosto muito desta autora ;)

Nanda disse...

Ai, eu amei esse livro. Pena que li em ebbok e a tradução estava um pouco ruim. Mas é muito engraçado mesmo. E tem muita ação. Garante até umas ceninhas hots...hahahaha

Muito bom mesmo!

Vivi disse...

Ah, não! Fiquei louca para ler...deve ser muito despretensiosamente divertido!

Bjs

Sweet-Lemmon disse...

Não sei pq mas eu não gosto da capa e do título desse livro. Nunca tive vontade de le-lo devido a isso. Besteira, né? eu sei mas... Mas eu gostei muito da sua resenha e talvez dê uma segunda chance para ele:)

Ana Luisa Alves disse...

Aproveitei para linkar o seu blog no meu. Espero que não se importe ;)
Cumps
Alu

Driza disse...

Uau Aline

tb gosto muito da autora, e chicklit, não é segredo pra ninguém, eu simplesmente amo!!!

Tá pra mim.

bjs

Jeanne Rodrigues disse...

Aline,

todos os livros da Meg fazem parte da minha lista.

Quero todos....hahaha

Parabens pela otima resenha.

Bjos,

Flávia Kelly disse...

Nunca li nenhum livro da Meg, tá na hora de começar :)

Thata disse...

Hum, me deixou curiosa...
Só acho que poderia mudar, inverter um pouco por aí eles papeis homem-canalha e mulher-séria+chata! E se ele fosse o roterista?
Mas o livro em si parece ser divertido e leve.
Anotado a dica!

CCHOCETANDO disse...

É a Meg!Nossa Meg! Cristina.

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso Chá das Cinco!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Faça valer a sua opinião! Seja educado(a). Gentileza aqui sempre tem vez. Portanto, mensagens ofensivas não serão publicadas.

 
UM LIVRO NO CHÁ DAS CINCO © 2010 | Designed by Chica Blogger. Personalized by Lili and Medéia| Back to top